Ancoradouro

Mordaça Gay

A coluna Concidadania deste domingo,27, do jornal O POVO escrita por Valdemar Menezes abordou o tema  da Parada Gay acontecida em Fortaleza. O jornalista pontuou questões fundamentais a serem levadas em conta na discussão sobre os direitos dos gays e esclareceu sobre as consequências do Projeto de Lei que 122 de 2006. Acompanhe o texto, na íntegra.

“O tema da XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, neste domingo, na Avenida Beira Mar será: “Vote contra a Homofobia. Defenda a Cidadania!”, em referência ao projeto de lei 122/2006, que está em tramitação no Senado Federal e dispõe sobre a criminalização da homofobia. Há muita desinformação sobre essa questão, pois, na verdade, trata-se de uma legislação que terá efeitos danosos, no campo das liberdades, já que constrangerá os demais cidadãos em nome da garantia de direitos excepcionais para um segmento específico da sociedade: os gays. Esse projeto de lei quer transformar em crime de opinião as manifestações discordantes das práticas públicas homossexuais, ou seja, será um verdadeiro mordaça gay a sufocar a liberdade de pensamento e expressão e os valores da família.

 CERCEAMENTO

A chamada “Lei Contra a Homofobia” afetará o Código Penal, a Lei de Discriminação Racial, a CLT (empregadores não poderão demitir ninguém que use como recurso de defesa a alegação de estar sendo vítima de discriminação por ser gay, sob pena de prisão ou de ter o estabelecimento fechado); pastores e padres afastados de suas funções por práticas homossexuais poderão igualmente alegar estarem sendo discriminados por suas igrejas, assim como donos de hotéis que não quiserem hospedar pares gays, ou proprietários de bares e restaurantes que não aceitarem o espetáculo de gays se beijando publicamente em seus estabelecimentos, ou quem, por motivo religioso, denunciar tais práticas. O cerceamento a quem discorda dos excessos do movimento gay já é tão grande, que se tornou um risco fazer um comentário como este, sem sofrer retaliação desses setores”.

Nenhum comentário

  • Amanda disse:

    que horror! Pode ter certeza que se a lei estivesse em vigor VOCÊ SERIA PRESO… HOMOFÓBICO!

  • Um dos maiores absurdos que já li em minha vida!!!

  • É sempre bom respeitarmos as diferenças… mesmo que afrontem nossas convicções.

    Não entendo a lei contra a homofobia da forma que vc explicitou, acredito que todo cidadão mereça respeito, independente da condição sexual.

    Vamos refletir?

    Flávia Vieira
    Moderadora do blog Dúvidas no Divâ

  • claudemir disse:

    vanderlucio souza vc com um espaço desse não star ajudando em nada na questão diga não a homofobia ..será por que vc é um homofobico desfarçado.
    por favor diretores do jornal tomem cuidado com as posições desse colunista.

  • Paulo disse:

    Algumas ponderações:
    1° o artigo não é do Vanderlúcio;
    2° a reação de vcs não deixa de mostrar que é verdade o que o artigo diz;
    3° a reação de vcs só prova que existe uma verdadeira motivação de amordaçar as opiniões contrárias.

  • Diego Soares disse:

    Que pessoa ridicula que escreveu um artigo desses, tome cuidado meu amig@ pois você poderia ser preso por está escrevendo um negócio desses, completamente homofobico e ridiculo.

  • Pandora disse:

    Isso é rídiculo, proibir as pessoas de expressarem suas preferencias. Proibição contra o racismo todos aceitam, por que deveria ser diferente com o preconceito contra a opção sexual?
    Quanto aos padres é um outro problema, se eles tem o voto de castidade por que se preocupar com o homossexualismo? Se isso ocorre é um problema dentro da instituiçao religiosa.
    Texto homofóbico e ridiculo.

  • Samuel Silva disse:

    Vanderlúcio, quero parabenizar-te pela belíssima matéria. Super informativa. Tenha certeza, divulgarei aos leigos que, como eu, também achamos que os homossexuais não devem ser maltratados, excluídos, ameaçados; mas que concordamos, como eles, em liberdade de expressão. Diga não ao racismo, seja qual for a opção sexual, cor. Mas, também, ao estupro informativo que tem sido injetado na sociedade. É, infelizmente voltamos à ‘geração Woodstock’, onde “é proibido proibir”. Sociedade, levante-se.

  • Paulo disse:

    Existem fatos na sociedade que reclamam leis bem mais severas, e urgentes de serem discutidas e votadas e que inclusive contemplariam os gays, como a impunidade de bandidos que a toda hora atentam contra a vida dos cidadãos, gays ou não , do que preocupação em votar leis de um grupo minoritário.
    Se seu comportamento é “deturpado”, diferente dos demais por qualquer motivo que a natureza não explica, ou não entendo, devo respeitá-lo na sua individualidade e integridade como ser humano. Agora querer por força de lei que vejam em voce uma menina, quando voce nasceu macho, é muita fantasia, e foge a minha realidade.Seja gay irei respeitá-lo como ser humano, mas tenho também o direito de discordar de atitudes exarcebadas de sensualidade e lascivia que agridem meus principios, sem ser agredido, e por isso considerado transgressor das leis, marginal( que vive a margem e revelia das leis).

  • marilia Zenilda disse:

    Nós temos que preservar as familias por causa das crianças , elas estão tendo muita informação e elas nem sempre não sabe decernir. Tenho uma filha do coração, que com 08 anos estava prostituindo , espelhando na carol castro e achando isso normal. nÃO É TAMPAR O SOL COM A PENEIRA é dar uma contribuição para nossas crianças, cresceu muito o numero de crianças abandonadas, exploradas, assacinadas, então tenha sua liberdade, mais preserve as crianças , seja um beija flor , dê sua pequena contribuição, e vamos ser feliz.

  • Jarbas Bauer disse:

    Todos nós, sem exceção, somos sujeitos a críticas e elogios. Quando as críticas ferem a honra e a dignidade, aplicam-se as leis já existentes em nosso país. O que estão querendo criar, na prática, é uma casta, como na Índia, onde um grupo tem mais poder e regalia em relação a outra casta considerada inferior. A história mostra claramente o resultado nefasto quando uma pessoa, ou grupo, quis ser imune a críticas. Considerem o período em que a igreja católica perseguiu pessoas que criticavam o papado. Considerem também Hitler, que não aceitava críticas e, para manter seu poder, matou milhares de pessoas. Fiquem na paz

  • Jean disse:

    Apoio, a maioria está contra, e daí? se for assim tambem sou homofóbico, pois jamais, eu disse JAMAIS eu ensinarei ao meu filho que isso é normal, é a minha convicção e ponto e ai que quem falar que não é, querem achar bonitinho, eu respeito, agora que ainda é considerado fora dos bons costumes de fato é, se isso que é homofóbio, entao me prendao po, conheco gays, falo com eles, e eles respeitam meu ponto de vista e por isso vejo neles uma boa amizade. isso esta querendo acabar com a integridade religioso e cultural e sem direito de pensar, pois pensar é homofóbico, entao prende eu.

  • Denise disse:

    Acho que as pessoas de bom senso deveriam fazer alguma coisa contra a DITADURA GAY. Ditadura nenhuma é boa!!!

    Eles podem ser gays a vontade, onde quiserem e quando quiserem, mas daí a querer que a gente os aplauda e os ache lindo, maravalhoso e excelentes, já é DITADURA GAY. Proibir-nos dos nossos direitos de PENSAR e EXPRESSAR o que pensamos é anticonstitucional. Sem lhes tirar o direito de serem gays e não sofrerem violência de forma alguma por isso, também temos que ter nosso direito de pensarmos o que quisermos sobre a homossexualidade.

    Afinal voces podem me dizer se esta lei já foi totalmente aprovada? Já está em vigor?

  • marcilio leão disse:

    Os homosexuais tem uma dificuldade absurda em entender que ninguem quer suprimir, ou sequer se importa, com o que o sujeito faz [editado], o problema é que a Pl122 quer transformar a pratica em uma obrigação social com penalidade criminal, e se quer o direito de manifestação contrária é totelerada. A cínica e sorrateira lei Pl122 é produto do momento brasileiro, onde o PT corrupto, mal caráter, amoral e prepotente, tenta impor sua indole nogenta ao povo comprado por bolsas diversas. Basta ver quem é a autora da lei, por sinal não reeleita, quem são seus apoiadores e verão o time de sempre: Serys Slhesharenko, Marta “relaxa e goza” Suplicy, Gabeira ,..etc, todos do PT e sua base, além da maldita autora do projeto de lei,cujo nome não merece menção.

    marcilio leão

  • “Lei da Homofobia” (PLC 122/2006) será votada amanhã, proteste!

    Não podemos aceitar que imputem a nós, cristãos, a categoria de discriminatórios, apenas porque obedecemos os Mandamentos. Não podem nos colocar na cadeia por seguirmos nossa consciência.

    Precisamos reagir o quanto antes contra este Projeto de lei.

    O Brasil cristão é contra o PLC 122/2006.

    Acesse o site abaixo e envie agora uma mensagem para os senadores e demais secretarias responsáveis, pedindo medidas para que o PLC 122/2006 não seja aprovado.

    http://www.ipco.org.br/home/assine-a-carta-de-protesto-ao-senado-federal-contra-a-lei-da-homofobia

  • marcilio leão disse:

    A minha postagem, na qual tive o cuidado de usar expressões corriqueiras e incisivas, sem palavões, ficou tão deformada com a edição COLORIDA que parece comentário político – e não é . È sim uma crítica direta ao homossexualismo e sua tentativa evidenciada até neste simples blog, de tolher o direito a crítica, à liberdade de expressão.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 4 =