Ancoradouro

A m.i.s.s.a que não vem de Deus

A m.i.s.s.a. que não vem de Deus trata-se de uma balada cuja sigla significa movimento dos interessados em sacudir sua alma. A festa já foi realizada em diversos estados e agora chega à Fortaleza, segundo noticiam alguns sites focados na divulgação de eventos na capital.

Com trocadilhos do tipo, “não diga que ninguém que te chama” e “sábado é dia de missa” a organização do evento ultrapassa a linha do respeito que é devido às manifestações religiosas.

O inciso VI, do art 1 da Consituição brasileira é claro, ” É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;” A Missa, ou celebração Eucarística é a liturgia de maior valor para os católicos.Nela, acreditam, que se dê a transubstanciação do pão e o vinho no corpo e sangue de Jesus Cristo.

Na m.i.s.s.a, conforme fotos que circulam pela internet, os Dj’s vestem-se como padres e bispos fazendo assim a profanação dos elementos sagrados. Fortaleza que é uma referência para o mundo no quesito de engajamento de leigos na igreja através das novas comunidades e conhecida por reunir multidões em eventos como o Halleluya e a Caminhada com Maria merece mais respeito por parte dos organizadores da balada.

Nenhum comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *