Ancoradouro

Sem medo de opor-se e se tornar impopular papa fala sobre defesa da vida

Papa fala sobre defesa da vida a bispos do Brasil

Mais um grupo de bispos do Brasil fizeram  sua visita ad limina à Roma, desta vez, prelados  do Regional Nordeste V que compreende  doze dioceses do estado do Maranhão. O encontro trata-se de uma viagem obrigatória dos bispos, a cada cinco anos, aos túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo. Na ocasião, os religiosos se encontram com o sumo pontífice.

No pronunciamento do Papa Bento XVI  veio à tona o apelo para que os prelados orientassem seus fieis a se posicionarem abertamente  em defesa da vida. “O vosso dever como Bispos junto com o vosso clero é mediato, enquanto vos compete contribuir para a purificação da razão e o despertar das forças morais necessárias para a construção de uma sociedade justa e fraterna”, exortou.

O papa foi claro em suas palavras: “Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases”, e mais, “ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo”, advertiu.

Sem medo da impopularidade

Ainda em sua fala Sua santidade defendeu o ensino religioso confessional  e uso livre uso dos símbolos religiosos em locais públicos. “Eles (os símbolos religiosos) têm um valor particular, no caso do Brasil, em que a religião católica é parte integral da sua história”, explicou. O pronunciamento finaliza com a evocação à Virgem Maria e Bênção papal. “A todos coloco sob a a proterção  materna da Virgem Maria, e a vós e ao vosso povo concedo a minha Benção Apostólica”, abençoa.

 Comento:

O papa Bento XVI é o homem da palavra, sem dúvida seu magistério é uma resposta divina às controvérsias do mundo pós-moderno. Seu olhar crítico visiona a raiz dos males que afligem o coração do homem de hoje e indica com palavras assertivas donde pode lhes vir a cura.

Muitos sacerdotes e bispos no Brasil expuseram-se na mídia com o intuito de apregoar a verdade, neste caso, a defesa da vida, de modo aberto  e sem nuances relativistas. Sofreram críticas e rejeições, mas consolam-se com a confirmação do santo Padre neste pronunciamento eloqüente.

Aos católicos não se pode dizer que lhes faltou orientação para escolher bem o candidato destas eleições. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

 Vídeo do papa com os bispos do Regional V

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=3wEplmJg9dI[/youtube]

Recomendado para você

Nenhum comentário

  • Luciana disse:

    O martírio que hoje somos chamados a viver, também o martírio da calúnia, das injúria… Mas como diz a Palavra de Deus: Bem aventurados sereis quando vos caluniarem” aêeeeeeee… somos felizes!!! Paz a todos!

  • BERAKASH disse:

    A Igreja nunca renuncia à verdade nem à liberdade, afirma Bento XVI na Catedral de Compostela.

    SANTIAGO DE COMPOSTELA, 06 Nov.

    Em sua saudação na Catedral de Santiago de Compostela, o Papa Bento XVI destacou que a Igreja serve sempre à autêntica verdade e liberdade, às quais nunca renuncia, porque está em jogo o ser humano, cuja salvação é sua tarefa fundamental.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *