Ancoradouro

Feministas pretendem ocupar catedrais

226 2

Escolhido como o dia de luta contra a penalização do aborto na América Latina , o 28 de setembro é para os grupos feministas ocasião para a ocupação  de prédios de instituições que são a favor da vida. E lógico, a Igreja Católica é o principal alvo das militantes ensandecidas pelo desejo da descriminalização da morte de inocentes ainda no ventre materno.

Na tentativa de atenuar a ação – não menos grave – as manifestantes pretendem uma ocupação virtual de catedrais. Criaram para isso uma ferramenta que afixa no topo do prédio  dizerem pró-morte ou indicações de como utilizar o Misoprostol,mais conhecido como Cytotec, remédio originalmente composto para combater úlceras estomacais, mas, clandestinamente usado para matar bebês no útero materno. O remédio ingerido aumenta as contrações uterinas e o feto é extirpado da mãe de modo selvagem.

As abortistas a cada manifestação tornam-se mais intolerantes e encontram na Igreja Católica uma arqui-inimiga, pois esta instituição sendo a favor da vida não se rende aos interesses dos grupos pró-aborto, financiadores  da prática que no Brasil é crime.

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =