Ancoradouro

Bartolomeu I: sobre a renúncia de Bento XVI

“Com tristeza recebemos a notícia da decisão de Sua Santidade o Papa Bento XVI de renunciar a Sé de Roma, já que poderia, com a sua sabedoria e experiência, trazer ainda muito para a Igreja e para o mundo. O Papa Bento XVI deixa sua marca indelével na vida e história da Igreja Católica Romana, não só em seu pontificado, mas também por sua longa contribuição como teólogo e hierarca da Igreja, bem como seu prestígio reconhecido universalmente. Seus escritos são de grande e profunda erudição teológica: seu conhecimento sobre os Padres da Igreja indivisa, seu contato com a realidade contemporânea e seu interesse pelos problemas do homem.

Nós, ortodoxos, sempre vamos considerá-lo um amigo da nossa Igreja Ortodoxa e um servo fiel da causa da unidade, e nos alegramos em saber que se encontra com saúde para prosseguir seu labor teológico.

Pessoalmente, vamos nos lembrar com carinho de sua visita à sede do Patriarcado Ecumênico, há mais de seis anos; com os muitos encontros com ele e com a boa colaboração que tivemos durante o seu pontificado.

Do Fanar, esperamos que o Senhor indique um sucessor digno para liderar a Igreja de Roma, nossa Igreja-Irmã, e que seu sucessor trilhe conosco o caminho da unidade para a glória de Deus.

 Bartolomeu I

Constantinopla, 11 de fevereiro de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 1 =