Ancoradouro

Damares se antecipa à Época e apresenta a real história de indígena que sofria estupro coletivo

A Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, anunciou em suas redes sociais que a Revista Época desta semana traria mais uma reportagem acusando a ONG ATINI, fundada pela ministra, de sequestro indígena.

Alcilane na chácara da Atini fazendo equoterapia.

O site Agora Paraná  (UOL) antecipou a história da indígena Alcilane Arã Oliveira da Silva, resgatada pela ATINI do povo Sateré Mawé. A mulher que sofre de transtornos mentais seria a personagem da reportagem da Época.

Chamada da Revista Época.

O Agora Paraná obteve com exclusividade o laudo antropológico sobre o caso feito em três anos e concluído em 2019. O documento atesta que Arã, como a indígena é conhecida, sofrera estupros coletivos na infância e adolescência.

Depois de resgatada pela ONG e ao completar 19 anos, o Ministério Público Federal – MPF determinou que Arã voltasse ao seu povo,ação posta em xeque pelo laudo. Atualmente  Arã vive perambulando pela floresta , os pais não conseguem controlá-la.

A reportagem do Agora Paraná ainda traz informações sobre a gravidez de Arã e o trabalho da ATINI que já resgatou mais de cinquenta indígenas do infanticídio e algumas outras práticas nocivas instaladas em tribos. Confira a reportagem na íntegra clicando aqui: http://agoraparana.uol.com.br/noticia/conheca-a-historia-de-ara-a-jovem-indigena-que-sofria-estupro-coletivo-e-foi-resgatada-pela-ong-fundada-por-damares-alves

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *