Ancoradouro

Shalom abre as portas de Centros de Evangelização para acolher pessoas em situação de rua

294 1

A meta é de atender pelo menos 500 pessoas por dia. 

Projeto do Shalom faz captação de recursos financeiros e voluntariado para servir a moradores de rua.

Preocupada com a situação de vulnerabilidade social e o risco de contágio e disseminação da pandemia de covid-19 entre a população de rua de Fortaleza, a Comunidade Católica Shalom, em Fortaleza, criou o projeto “Shalom Amigo dos Pobres”. A partir desta terça-feira, dia 28 de abril, a Comunidade abrirá as portas de alguns dos seus centros de evangelização para acolher e servir como ponto de apoio para pessoas em situação de rua de todas as idades.

No local, além do acolhimento, serão oferecidas refeições, água para hidratação, espaço para higiene pessoal, lavagem de roupas, distribuição de equipamentos de proteção individual, além de serviço de conscientização sobre a vivência da quarentena e isolamento social como formas de combate ao Coronavírus. A meta é de atender pelo menos 500 pessoas por dia, dentre eles, trabalhadores informais e transeuntes que aguardam pelo menos uma refeição dia, que estão no Centro da cidade de Fortaleza.

Jeovana Freitas, Assessora de Promoção Humana da Comunidade Shalom, e coordenadora geral do projeto, explica que os locais de atendimento também servirão para auxiliar espiritualmente os moradores com orações, evangelização e aconselhamento. Além disso, diversas equipes de voluntários formadas por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, além de profissionais de outras especialidades irão oferecer periodicamente o serviço de consultório de rua com atendimentos e encaminhamentos para os serviços públicos de saúde e sociais. O projeto “Shalom Amigo dos Pobres” irá auxiliar também o poder público na promoção de acolhimento e um isolamento social efetivo às pessoas em situação de rua nos equipamentos disponibilizados pelo Município como a pousada social, aluguel social e demais planos emergenciais do Município que já existem.

Um projeto de amor em meio ao caos.

O Papa Francisco tem convidado, desde o início da pandemia, todos nós a termos coragem de nos envolvermos com aqueles que mais necessitam. Existem muitas pessoas necessitadas nas ruas e precisamos fazer a nossa parte como cristãos. Queremos que a frase “Fique em Casa” também contemple os mais pobres. Queremos que nesse tempo de pandemia não existam desigualdades e que a gente possa promover a dignidade para esses nossos irmãos”, disse Jeovana.

Jeovana explica ainda que os atendimentos acontecerão inicialmente na Casa João Paulo II, no bairro de Fátima, e na Casa São Francisco, no Centro. “Posteriormente iremos abrir mais espaços de acordo com as necessidades emergenciais do momento de pandemia”, explicou a missionária. Os locais irão funcionar de domingo a domingo, de 9h às 14h.

Voluntários e Doações 

Seja um voluntário.

O projeto conta com o apoio de cerca de 140 voluntários, que ajudarão nas demandas de distribuição de alimentos, higienização, triagem, espiritualidade, atividades grupais, lavanderia e momentos de convivência. As pessoas que quiserem participar do projeto como voluntário, basta entrar no site amigodospobres.org e se inscrever. O projeto “Shalom Amigo dos Pobres” precisa também de donativos e recursos financeiros. As formas de doação e os pontos de entrega estão disponíveis no site. Segundo Jeovana Freitas, o projeto está precisando, inicialmente, de alimentos, roupas, produtos de higiene em geral e pessoal, além de cobertores, toalhas, máscaras e luvas.

População de Rua

No último censo realizado em Fortaleza, ainda pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome de 2014, a população de rua totalizava 1718 pessoas. Por conta da crise política, econômica e social que o país tem enfrentado até os dias de hoje, os especialistas acreditam que os números triplicaram.

 Serviço: Projeto Amigo dos Pobres

Atendimento: Domingo a domingo – 9h às 14h

Contato: (85) 9 8802 5381

Cadastro para voluntários: amigodospobres.org

Doações: amigodospobres.org

Centro de arrecadação: Colégio Shalom: Rua Oswaldo Cruz, 3401 – São João do Tauape.

Unidades de atendimento e Apoio:

Colégio Shalom: Rua Oswaldo Cruz, 3401 – São João do Tauape:: será o centro de doações

Casa São Francisco: Rua Floriano Peixoto 1717 :: servirá como local onde serão feitas as refeições de café da manhã e jantar.

Centro de Evangelização Shalom de Fátima – João Paulo II: localizado na rua Saldanha Marinho, Fátima ::  servirá como Centro de Triagem.

Recomendado para você

1 comentário

  • Terezinha Pires disse:

    Que benção! Mais uma vez a CCSh surpreende com sua missão de promoção humana,o que já fazia com maestria antes da pandemia, agora vem agir co0m toda a santidade que o Espírito santo inspira! Bendito seja Deus por tão divina magnifica missão!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *