Igreja no Ceará é vandalizada e padre ameaçado de morte

0 1

Atualização às 14h32

A Matriz de São Francisco de Assis, na cidade de Cruz, localizada a 202 quilômetros de Fortaleza, amanheceu completamente vandalizada. No interior do templo foram pichadas frases satânicas, como “o diabo manda aqui” e em referência a Lúcifer.

Igreja havia reaberto no domingo.

Algumas inscrições  fazem referência a uma facção criminosa do Estado do Ceará e outra, feita no altar, traz ameaça de morte ao padre. As portas da Igreja  não foram arrombadas. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia Municipal de Cruz, instaurou um inquérito e apura o caso. Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na Delegacia Municipal da cidade, que segue investigando a ação criminosa e realizando oitivas. A Polícia Militar do Ceará (PMCE) também realiza diligências em toda região, com o intuito de identificar os suspeitos de praticarem o crime.

Havia três semanas, a Igreja teve equipamentos eletrônicos utilizados para a transmissão das Missas roubados. Ninguém foi preso. O templo passava por reforma e foi completamente danificado em sua pintura. Imagens dos santos, inclusive do padroeiro São Francisco, também foram vandalizadas.

A notícia logo se espalhou no Vale do Acaraú. “Ficamos em choque, a palavra é esta. Estamos atemorizados com isso que aconteceu. Não tive nem coragem de ver as imagens. Foi um triste episódio, de cortar o coração, logo agora depois da reabertura da igreja  que aconteceu no domingo. A população está entristecida com esse fato”, relata uma paroquiana que  preferiu não se identificar ao Blog Ancoradouro.

Confira mais fotos da Igreja Matriz de Cruz vandalizada. 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =