Artesanato da Mente

A saúde do corpo começa na mente

1190 2

meditar2

Li no livro “O futuro da humanidade”, do psiquiatra e escritor Augusto Cury, uma exposição incrível a respeito da relação entre a saúde física e a psíquica, no quanto as duas andam de mãos dadas, e também uma crítica ao mundo da farmacologia, que ganha bilhões e bilhões de dólares anualmente com remédios para aliviar apenas parcialmente as doenças que afligem os seres humanos. Abaixo está o trecho do livro.

As indústrias farmacêuticas investem bilhões de dólares em pesquisas de novas drogas que atuam no cérebro humano para tratar de doenças psíquicas, mas não investem nada em medidas preventivas, em melhorar a educação, desenvolver a arte de pensar das crianças, educar a autoestima, diminuir o estresse social e combater a miséria física e psíquica. A sociedade precisa saber que na esteira do adoecimento psíquico da humanidade, a indústria farmacêutica prepara-se silenciosamente para se tornar a mais poderosa do mundo, mais robusta do que a indústria das armas e do petróleo. Essa indústria precisa de uma sociedade doente para continuar vendendo seus produtos. Aliás, nunca se venderam tantos tranquilizantes e antidepressivos. Precisamos repensar o futuro da ciência e refletir para onde caminha a humanidade.

Augusto Cury

Essa é a grande questão: Precisamos repensar o futuro da ciência e se perguntar: para onde caminha a humanidade? Essa pergunta é muito, mas muito difícil de responder. Eu digo com toda a sinceridade que não sei respondê-la, posso apenas expor o meu pensamento. Para onde caminha a humanidade? Uns pensam que para o caos total, outros para uma elevação do nível de consciência, outros para uma longevidade cada vez maior, outros para um decrescimento populacional, outros para um agravamento da violência, outros para um crescimento da paz. As opiniões são tão divergentes que é praticamente impossível dizer quem está certo e quem não está. Eu vejo sentido e fundamento em todas as linhas de pensamento, mas também sei que todas têm lacunas e incompreensões, e é bom que seja assim! Somos seres humanos!

O Augusto Cury está falando sobre uma série de ideias neste trecho do seu livro, e concordo com seus pensamentos. Eu percebo que para atingir a cura das doenças é preciso haver primeiro uma mudança psíquica, ou seja, os medicamentos não farão muito efeito em uma pessoa psicologicamente doente. E as indústrias farmacêuticas não conscientizam as pessoas para essa realidade, muito pelo contrário. Elas faturam bilhões através das suas doenças. Se todos nós tivéssemos essa consciência de que a saúde do corpo tem uma relação estrita com a saúde psíquica e buscássemos primeiro essa saúde, essa indústria deixaria de ganhar boa parte desse dinheiro e deixaria de ser multimilionária. As pessoas e o próprio mundo seria bem mais harmonioso.

Por que não vemos esse mundo ser construído? Porque vivemos em um mundo governado pelo dinheiro. A maior parte das pessoas só visa o lucro e as riquezas materiais, esquecendo-se das nossas maiores riquezas: o amor a si mesmo e ao próximo, aos pais, a família, o cuidado com o corpo, o cultivo da educação, o conhecimento, as amizades, levar a vida com leveza etc.

Cada vez mais eu me convenço de que a saúde completa se adquire através da busca incessante pelo autoconhecimento. Porque, quanto mais você busca se conhecer, mais você retira de dentro de si as negatividades que o põem para baixo. E retirando essas negatividades, abrimos espaço para os pensamentos positivos, que nos levam a desenvolver uma saúde melhor, um corpo e uma mente mais equilibrados.

Portanto, reflita sobre essas poucas palavras! Aprenda que o autoconhecimento é o caminho para a saúde completa e que as indústrias farmacêuticas apenas se preocupam com as doenças físicas, mas se esquecem do principal, as doenças psíquicas, onde tudo se origina…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *