Blog do Leão

Assisinho, o despertador

1007 18

Assisinho despertou o público com um belo gol de falta

 

Público abaixo dos 10 mil pagantes, bocejos, jogadores tentando ganhar ritmo, bocejos, jogadores forçando o terceiro amarelo, bocejos, toquinhos pro lado e… mais bocejos. Tudo caminhava para um sonolento zero a zero, quando em uma falta marcada perto da área icasiana, Assisinho se preparou para a cobrança, e como que parecendo prever o que estava para acontecer, o torcedor arregalou o olho pesado e testemunhou uma verdadeira “engavetada”. Quem acordou durante a trajetória da bola esperou a anulação do gol achando que a mesma fora jogada com a mão para dentro do gol. E depois deste lance que não somente abriu, mas também limpou os olhos de quem estava na arquibancada, quem acordou de vez foi o próprio Assisinho, e o time que até então parecia jogar por obrigação foi no embalo, e as chances começaram a surgir, inclusive com uma bola na trave do atacante Waldison.
A verdade é que a cômoda situação de classificação garantida relaxou a equipe naturalmente. Fabrício, Elton e Jaílson aproveitaram para forçar o terceiro cartão e estão “limpos” para o mata-mata. E a situação ficou mais cômoda ainda para a próxima partida contra o Guarany, que agora já está rebaixado, pois com a derrota do Luverdense, o Leão abriu 4 pontos e já é, matematicamente, o primeiro do grupo. Vamos aguardar a postura do treinador Vica durante a semana, mas é provável que tenhamos um time misto jogando em Sobral. Enfim, vivemos uma mini inter-temporada de preparação para os dois jogos mais importantes do ano que acontecerão no começo de novembro. Até lá é preciso tentar ficar de os olhos abertos para manter o foco e a seriedade no momento em que a importante decisão se aproxima.

Saudações tricolores

 

Fortaleza 1×0 Icasa

Fortaleza: Lopes; Tiago Granja, Fabrício, Micão e Guto; Elton, Careca, Jackson (Doda) e Geraldo; Assisinho (Cléo) e Jailson (Waldison). Técnico: Vica.
Icasa: João Paulo; Thiago Baiano (Daniel), Naylhor, André Turatto e Gilberto; Da Silva, Elanardo, Carlinhos e Luís Mário (Canga); Niel (Lima) e Éder. Técnico: Francisco Diá.
Gol: Assisinho (20/2T)
Cartões amarelos: Niel (17/1T), Careca (21/1T) Micão (2/2T), Jaílson (12/2T), Elton (29/2T), Carlinhos (32/2T), Fabrício (38/2T).
Público: 8.360 pagantes (574 não pagantes)

Renda: R$131.095,00