Blog do Leão

Faltou bola, sobrou Confiança

153 12

Atacante Da Silva foi um dos destaques do time azulino

 

O primeiro jogo de 2013 lembrou, em vontade e futebol, o primeiro de 2012 quando o Leão quebrou a bola contra o Crato. O problema é que naquela ocasião, o insípido 0x0 foi um placar muito melhor que o de hoje em Aracaju.
O time sergipano simplesmente passeou em campo e ganhou sem dificuldades. Se analisarmos friamente os elencos, não teremos dúvidas que nosso time é bem mais qualificado. Mas como teoria não entra em campo, vamos tentar entender o porquê do acachapante placar de 3×0.
O que vimos foi o preparo físico e o entrosamento do Confiança engolir a preguiça tricolor. Como citei no ‘De olhos neles” sobre o time proletário, o treinador sergipano apostava no tempo de preparação da sua equipe. E não deu outra.
Mas o Fortaleza assumiu este risco ao ser um dos últimos a marcar a reapresentação  do elenco que só aconteceu no começo de janeiro. O Confiança, por exemplo, já treina desde 5 de dezembro do ano passado. A diretoria tricolor achou que uma semana a mais não traria benefícios, principalmente por esta semana ser entre o Natal e o Ano Novo. Eu creio que este pensamento poderia ser válido em um campeonato estadual, que o time se encorpa durante a competição enfrentando os Cratos e Quixadás. Nordestão, o buraco é mais embaixo. Os adversários são mais complicados e o torneio não oferece tempo para recuperação, pois a primeira fase são somente seis jogos.

Bola pra frente. O trabalho está só começando. Melhor a que a pior partida do ano seja a primeira e não a última.

 

Confiança 3×0 Fortaleza
Data: 20 de janeiro de 2013
Local: estádio Lourival Baptista, em Aracajú
Árbitro: Arílson da Anunciação (BA)
Assistentes: Ádson Leal (BA) e Luiz Teixeira (BA)
Cartões amarelos: Richardson, Váldson e Da Silva (C); Carlos Magno (F)
Renda: R$ 5.740
Público pagante: 3.145 (650 não pagantes). Público total: 3.795 torcedores
Gols: Da Silva aos 19 do 1º T, Diego Neves aos 39 do 1º T e Ângelo aos 39 aos 2º T

CONFIANÇA: Fábio; Valdson, Renê, Alexandre; Ângelo, Lismar, Richardson (Valdo), Paulino Mossoró e Augusto. Diego Neves e Da Silva (Gilmar). Técnico: Nadélio Rocha

FORTALEZA: João Carlos; Rafinha, Ciro Sena, Gabriel e Guto (André Luiz); Jackson (Jackson), Éverton, Carlos Magno e Leandro; Assisinho e Jailson (Marinho Donizete). Técnico: Vica

 

12 Comentários

  • Yuri disse:

    Faltou tudo que vem faltando desde o ano passado: Garra, Amor à camisa, Atitude e Homens jogando. Ainda não temos zaga nem goleiro nem ataque, nem meio de campo e, principalmente, treinador. Vamos mudar enquanto dá tempo.

  • João Ximenes disse:

    Poderia ter sido pior sim. Era só ter levado mais gols;
    Futebol? e alguém viu futebol na equipe?
    É inicio de temporada pra todos os Clubes. Pense numa “DESCULPA ESFARRAPADA”
    Foi literalmente A B A T I D O;
    Tem de esquecer é o jogo todo;
    Jogou algum MEIA ontém? qual o nome dele?
    Segundo tempo, não fosse a careca do LUCAS, ninguém teria notado que havia acontecido troca na equipe;
    Segurar LANTERNA no inicio de uma competição, é normal, quando a gente ver uma equipe, pelo menos, honrando o material de jogo que tá usando;
    Faltou CONFIANÇA pra nós e sobrou o CONFIANÇA deles;
    Vou fazer de conta que o time não “estreiou” na competição ainda;

    PONTO ALTO ???????????

    PONTO BAIXISSÍMO !!!!!!!!

    Espero que no PV(vou ver de perto pra constatar/acreditar), a equipe consiga jogar bola.
    Aquele camisa “4″… tem outro não?
    CADÊ OS MEIAS?
    Só o ASSISZINHO pra correr, e tentar resolver os problemas da equipe da não meu véi!
    Tira os NOVATOS(que melaram), coloca todos os que ficaram da temporada passada, e manda o TREINADOR que também ficou pra borda do campo, que é pra ver se a equipe consegue jogar bola.
    ô vamo ter de esperar que as outras equipes P I O R E M????

    ACORDA LEÃO!!!!!!!

  • Ramiro disse:

    Que decepção, parece que eu estava adivinhando, que meio campo horrível. Ciro já era, aquele outro zagueiro é muito ruim. Ataque inexistente. Como é que se começa uma preparação com menos de 30 dias? Só consegui assistir o primeiro tempo, fiquei cansado só em ver o aspecto daqueles jogadores, todos mortos em campo, triste e desalentador. Se já estava desanimado para esse ano, fiquei mais ainda.

  • Hilder disse:

    Com esse Ciro Sena que é um verdadeiro enganador, assim como o eterno quengado Fabrício, que não jogou e nem jogará, apenas enrolará, não dá mesmo para chegar nem no campeonato estadual. E o Leandro Guerreiro jogou? Será que o Vica é bom da cabeça ou é cego ou burro mesmo? Baquit, olha o telefone! quem gosta disso tudo é aquela gentinha.

  • CLESSON MONTE disse:

    Tá faltando profissionalismo!!! Entrar para uma competição totalmente despreparado é irresponsabilidade. Compromete o “restinho” de nome que o FEC ainda tem.O time foi horrivel! Os jogadores que já conhecemos, parece que desaprenderam o pouco que sabiam (Rafinha, Guto, Ciro Sena…) os que chegaram já mostraram que os erros nas contratações continuam: Gabriel, muito lento; Jakson, um Dude piorado; o tal de Carlos Magno, ninguem o viu no campo; Leandro, uma barata tonta….
    É bom abrir o olho seu Baquit!!!!!

  • valterlan disse:

    Elenilson só para fazer um comparativo, eu vi nesse time que jogou em Aracaju, uma copia autenticada daquele time de 2011 que quase leva o tricolor a serie D, os jogadores sem um pingo de vontade de jogar, sem inspiração, errando passes bobos, dormindo na frente da bola, confesso que vi na minha frente aquele vexame do time da avenida joão pessoa nesse mesmo estadio contra o sergipe quando levou de 7×0, e não faltou muito para isso acontecer de novo só que dessa vez do nosso lado, o nosso ponto forte que eram dos dois laterais Rafinha e Guto foram nulos, a nossa zaga uma droga e o ataque só o assizinho, pelo menos o Leandro mesmo tendo feito uma pessima atuação não se omitiu ao jogo como fez o Carlos Magno, e o nosso treinador totalmente sem motivação, tem que dá um choque motivacional nesse time, que para ficar ruim tem melhorar muito.

  • f sales disse:

    É bom logo trocar o treinador, colocando o Jorge Veras, pelo menos ele valoriza a prata de casa, podendo colocar os melhores do sub 19 pra dar continuidade nesta Copa do Nordeste, entrosando o time para o Cearense e as outras competições vindouras.

  • Kleiton Nascimento disse:

    Sou tricolor, mas tenho sustentado que o Baquit não estar à altura da presidência do Fortaleza. O presidente não joga, porém faz refletir as suas limitações em campo. Ora, quando gerente de futebol manda até no presidente, como se pode esprar uma metamorfose no leão. O baquit é um perdedor.

  • Regis Rizieri disse:

    Realmente tá horrível o time.

    É só tirar os exemplos de outras equipes que tiveram o mesmo tempo de preparação que o Fortaleza teve.

    Teve time no Brasil que colocou foi o time reserva para jogar e gastou a bola, é por essas e outras (desde a preparação e montagem de elenco) que cada vez me conscientizo que seremos sempre pequenos em relação aos clubes do sul do país.

    Podem até dizer que a diferença é o poder de investimento, mas se vc não tem poder de investimento, o que faz a diferença é o olho clínico nas contratações e isso, não temos e acho que nunca teremos.

  • José Airton (Tricolor de Aço desde 1974) disse:

    Amigos Tricolores, saudações à todos!
    Seria bom um pouco de paciência ao analisar este jogo de estréia. Não vamos ficar pensando que o Fortaleza é este time que jogou domingo. Faltou realmente muita coisa, mas o único erro real é a falta de planejamento da diretoria ao iniciar a pré-temporada a 14 dias da estréia. São jogadores profissionais sim, que sabem jogar bola sim, mas que infelizmente não tiveram tempo de se condicionar fisicamente, que estão sem ritmo de jogo e que estão sem o minimo de entrosamento! Nós não podemos ser tão imediatistas e querer tudo funcionando as mil maravilhas logo no primeiro jogo! Agora que o nosso time foi goleado, não presta o treinador, não temos zaga, precisamos contratar laterais, meio campo e ataque também? Não, não pode ser assim. Vamos ter calma e esperar o próximo jogo, quinta-feira contra o Sousa, aí sim, se jogar ruim do mesmo jeito vou me preocupar tanto quanto a maioria de vocês.
    Palavras do Elenilson: ” Bola pra frente. O trabalho está só começando. Melhor a que a pior partida do ano seja a primeira e não a última. ST

  • H.ROMEU disse:

    Amigos tricolores,
    Eu protestei aqui neste espaço o fato de os jogadores se apresentarem somente em 2 de janeiro para iniciar os treinamentos, sabendo-se que o Nordestão começaria em 21 de janeiro. Esse Confiança, vem treinando desde o começo de dezembro passado. Será que eles são mais inteligentes que nós ou mais trabalhadores?
    Quer dizer que os perdedores que afundaram o Fortaleza no jogo do acesso ganharam de prêmio 2 meses de férias? É muita incompetência dessa Diretoria e Comissão Técnica. Esse timeco que jogou ontem é muitas vezes pior do que o do ano passado. Não tem nada, nem defesa, nem meio de campo e nem ataque. Por que o Vica insiste em jogar só com dois atacantes, se os laterais não apoiam e o meio de campo não chega? Que time ruim esse do Fortaleza. A defesa tem que mudar, todo o meio de campo substituído (exceção de Lucas) e aumentar a quantidade de atacantes. Jogadores desinteressados, desisitindo das jogadas. Horrível. Quinta-Feira teremos uma pedreira pela frente, o Sousa da Paraíba. Vejam a que ponto de desconfiança chegamos. Não dá para acreditar numa vitória contra o desconhecido Sousa. Sabemos apenas que ele empatou com o Sport Recife, logo não é qualquer Zé Mané. Cuidado Fortaleza, se perder para o Sousa pode considerar-se fora do Nordestão e começar a contar os prejuízos.

  • Tom Tricolor disse:

    Só espero que a decepção desse primeiro jogo, não se transforme em vaias desde o começo da partida contra o Souza. Se isso acontecer, haja desestabilização na equipe. Tô indo lá pra torcer…Sou Leão em qualquer situação!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezessete =