Blog do Leão

Uma vitória estressante

1126 8
O volante Lucas, sem estresse, fez o gol da vitória tricolor

O volante Lucas, sem estresse, fez o gol da vitória tricolor

Como uma vitória pode ser estressante? quem esteve no PV na noite desta segunda-feira sabe muito bem a resposta. Pra começar o gol incrível perdido pelo centroavante Jailson estressou logo a ele mesmo, pois durante todo o decorrer da partida ele, nitidamente nervoso, errou outras finalizações que não costuma errar. Esley foi outro que, mais uma vez ajudou a aumentar o nível do estresse. Expulso pelo segundo cartão amarelo, o volante deixou o time num sufoco durante praticamente todo o segundo tempo. De quebra, fez com que Hélio dos Anjos, para recompor a marcação, retirasse de campo o meia Carlos Magno que acabara de entrar. O volante Everton entrou no lugar do meia que saiu visivelmente…estressado.
E o ataque de nervos não parou por aí. Achando pouco, a arbitragem inverteu faltas, usou critérios diferentes de bola na mão e conseguiu estressar também o técnico Hélio dos Anjos, que acabou sendo excluído do banco de reservas.

Os três pontos valeram a liderança da competição ao Leão.
Já em casa, um suco de maracujá e um banho demorado foram os ingredientes para, com a cabeça no travesseiro, curtir a vitória mais estressante dos últimos tempos.

Fortaleza 1×0 Ferroviário
Data: 11 de março de 2013
Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza
Árbitro: Gleysto Gonçalves
Assistentes: Thiago Brígido e Carolina Romanholi
Renda: R$ 92.140,00
Público pagante: 8.085 (511 não pagantes). Público total: 8.596
Cartões amarelos: Lucas (FO), Fabrício (FO), Samir (FE), Fábio Souza (FE), Chico (FE)
Cartão vermelho: Esley (FO)
Gol: Lucas, aos 17min do 1º tempo

FORTALEZA: João Carlos; Luís Felipe, Fabrício, Gabriel e Marinho Donizete; Jackson, Esley, Lucas e João Henrique (Carlos Magno) (Everton); Jailson (Júlio Madureira) e Assisinho. Técnico: Hélio dos Anjos

FERROVIÁRIO: Fernando Júnior; Éverton, Fábio Souza (Chico), Cleilton e Samir (Cleiton); Vagno Pereira, Foguinho, Leandro (Felipe) e Diego; Giancarlo e Ted. Técnico: Gilson Maciel