Blog do Leão

Quixadá 0x0 Fortaleza – O princípio inicial do começo

391 22
O volante Correa viajou de última hora e foi titular

O volante Correa viajou de última hora e foi titular

Redundância: substantivo feminino. Qualidade do que é repetitivo e supérfluo.
Tipo assim: o volante que num campo ruim volta a bola pro zagueiro que toca de lado para o lateral que por sua vez inverte pro outro lateral e este recua pro goleiro aplicar um chutão fazendo a bola cair com o volante adversário que repete todo o processo.

Ora, bolas! se todo mundo decidiu redundar em Iguatu nesta quarta-feira, por que eu não poderia fazê-lo também? pois lá vai:

Amigos, vamos ter calma. O time que jogou a estreia passa longe de ser o que entrará em campo daqui a um mês, por exemplo. Pelo menos assim espero 🙁

Pelo pouco que deu pra aproveitar de bola rolando, vi que até nem estamos tão mal de zagueiros e volantes, Samuel será útil, a molecada da base também contribuirá, Laertes principalmente. Cássio? vou esperar jogar num campo pra não ser injusto. Analisar o centroavante na primeira partida num calçamento verde é crueldade. O fato lamentável e que infelizmente também está ficando redundante é ver o Romarinho se machucar, uma pena. Ah! E Hudson, esse pula que é pra não exagerar na redundância.

E por falar tanto em redundância, confesso que por pouco eu não repeti o título da estreia do comandante Nedo em 2012, também na primeira partida do estadual. Lembram?

ZZzzZZzzero a ZZzzZZzzero

Agora é pensar no São Benedito, domingo no PV. Claro que estaremos lá, reduntantemente 😉

 

 

Quixadá 0 x 0 Fortaleza

Local: estádio Agenorzão, em Iguatu

Data: 14/01/2014

Público pagante: 776
Renda: R$ 12.515,00

Cartões amarelos: Bruno Ocara (Q) e Adalberto (F).

Árbitro: Almeida Filho

Quixadá: Rafael; Jonas, Igor, Tony Belém e Elves; Gladstone, Dim, Bruno Ocara e Lequinha; Edson Cariús e Netinho. Técnico: Raimundinho

Fortaleza: Erivelton; Hudson, Lima, Genílson e Adalberto; Jefferson, Corrêa, Samuel e Bruno (Romarinho) (Laertes); Uilliam (Felipe Sertânia) e Cássio. Técnico: Nedo Xavier

 

22 Comentários

  • K. Nascimento disse:

    Repito: Como disse no posta anterior, não na mensagem anterior, não vislumbro qualidades no treinador Nedo Xavier à altura da grandiosidade do Fortaleza. Todavia, aguardemos os próximos jogos.

  • Carlos Cavalcante disse:

    É verdade Elenilson, o time não é esse, o campo é ruim, é início de temporada, blá, blá….

    Mas para serem banco de reservas e jogarem naquele nível, não é melhor nem terem contratado, penso que se preenchermos algumas posições do banco de reservas com o pessoal da base, lucraríamos nas duas frentes: melhor aproveitamento técnico e pagaríamos menos de salários também.

    Esse Hudson, não tem a mínima condição de fazer parte do elenco, um jogador que sai com bola e tudo pela linha de fundo estando sozinho é no mínimo brabo. Jeferson pra mim, não deveria nem ter vindo.

    Como disse, existem na base jogadores que podem dar muito mais retorno que os citados acima.

    Saudações tricolores!!

  • João Ximenes disse:

    Esse jogo só reforçou o que falava ontém:

    João Ximenes – 14 de janeiro de 2015 às 14:51
    “Sabemos que o time, em breve, não vai ser este. Os jogadores devem tá ciente disso, e vão querer mostrar serviço. Espero que consigam mostrar, mas sem precipitações, o que poderia ser muito ruin pra todos eles. Pra nós nem se fala.”

    ** Tentaram, mas só alguns(Adalberto, Genilson, Jefferson, Samuel e Cássio) me deixaram um pouquinho tranquilo quanto à aproveitamento.

    “Lembrando que independente do RESULTADO ao final, não vai dá pra tirar conclusões do que nos espera, pois é só o começo. Além do que, o time aí vai modificar bastante. Elogiar e/ou queimar esse ou aquele jogador agora, vai ser outra PRECIPITAÇÃO.”

    ** É isso! não dá pra fazer uma avaliação definitiva, pois é só o começo. Máximo tira-se uma IMPRESSÃO.

    “Precisamos enxergar: O COLETIVO e o EQUILÍBRIO.
    O que é muito cedo pra tal.”

    ** Na verdade seria IMPOSSÍVEL enxergar dois dos fundamentos do futebol numa primeira partida do ano.

    “FORTALEZA precisa mostrar que pode.
    FORTALEZA precisa acreditar que pode.”

    ** TENTARAM e conseguiram ACREDITAR.

    IMPRESSÃO não é avaliação:

    Erivelton: precisa trabalhar sério. Em dois lances parecia que tava brincando, deixando pra definir a sua defesa em cima da linha que marca o gol. Se leva um “escorrego” alí tamos f…;
    Hudson: FORTALEZA vai ter de achar uma brecha no regulamento pra entrar com mais 1, e deixar ele parado na linha de fundo só pra cruzar. Isso parece ele é bom. No resto…;
    Genilson: o mais regular. É titular;
    Adalberto: jogou o de sempre. É titular;
    Lima: NEDO vai ter de consertar o seu posicionamento. O cara joga a 2, 3 metros da última linha de defesa. Pegando um time com velocidade entrando pelo meio, os caras vão fazer a festa. Sei não viu. Olho nele;
    Jefferson: chega muito ao ataque. Pode ser muito útil;
    Correa: acho tava no sacrifício. É titular;
    Bruno: entrou no jogo ?
    Samuel: me lembrou a estreia do RIOS(morto na cueca) quando acertou aquele tirombaço. Mas parece ser 10 vezes melhor que o RIOS(morto na cueca). Espero não fique só nisso;
    Uillian: tá longe de ser a solução;
    Cássio: PARECE… EU disse “parece”, vai conseguir segurar as defesas adversárias. Aparece bem. Se mexe centralizado. Vai fazer bem a parede do ataque. Se souberem aproveitar isso, vai ser muito útil;
    Romarinho: É DE VIDRO É ?
    Laertes: daria mais oportunidades a ele. vai ajudar muito;
    Sertânia: EU em…

    Ê 2015 !!!!!

  • João Ximenes disse:

    Sobre aquele campo…
    ELENILSON foi gentil quando botou o VERDE naquilo “partida num calçamento verde é crueldade.”

    Aquilo parecia aquelas camadas de asfalto que colocam em cima do CALÇAMENTO pra ganharem votos em tempos de eleições. Colocam, e não tiram nem os bicos das pedras.

    COLISEU…
    Eu em !!!!!

    Também o time do Quixadá não tem moral mesmo.
    Entra ano sai ano e o campo deles nunca tá no ponto.
    O esporte “pelaquelas” bandas vai muito “MAL” obrigado.

    Ê 2015 !!!!

  • Franzé disse:

    Nedo Xavier repetiu sua estréia em 2012: 0 x 0 contra um time do interior. Espero que as coincidências parem por aí. Para a galera que vive pedindo jogadores da base, os ditos cujos tem que comer muito feijão com rapadura ainda, principalmente Romarinho canela (neste caso, coxa) de vidro e Uiliam. Vou dá um desconto por causa do campo horroroso, por causa do BID e por ser estréia, mas tem que melhorar muiiiiiiiito. Cássio não me engana, é aquilo dali mesmo, podem apostar. Hudson vai ser banco do Auremir. Correa é Guerreiro. Samuel não deu para avaliar direito, deixa jogar num gramado porque jogar num chiqueiro é cruel. Aguardemos.

  • VALTERLAN disse:

    Um verdadeiro peladão, mas inicio de temporada é isso e ainda mais com todos os desfalques isso foi relevante para baixa produtividade do time, vamos aguardar os próximos jogos.

  • DANILO disse:

    O Nedo Xavier já começou com sua retranca( 0 x 0 com o quixinha ) e suas desculpas; meu amigo, o campo é ruim para os dois lados. O Romarinho já se quebrou. Não tem preparador físico que preste no Fortaleza? ou é a vida extracampo do Romarinho. Não entendo. Só no Leão mesmo que acontecem essas coisas. Precisamos de um “matador” urgentemente, pois só esses chutões de fora da área feitos pelos meio-campistas não adianta. O Pio, nosso maior goleador é um médio-volante, e ontem ele estava de TPM.

  • Yuri Safadão disse:

    Temos que melhorar e muuuuuuiiiito. Se não quiser entregar a rapadura pro canal imundo, que com aqueles ratos na direção não vão deixar barato a perda do pentacampeonato. Ainda bem que o Cid já saiu, porque o leitãozinho perde um pouco do prestígio no governo, ai, ai .

  • K. Nascimento disse:

    Sempre disse aqui que o Chamuscanal não tinha cacife para treinar o Fortaleza. O nedo Xavier, com quase 70 anos e nunca ganhou nada. A exemplo do Camuscanal, o nedo adorar morrer na pria, depois de superar as ondas. o Fortaleza, detentor da maior Torcida, não era para ter um comandante técnico do nível sofrível do velho Nedo. A desculpa do cego é feira não prestar. Todo e qualquer jogador forasteiro rodado é alvo de muita paciência. Os formados na base não tem a paciência, exceto de poucos torcedores dotados de personalidade. Rapaz, o Romarinho mostrou mais serviço do que esse tal de Cássio indicado pelo Nedo Xavier. O Erivelto no gol e o Uilian e o Romarinho desde o primeiro tempo do jogo do Macaé poderia ter redundado no acesso. De que adfianta medalhão em final de carreira, descendo a ladeira como Marcelinho Paraíba e o perna de pau do Robert. Por isso, tenho como objeto a instituição Fortaleza e não vou alisar couro de jogador que não dará retorno ao clube e nem vou contemporizar com técnico vesgo, diretoria estrábica e teimosa.

  • Wellington disse:

    A atuação bisonha de ontem já era esperada, mais na minha opinião dá pra tirar as seguintes conclusões:
    1) Erivelton, como o Max Walef estão prontos, num futuro bem próximos nos darão muitas alegrias. 1) Hudson, não esteve bem, corre adoidado mais tem qualidades – precisa jogar pra pegar ritmo de jogo. 3) os 3 zagueiros estão bem é só questão de ajuste e posicionamento. 4) Bruno é um bom valor pra reserva. 5) Correia, Jefferson – Também é questão de tempo e ritmo de jogo, boas opções. 6) Samuel – aproveitável também. 7) Uilliam, Cássio e Romarinho – 3 bons reservas, precisamos de + 3 pro ataque. 8) Laertes – muito mal e frágil, por mim seria dispensado. Tem uma grande diferença do time do ano passado (do Chamusca) com o time atual. O Chamusca teve tempo e elenco pra realizar uma boa pré temporada., bem diferente do time atual. (vamos ser justos, devemos cobrar mais conscientes das dificuldades atuais.

  • eduardo alvesde melo disse:

    acho que o fortaleza perdeu o obvio o robert bestamente, quando valorizou um pouco,ele
    também se valorizou , agora está atraz de jogador acima de cinquenta mil, pra esta posição

  • Antonio de Oliveira sousa disse:

    Gostei do Samuel. Lembra muito o Guaru. É o que eu sempre defendi caro Carlos Cavalcante. Contrata uns quatro ou cinco caras bons de bola e completa com os da base que querem ajudar o time e o custo é muito baixo. Mas atualmente é assim, só é campeão se tiver uma folha salarial alta.

  • K. Nascimento disse:

    O Jefferson é da Várzea Queimada, Passagem Funda, em Aracoiaba, Ce. Também Nasci em Aracoiaba, no lugar Lagoa Verde, as uns 15 km da localidade Várzea Queimada. O Jefferson é é um volante moderno, canhoto, além de jogar de quarto zagueiro e lateral esquerdo. Se tiver as chances se firmará. Ontem, mostrou raça de a vontade de quem quer vencer mesmo. Concordo com o Antônio Oliveira, basta uns 5 ou 6 jogadores de nível e soma-os aos da base que dará certo. Não se deve repetir os erros do tipo Marcelinho Paraíba, Robert. Ao Fortaleza falta mesmo é um treinador à altura da sua grandeza, pois o Pici não é asilo e nem casa de caridade. Uma Torcida maravilhosa como a tricolor merece treinador de responsa e jogadores que corresponda como guerreiros.

  • FLÁVIO LEÃO disse:

    Huuuuuummmmmm, num sei não esse Nedo Xavier nunca me enganou. Mais um técnico que não gosta de atacar, e quando precisa não sabe. SE QUISEREM BONS RESULTADOS FAÇAM UM BOM TIME. COMEÇANDO DO TÉCNICO. A RECEITA É SIMPLES.

  • Antonio de Oliveira sousa disse:

    Tai caro Wellington, já eu gostei do Laerte. Comparando com o que os outros apresentaram, ele se saiu bem. A pesar do pouco tempo em campo, mostrou qualidade.
    Acho que com mais oportunidades, poderá render muito mais.

  • João Ximenes disse:

    O que já temos a disposição:

    Goleiros: Erivelton, Max Walef, Deola;
    Zagueiros: Max Oliveira, Genílson, Ebelardo, Lima, Adalberto;
    Laterais: Hudson, Radar, Sidnei, Nenen, Charles Miller, Alemão, Bruno, Auremir, Wanderson;
    Volantes: Correa, Jefferson, Pio, Stenio, Regis, Dudu Cearense;
    Meias: Laertes, Bebeto, Márcio Diogo, Samuel, Ewerton;
    Atacantes: Uilliam, Romarinho, Cássio, Lúcio Maranhão;

    33 ! Tá pouco ou quer mais ?
    Lembrando que quase a metade aí, são GAROTOS DA BASE, o que dá margem para a chegada de mais jogadores, segundo CARTILHA da maioria dos treinadores.
    E eles(treinadores) teem lá suas razões. Afinal é seu emprego que está em jogo também, e eles preferem jogadores com mais “rodagem”, “passados na casca do alho”, e também os seus “apadrinhados”, e que preferem chamar: “os de confiança”.
    Vai vir mais com certeza.
    Temos 4 competições a disputar, e precisamos ter jogadores a disposição sempre, principalmente, pra quando acontecer o que aconteceu com o ROMARINHO por exemplo – que no primeiro jogo já se machucou -, a gente ter peça de reposição.

    ALIÁS, o ideal não seria contratar PEÇAS DE REPOSIÇÃO. E sim, JOGADORES PRA SEREM TITULARES.
    Titularidade é continuidade; continuidade é encorpar um time de futebol, é “entrosamento”, é COLETIVO e REGULARIDADE. E é isso que faz o TIME DE FUTEBOL FORTE.

    Olhando pra relação acima mais profundamente, só da BASE temos: Erivelton, Max Walef, pro gol; Max, Ebelardo pra zaga; Sidnei, Nenen, Charles Miller, Alemão, Bruno pras laterais; Stenio pra volante; Laertes, Bebeto pro meio campo; Uillian, Romarinho(o de vidro) pro ataque.

    Notaram o “monte’ de LATERAIS no plantel(9) ? só aí, salvo engano, tem 5 da BASE.
    Né possível que vamos penar nessa posição mais um ano, quando tinhamos 2 pra cada lado, que era o mesmo que ter 1.
    De 9… SERÁ que escapam pelos 5 ?

    Deola, Auremir, Genilson, Max, Adalberto; Pio, Dudú, Correa, Ewerton, Samuel; Maranhão.

    QUE TAL por enquanto ?
    Enquanto não chegam mais jogadores qualificados e pra jogarem de cara ?
    E a GRANA como é que tá ?

    Ê 2015 !!!!

  • K. Nascimento disse:

    Gostei da lucidez do Flávio Leão. O seu Jorge tivesse começado com um treinador de responsabilidade a torcida estaria super entusiasmada. Porém seu Jorge preferiu desgaste com o chamusanal. Depois piorou com o velho Nedo, o qual com mais 65 anos nunca ganhou nada. Como é que esse treinador ignospatico vai se transformar em vencedor em mero passe mágica. Seu Jorge foi posto para fora pelo maior tricolor, qual seja, o Raimundo Delfino e após o expurgo do seu Jorge o Fortaleza com a pé as 2% de chance subiu em 2004 para série A devido o vigor do gigante RI.undo Delfimó, o qual foi traído na noite da comemoração pelo Silvjornal CARLOS e o Ribamar. Mesmo a assim o Delfino só deixou o Fortaleza o o descalabro do pupo do Ria, no caso Desidério.

  • Wellington disse:

    Antonio, pra você ver como opinião cada um tem a sua e temos que respeitar todas., mais a meu ver o Laertes é muito fraco, teve uma bola dividida na lateral que foi um lance bisonho, ele não teve forças nem pra disputar com o adversário. Já o Bruno lateral apesar do campo e ruim e falta de ritmo de jogo acho que tem futuro. Mais obrigado pelo comentário. Esse espaço é maravilhoso para externarmos nossas opiniões, e sempre acreditando que nosso time vai melhorar.

  • Benê Lima disse:

    Boa pela leveza, Elenilson. O Balacó tem razão. Mandou bem. Tão bem que concordar ou discordar é irrelevante.

  • Enio Lima disse:

    Galera alguém sabe a que pé está isso aqui , saiu hoje no blog do kmps no diário!!

    Osmar Baquit manda nota de esclarecimento ao Blog sobre dívida com a Arena Castelão
    Publicado em 16/01/2015 – 11:45 por Mário Kempes | 1 Comentário

    Categorias: Futebol Cearense
    Tweetar
    Enviar para o Kindle
    Ex-presidente do Fortaleza lamentou a exposição do clube (Foto: Divulgação)
    Ex-presidente do Fortaleza lamentou a exposição do clube (Foto: Divulgação)
    Em meio à polêmica causada pelo áudio vazado do representante do Fortaleza na Federação Cearense de Futebol, Demétrius Coelho, o ex-presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, enviou uma nota de esclarecimento sobre o episódio.

    Confira a nota na íntegra:

    Esclareço, inicialmente que o acordado com a Arena Castelão, trata-se de documento extraído do contrato de exclusividade, devidamente aprovado pelo Conselho Deliberativo, assinado com vencimento em 31/12/2014.

    A dívida não foi reconhecida, ela já existia por força do contrato de uso do equipamento. O primeiro fato gerador foi em 2013 na partida contra o Sampaio, que dividimos em 03(Três) sendo paga a primeira no jogo do Macaé. Como as duas subsequentes não foi possível pagar, em virtude da eliminação contra o Macaé, foram agregadas estas duas parcelas ao débito originado na partida do Macaé.

    O percentual de desconto não será de 100%(cem por cento). Foi feito um parcelamento, sem correção ou juros, descontando 5% (cinco por cento) sobre as rendas liquidas, acordado justamente para não inviabilizar o clube nas receitas futuras, devidamente discutida na última reunião do Conselho Deliberativo de 2014, que o diretor declarante não compareceu.

    A data do documento não foi assinado no dia 24/12, véspera de Natal, nem tem a assinatura do vice presidente Daniel Azevedo Frota. Desde o final da partida contra o Macaé estava acertado, sendo assinado no mês de dezembro devido as negociações desses descontos, justamente para preservar o Fortaleza.

    Deve-se salientar que a Arena Castelão foi parceira do Clube em 2014, inclusive repondo a verdade em relação aos danos causados ao equipamento, dias após a partida do Macaé , em seu site oficial , fato este que serviu de prova, a favor do Fortaleza, junto ao STJDF ,inclusive desautorizando o desejo do ex secretário, que gostaria de fazer sensacionalismo com o fato , de abrir a Arena para o fim de superestimar os ocorridos na Partida , evitando que nosso clube perdesse mando de campo na primeira instancia , ainda pendente de julgamento no Pleno do STJDF.

    Registre-se que todos os valores recebidos em ainda em 2014, foram utilizados para pagar débitos do clube, fato que proporcionou uma grande economia para o Fortaleza nos acordos com os atletas. Esquece o “experiente” diretor que a nova gestão recebeu o clube com todos os funcionários pagos, 13o, férias, fornecedores, FGTS, rescisões etc.

    Por fim lamento a exposição desnecessária do clube, por pessoas ligadas a atual administração, sendo demonstrando a inabilidade, inexperiência, infantilidade, atingindo a instituição e seus pares de diretoria, com o escopo de preservar sua vaidade, sem perceber que sua atitude poderá causar danos maiores ao Fortaleza, por sua imperícia e despreparo para o cargo.

    Osmar Baquit

    Tags: Daniel Frota, Demétrius Coelho, FCF, Fortaleza, Osmar Baquit, Presidente do Fortaleza
    Conversa vaza e dirigente do Fortaleza revela dívida de R$ 263 mil do clube com Castelão
    Publicado em 16/01/2015 – 8:50 por Mário Kempes | 25 Comentários

    Categorias: Futebol Cearense
    Tweetar
    Enviar para o Kindle
    escudo fortaleza

    Se não bastasse a dificuldade para manter as finanças do clube com as poucas receitas, o Fortaleza ainda padece com dívidas antigas.

    Em conversa vazada e que caiu nas redes sociais, o representante do Fortaleza na Federação Cearense de Futebol, Demétrius Coelho, revelou que o clube deve R$ 263 mil à Arena Castelão, devido às cadeiras quebradas nos jogos contra Sampaio Corrêa, em 2013, e Macaé, em 2014. Ambos pela Série C do Brasileiro.

    Se não bastasse a dívida, ainda de acordo com Demétrius, o Fortaleza vai ter que descontar 5% da renda liquida de seus jogos para pagar o débito com a Arena.

    Em contato com o Blog, Demétrius Coelho, admitiu a conversa e explicou o contexto sobre outras declarações.

    “Fui eu que falei, sim. Sou homem suficiente para admitir o que faço e o que falo. Havia dito isso em um grupo de amigos confiáveis no whatsapp, mas a pessoa que vazou já veio falar comigo e pediu perdão”, afirmou o representante do Fortaleza na FCF, que continuou.

    “Eu só queria frisar e ressaltar que é preciso pegar um contexto para as palavras que eu falei. Por exemplo: quando chamei que os nossos dirigentes são loucos, eu quis dizer que é uma loucura pegar o clube com tanta dívida e aceitar da forma como estão deixando para a gente. Quando falei cabaço, eu quis falar um alerta, porque há pessoas covardes e traíras no meio, que se mostram amigas, te dão a mão, mas que na verdade cometem esse tipo de coisa (vazar áudio)”, disse Demétrius, que já conversou com a atual diretoria e explicou o episódio.

    O Blog tentou contato com o ex-presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, e com o ex-vice-presidente Daniel Frota, mas as ligações não foram atendidas. O atual presidente, Jorge Mota, disse que ainda não tinha escutado o áudio da conversa e não poderia falar sobre o assunto.

    Confira o áudio na integra

    00:0000:00
    Por volta das 12h, desta sexta-feira, 16, o ex-presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, enviou nota ao Blog sobre a dívida com o Castelão e esclareceu o imbróglio.

    Tags: Baquit, Castelão, Daniel Frota, Fortaleza, Leão

  • Antonio de Oliveira sousa disse:

    Pensei que os kanalenses já teriam deixado o Fortaleza em paz. Negócio mais cabeludo! Que juros mais absurdos são estes? De 260 mil sobe pra 1 milhão e oitocentos?
    Valeu caro Wellington.
    UM ABRAÇO.

  • Franzé disse:

    De estranhar que o juiz que está envolvido neste imbróglio todo é um conhecido torcedor do time do mal. No minimo, devia se abster e passar a bola para outro. Tem caroço neste angu.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *