Blog do Leão

Fortaleza 3×1 Salgueiro – Dentro de novo

512 14
Anselmo voltou a marcar no Castelão

Anselmo voltou a marcar no Castelão. Foto: Deborah Cynthia

 

Caros tricolores, o bom futebol voltou. Foi só aparecer um jogo com clima de decisão e com aquela sensação de que se perder, tá fora. O time movido à pressão não desapontou os mais de 12 mil tricolores, foi pra cima do Salgueiro e abriu o placar no primeiro tempo; tomou um susto no início do segundo, mas oito minutos depois já estava na frente novamente.

O retorno de Everton ao time titular e a opção de Juninho para uma necessidade como a de ontem foram fundamentais neste reencontro com a vitória e o futebol objetivo. Mesmo com o susto do gol de empate, mais uma vez a equipe mostrou poder de reação, crescendo na dificuldade. Por falar em Juninho, é interessante como com a presença dele em campo, os gols do Anselmo reaparecem.

Falta só corrigir algumas falhas que acontecem mais por displicência, principalmente nos momentos em que estamos com a placar a nosso favor. Agora são dois jogos fora, Inter e ASA. Cada um com suas características próprias de competições e objetivos distintos.

Na Série C, fecharemos a rodada no G4 independente dos confrontos restantes. Na Copa do Brasil, o objetivo é sobreviver, quanto mais tempo, melhor. Então, vamos luta! é bom estar na luta, sempre!

Simbora, Leão!

 

Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Gol: Rodrigo Andrade aos 19min/1ºT, Anselmo aos 18min e Daniel Sobralense aos 21min/2ºT (Fortaleza); Cássio aos 9min/2ºT (Salgueiro)
Cartão Amarelo: Rodrigo Andrade e Daniel Sobralense (Fortaleza); Luciano, Toty, Moreilândia e Daniel (Salgueiro)

Público: 12.486 pagantes
Renda: R$ 99.358,00

FORTALEZA
Ricardo Berna; Felipe, Lima, Edimar e Wilian Simões (Railan); Juliano, Corrêa (Juninho), Daniel Sobralense, Rodrigo Andrade (Rosinei) e Éverton; Anselmo. Técnico: Marquinhos Santos.

SALGUEIRO
Luciano; Toty, Mauricio, Rogério e Daniel; Maicon (Dadá), Moreilândia (Marcos Tamandaré), Diego Aragão e Cássio; Álvaro e Wanderson (Piauí). Técnico: Evandro Guimarães.