Blog do Leão

Fortaleza 1×0 Sampaio Correa – Salve a seleção!

776 17

Gustavo marca de novo e dá a vitória ao Leão

 

 

Caros tricolores, vivendo um clima de expectativa que precede uma Copa do Mundo, o time tricolor entrou em campo com uma camisa amarela em homenagem a seleção canarinho. A gente não tinha o Tite na beira do campo, mas o nosso professor não está deixando a desejar. Rogério emplacou o 7 a 1 que todos gostaram: 7 vitórias e 1 empate.

O Sampaio Correa se defendeu o jogo todo com um baita ferrolho armado pelo treinador Roberto Fonseca. O time maranhense veio tão preocupado em segurar o jogo que a camisa do Boeck deve ter terminado a partida sequinha, sem um gota de suor.

A verdade é que com o volume de jogo tricolor que fazia a bola ter presença constante nas proximidades da meta adversária era notório que o gol sairia. No primeiro tempo foram duas bolas na trave, Gustavo e Dodô. Tinga e Bruno Melo agudos, Derley e Jean intransponíveis, Ligger e Jussani seguros. Faltava só que Edinho, Marlon, Dodô e Gustavo fizessem acontecer lá na frente.

E foi num lance de Edinho que Gustavo construiu o placar, que apesar de magro foi suficiente para fazer a alegria da torcida tricolor que neste sábado estava com uma pitada de verde-amarelo.

As entradas de Marcinho, Wilson e Igor deram boa sequência ao ímpeto tricolor. Isso só mostra que o elenco está ganhando corpo e confiança. Ainda tem muito chão pela frente, e agora faremos dois jogos seguidos fora de casa. Seria sensacional pontuar em ambos, mas não vamos dar passos maiores que as pernas. Tudo no seu tempo.

Simbora, Leão!

Ah! E Pra frente, Brasil!

 

 

 

Fortaleza 1 x 0 Sampaio Corrêa
Castelão
2/6/2018
Árbitro – Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes – Vinicius Melo de Lima (RN) e Jean Marcio dos Santos (RN)
Gols: Gustavo (22/2T)
Cartões: César Sampaio (S), Dodô (F), João Paulo (S), Diego Jussani (F), Maracás (S)
Público: 39.463 pagantes
Renda: R$ 603.620,00
Fortaleza
Marcelo Boeck, Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Derley, Jean Patrick (Igor Henrique), Dodô; Edinho, Marlon (Marcinho) e Gustavo (Wilson). Técnico: Rogério Ceni
Sampaio Corrêa
Andrey, Bruno Moura, Joécio, Maracás e Kayke; César Sampaio, Silva (Rodrigo Fumaça), João Paulo, Fernando Sobral e Bruninho (Danielzinho); Carlão (Alexandro). Técnico: Roberto Fonseca