Blog do Leão

Fortaleza 2×1 Athletico – Thrês Ponthos!

1662 14

Leão joga bem e vence o Athletico no Castelão. Foto: Reprodução/Fortaleza EC

 

Caros tricolores, que importante vitória! O professor manteve o esquema ofensivo e já começou a partida sufocando o campeão sulamericano. Logo aos  dois minutos, Edinho já abria o placar. Isso fez o Furacão sair pro ataque e dar mais chances aos contra ataques rápidos de Edinho, Marcinho e Júnior Santos.

Porém, na metade do primeiro tempo, um escanteio adversário encontrou a solitária e nada incomodada cabeça do zagueiro Léo Pereira que mandou no ângulo de Felipe Alves. O gol esfriou um pouco o clima de euforia e fomos pro intervalo com o empate no marcador.

Rogério tinha, no banco, Osvaldo que estava sendo poupado, e soube a hora certa de utilizar o atacante para ganhar a partida. Numa jogada individual pela ponta, Osvaldo deixou Wellington Paulista, que também veio do banco de reservas, na cara do gol para enfim a torcida tricolor comemorar um gol do WP99.

Com o placar construído, Rogério colocou Marlon em campo para reforçar o poder de marcação e assim garantir a primeira vitória tricolor no Brasileirão.

São os três primeiros pontos na dura caminhada da Série A. Esperamos que de muitos outros…

Avanthe, Leão!!

 

 

 

 

FORTALEZA 2 x 1 ATHLETICO-PR

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Gols: Edinho, a 1, e Léo Pereira, aos 21 minutos do primeiro tempo. Wellington Paulista, aos 30 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Araruna e Edinho (Fortaleza); Jonathan, Thiago Heleno e Léo Pereira (Athletico-PR).

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE).

Renda: R$ 128.583,00.

Público: 20.140 pagantes (20.578 no total).

 

Fortaleza

Felipe Alves; Araruna, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Gabriel Dias, Paulo Roberto e Edinho; Marcinho (Marlon), Júnior Santos (Osvaldo) e Kieza (Wellington Paulista). Técnico: Rogério Ceni.

Athletico-PR

Santos; Jonathan (Brian Romero), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Tomás Andrade (Marcelo Cirino); Nikão (Vitinho), Marco Ruben e Rony. Técnico: Tiago Nunes.

 

14 Comentários

  • Carlos Cavalcante disse:

    Ontem vencemos uma das equipes mais difíceis do campeonato, não é a toa que é o atual campeão sul-americano, lidera sua chave na libertadores, onde passou o trator no poderoso Boca Jrs. Além do que, utiliza o período todo do campeonato paranaense treinando e aperfeiçoando a parte física e técnica (no manjadinho de lá eles usam os aspirantes com os jogadores da base), com tudo isso, me contentaria mesmo com um empate.

    RC está tirando o máximo de cada atleta, o time já o vejo jogando no limite da parte física e técnica tb. Cabe a diretoria, trazer mais peças para a ajudar o professor, pq se já estávamos com elenco limitado, jogando nesse nível de no limite como estamos jogando, daqui a pouco vai estourar jogadores importantes.

    Vitória importantíssima.

    ST.

  • Sérgio Filho disse:

    Boa vitória! Dentro de uma Série A, onde quase todo time tem um orçamento e um elenco superior ao nosso, a postura de jogo tem que ser essa: se compactar e sempre contra-atacar em alta velocidade.

    No entanto, mesmo com a vitória, eu reafirmo que esse modelo de jogo proposto por Rogério Ceni precisa ser reavaliado. Além de precisarmos de um meia cerebral para abastecer os pontas e o centroavante (não temos essa peça), fica um buraco no meio campo, pois os volantes de lá marcam com os olhos. Araruna até que deu uma maior consistência defensiva, porém, como o Felipe é o titular absoluto da posição, e nosso treinador morre de amores pelo tal de Paulo Roberto, o meia fica com um buraco, além de deixar a zaga desprotegida. E jogar desta maneira, em uma Série A, enfrentando equipes do quilate de um Grêmio, Internacional, Flamengo, Cruzeiro, Santos e por aí vai, é tática de suicida. Um exemplo foi o jogo diante do Palmeiras.

    Falando do jogo, gostei do Edinho (melhor do time), do Araruna e da dupla de zaga. Os zagueiros até deram uma bobeada no lance do gol do time adversário, mas achei que a altura (estatura) dos atletas dos dois times foi o fator primordial para o desfecho daquele lance.

    Por fim, espero que essas contratações encantadas cheguem logo e venham para suprir carências e aumentar o leque de opções do treinador, pois olhar pro banco de reservas, e ver que um jogador de Série C, como o Marlon, entrou numa partida diante do atual campeão da Sul-americana, é medonho e assustador.

    Próxima parada: Rio de Janeiro, estádio Nilton Santos (Engenhão), contra o Botafogo. Jogo para pontuar. O Botafogo, assim como seus rivais cariocas (Fluminense e Vasco da Gama), de grande só tem o nome, e serão concorrentes diretos nosso na luta contra o descenso. Se quisermos terminar o campeonato sem sustos e sem passar sufoco, esse é (será) um jogo para buscar a vitória e jogar de igual pra igual.

    Saudações Vermelhas, Azuis e Brancas !!!

  • João Ximenes disse:

    Do jogo em si, PREFIRO apenas dizer que foi pra lavar a alma, porque vínhamos de uma derrota de 4, e encaramos um adversário que vai brigar pelas cabeças da tabela e vinha de uma vitória também de 4.

    Azona é assim mesmo: LEÃO DE AÇO venceu quem tinha metido 4(Athlético-PR); antes tinha perdido de 4 prum Palmeiras que só empatou com Csa que tinha levado 4 Deles LÁ(os daqui); que apanhou de 1 pra quem tinha levado 3(Cruzeiro) e por aí vai.

    LEÃO DE AÇO fez o que se espera dele quando jogar dentro de casa: VENCEU.
    Vencer os jogos em casa vai ser meio caminho pra brigar por algo dentro da competição, além daquele pensamento PEQUENÊS de só permanecer já tá bom.
    #BOM É UMA OVA !

    # Azona pra MIM, é o seguinte: “Pensar em ser CAMPEÃO fica-se mais perto de Libertadores; Pensar em LIBERTADORES, chega-se mais perto de uma Sul-Americana; Pensar em SUL-AMERICANA é ficar mais longe dos 4 que vão destruir seu sonho; Pensar em PERMANECER é ficar com o pé ATOLADO na zona maldita, ARQUEJANDO, só esperando o pior”.
    EU.

    – LEÃO DE AÇO foi cirúrgico quando CONSEGUIU meter um gol logo de cara(Edinho).
    – Athlético-PR, – campeão Sul-Americano e líder na Libertadores – foi nojento e não desistiu até conseguir o empate(pra variar bola alçada na nossa área).
    – Aí, só mesmo o FUTEBOL pra premiar a quem até aqui(11 jogos) não havia feito quase nada – além de só marcar no jogo: WELLINGTON PAULISTA tirou o dedo.
    Ainda tá pouco pra quem QUER e DEVE ao TORCEDOR.

    CENI, “de novo” meteu 4 atacantes, mas desta vez fez pior… trocou OSWALDO por MARCINHO.
    # Devia tá melado(Edinho, Marcinho, Kieza, Júnior Santos).
    Aliás, KIEZA e MARCINHO eram 2 a menos em tudo aquilo que o professor apregoa: RECOMPOR A MARCAÇÃO.

    REPITO: de nada vai adiantar Ceni cismar de escalar 4 homens de frente, se os mesmos se posicionam sempre atrás da linha da bola marcando. ELES FICAM A 3 KM DE DISTÂNCIA DA ÁREA ADVERSÁRIA(recuperou a bola, uma hora vai faltar perna na hora da conclusão, e tome cornetada).

    Por outro lado ACERTOU quando meteu GABRIEL DIAS no Tinga na lateral e ARARUNA na volância, principalmente se não poderia contar com FELIPE.

    – FELIPE ALVES; GABRIEL DIAS, QUINTERO, ROGER CARVALHO, CARLINHOS(prefiro o Bruno Melo).
    – PAULO ROBERTO(não consigo confiar nele) e ARARUNA é muito pouco pra fechar(ainda bem que Araruna e Gabriel se revezam nas posições – volância/lateral – e sempre vai dar pra um respirar um pouco).
    – AQUI é que o bicho pega: EDINHO, JÚNIOR SANTOS, MARCINHO, KIEZA.
    # Não ME conformo com essa insistência do Ceni em colocar 4 homens de frente, porque DESGASTA demais os dois únicos volantes, enquanto que os 4 da frente ficam muito longe da área adversária.
    # NINGUÉM VAI CONSEGUIR ME CONVENCER DISSO. Nem o professor.

    VITÓRIA é o que IMPORTA nessa hora, e isso LEÃO DE AÇO e o professor nos proporcionaram essa alegria e alívio.

    Botafogo-RJ é o próximo, mesmo sendo no Engenhão… e é outro jogo pra morder.
    Só ESPERO que desta vez , Ceni reveja esse negócio dos 4 homens de frente e dê logo o EQUILÍBRIO necessário pra equipe com num mínimo um 4-3-3.

    Primeiros pontos em uma Azona depois de vários anos a gente nunca esquece.
    2 jogos 3 pontos = 1 vitória; 1 derrota.

    LEMBRANDO que Azona vai ser paralisada entre os dias 14 de junho e 7 de julho para a realização da Copa América. Até lá, LEÃO DE AÇO se atraca com: Botafogo, São Paulo, Chapecoense, Vasco, Flamengo, Grêmio e Cruzeiro.
    4 desses vão brigar nas cabeças(São Paulo, Flamengo, Grêmio, Cruzeiro), enquanto que Botafogo, Chapecoense e Vasco pode ser jogos pra morder.

    #Vai depender muito do que o professor CENI pensa em fazer em termos de ESCALAÇÃO do time(4 atacantes/volantes ninguém merece).

    Valeu ELENILSON ! as escalações a cada jogo é muito importante pra GENTE sentir e ver se REALMENTE o professor Ceni tá tentando melhorar a coisa.

    VAMO PRO PAU que tá só começando !!!!!

  • Antonio de Oliveira Sousa disse:

    Nossa zaga é boa. Vejam que aquele tal Marcos Rubem é muito perigoso, e nossos zagueiros conseguiram anular.
    Se tivéssemos tido esta mesma postura contra o Palmeiras, não teríamos tomado quatro lá.

  • XAVIER disse:

    Vocês repararam que o lance do Oswaldo para o gol da vitória de ontem foi um verdadeiro replay do gol do título contra o kanal? O mesmo drible, o mesmo cruzamento rasteiro no 1º pau. A diferença foi que a bola não encontrou um pé e sim uma canela, a canela do WP. WP merecia um gol, mesmo que de canela, pois, apesar de vir atuando abaixo de seu potencial, é um batalhador dentro de campo. Como dizia o filósofo do futebol, Gentil Cardoso, “não existe gol feio; o feio é não fazer gol”. FEC precisa melhorar o preparo físico de muitos jogadores: Araruna, Gabriel Dias e Oswaldo estão muito abaixo fisicamente em relação aos demais. Nosso goleiro gosta de viver perigosamente. Aquela troca de passes perto da área é jogada arriscadíssima e deve ser evitada. Acho que esse recurso está sendo usado pelo goleiro devido à falta de um articulador, de um organizador do meio de campo, a quem caberia receber a bola da defesa e armar jogadas para o ataque. Temos esse jogador no elenco, Dodô, que poderia numa sequência de jogos desempenhar esse papel. Fazer nosso dever de casa. isto é, vencer e aqui ou acolá beliscar pontos fora é a receita certa para uma boa colocação na tabela do brasileirão.ST

  • Hilton Holanda disse:

    Importante foi termos vencido. Falta um meia armador? Sim. Falta mais um zagueiro? Sim. Falta um volante pegador? Sim. Mas, em compensacao, temos Edinho e Oswaldo ( quem tem pontas assim?), temos um treinador corajoso, muita garra e uma torcida sensacional. De resto, vamos levando, afinal a Serie A e para poucos mesmo.

  • Robson disse:

    O nobre Carlos Cavalcanti fez um resumo perfeito dos itens que eu pensei em destacar nesse espaço:

    1-A importância da primeira vitória no campeonato.
    2-A qualificação do rival que é nada mais nada menos que o atual campeão da Sul-Americana.
    3-A gritante carência do elenco tricolor

    Diante da completude do comentário, não me resta muito a dizer a não ser que “acompanho integralmente o relator”.

    Saudações Campeãs !
    Saudações Tricolores “

  • Valcelí disse:

    Meu time seria:
    Felipe Alves
    Tinga, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos.
    Felipe, Juninho,e Dodô.
    Edinho, W. Paulista e Osvaldo.
    Tem que marcar a saída de bola do adversário mais cima um pouco, no meio de campo, dá muito espaço para o oponente. coragem, Ceni.
    Jogando em casa, partir pra cima, jogando fora, trancadinho esperando a oportunidade pra dá o bote.

  • FABIANO disse:

    EXCELENTE VITÓRIA DO LEÃO DE AÇO!
    APESAR DA TEIMOSIA DO ROGÉRIO CENI COLOCANDO PAULO ROBERTO E CARLINHOS LOGO DE SAÍDA, COM A VULNERABILIDADE DESSES ATLETAS QUE PERDEM BOLAS FÁCEIS E NÃO SABEM CHUTAR A GOL.
    NÓS PRECISAMOS MAIS TREINOS DE COBERTURA E DE CONTRA-ATAQUES.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  • Davi disse:

    Boa vitória, principalmente tratando-se de uma equipe qualificada e que, provavelmente, brigará por uma posição entre os seis primeiros colocados.
    Resultado importante para início de série a.
    Agora, é preciso manter o foco e conquistar uma sequência de resultados favoráveis, para que possamos acumular o maior número de pontos possíveis.
    Entretanto, é notável a deficiência em alguns setores do time.
    Precisamos, urgentemente, de um bom meia que possa organizar o time.
    No domingo teremos um adversário dificílimo, e é imprescindível que o time se mantenha focado e motivado.
    Saudações Tricolores!

  • F. Sales disse:

    Belíssima vitória do Leão, que foi boa em vários sentidos, especialmente no que se refere ao fator psicológico…

    Todo o jogo é pra ser assim: tentar fazer logo gol no começo do jogoe deixar o adversário abalado e ir pra cima, propiciando o que temos de mais positivo, que são os contra ataques…

    Contra o Botafogo, creio que o RC vai colocar time misto e deixar as peças importantes treinando aqui, para jogo da semi final contra o S. Cruz, dia 09 de maio (dia do meu niver e vou ganhar um presente: a vitória) pra não fazer uma viagem desgastante, pois atualmente está havendo muita alteração de horários de voos e isso atrapalha muito o preparo físico dos atletas…

  • Lucas Leão disse:

    O Fortaleza jogou bem e mereceu ganhar o jogo. Mas fora de casa o Ceni não pode escalar o time com apenas dois no meio de campo, sem poder nem fazerem cobertura dos laterais, que por correrem demais ficam exaustos logo cedo, ou será por deficiência mesmo?
    Domingo o jogo é fora de casa, contra o botafogo. Espero que o Leão do Pici vença!
    Força, União, Raça e Vitória!

  • Chicão disse:

    Vitória importante para dar moral ao grupo!Tenho certeza que o nervosismo da estreia já passou e contra o Botafogo faremos uma grande partida e quem sabe conquistaremos mais três pontos.
    Na minha opinião o FEC tem que jogar contra o Santa Cruz com o time titular pois se passarmos estaremos na final da Copa do Nordeste,que além de ser um título importante para o nosso clube,também teremos a vantagem de entrar direto nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020.
    Saudações Tricolores!

  • João Ximenes disse:

    Botafogo-RJ virou ontem pra cima do Bahia(3×2), depois de sair perdendo de 1 logo aos 5 minutos de jogo.

    Botafogo joga no 4-3-3: Gatito Fernandes; Marcinho, Joel Carli, Gabriel, Gilson; Gustavo Bochecha; João Paulo, Cícero; Erick, Diego Souza; Rodrigo Pimpão. Técnico Eduardo Barroca(?).

    CENI precisa entender que jogos FORA DE CASA, mínimo que deve fazer é EQUILIBRAR a partida no sistema de jogar, pra almejar algo na competição.
    #Botafogo-RJ joga no 4-3-3, então mete LEÃO DE AÇO no 4-3-3 também.

    ##Contra Palmeiras o recado já foi dado: ENTROU COM 4 HOMENS DE FRENTE com DOIS VOLANTES e sofreu o que sofreu na estréia(4×0).

    – Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho, Bruno Melo; Felipe, Araruna, Dodô; Oswaldo, Edinho, Kieza.
    # dá um descanso pro JÚNIOR SANTOS que já tá meio “atabaloado” até pra dominar uma bola, e mete Bruno Melo, Dodô e Kieza pra pegarem ritmo de jogo.

    Dá sim, pra encarar esse Botafogo pau a pau dentro do Engenhão.
    Agora, o professor PRECISA entender que Azona é uma competição DIFÍCIL pra cacete, e que, principalmente nos jogos FORA, a equipe precisa fazer o que maioria dos profissionais apregoam por aí: DEFENDE-SE COMO PEQUENO E ATACAR COMO GRANDE.
    # saber ele sabe e até já se manifestou sobre o assunto, quando enche a bola da maioria das outras equipes e admite brigar por permanência.

    Então, que o professor não SE CONTRADIGA no seu próprio pensamento e procure EQUILIBRAR a coisa.

    VAMO PRO PAU porque tá só começando !!!!!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.