Blog do Leão

Athlético 4×1 Fortaleza – Athropelo

358 7

Leão joga mal e perde na Arena da Baixada. Foto: Joka Madruga

 

 

Caros tricolores, uma fria quinta-feira curitibana para ser esquecida. Um jogo em que a posse de bola nem deve ter chegado perto dos 30 por cento, chances de gols inexistiram, deficiência tática e física gritante e vontade de vencer nula. Foram estes os ingredientes de uma jornada pra lá de lamentável.

Jogar contra o Athlético no seu estádio e chamá-lo para permanecer dentro do nosso campo de defesa é uma afronta ao setembro amarelo. Este foi o quarto jogo do ano entre as duas equipes e o único que não foi disputado palmo a palmo. A tática suicida de se defender o tempo todo só podia terminar como terminou.

As entradas de Marlon, Araruna e Nathan de nada adiantaram. Talvez até pioraram o que já era ruim.

Desde a derrota para o Grêmio em Caxias que não perdíamos fora do estado, e esses pontinhos fora de casa são os que ainda nos alentam na tabela. Mas agora a derrota aconteceu com requinte de crueldade.

Atitudes devem ser tomadas rapidamente. Segunda teremos um jogo que se tornou final de Copa do Mundo.

 

Sem thraumas. Vamos na fé !

 

Veja aqui os “melhores” momentos da partida:

https://www.youtube.com/watch?v=BfBgkGAzl28

7 Comentários

  • Sérgio Filho disse:

    Sem sombra de dúvidas, o pior jogo do Fortaleza neste campeonato. Conseguiu superar a estreia frente ao Palmeiras.

    Impressionante como o time regrediu na mão do Zé Ricardo. Com o Ceni (um cidadão que eu não sou e nunca fui fã), a coisa estava ruim, agora está pior ainda. Com ele, tínhamos um estilo de jogo, os zagueiros tentavam sair jogando, enquanto hoje só fazem rifar a bola, ficam dando chutão pra onde o nariz está apontando, além de não ter uma jogada trabalhada. O time do Zé Ricardo é um bando em campo.

    No primeiro tempo, achamos o gol naquela cobrança de pênalti, depois paramos de jogar. Nem incomodávamos mais o adversário. Nas oportunidades que tínhamos de atacar, os zagueiros bicavam pra frente, os volantes não conseguiam fazer a bola chegar ao ataque, o centroavante não conseguia dominar uma bola, além dos laterais fraquíssimos na marcação, e inexistentes no apoio.

    Já no segundo tempo, nem posso falar de muita coisa, pois desisti de ver o jogo quando o entregador de camisas colocou a aberração Marlon em campo. Depois disso, desliguei a TV e fui dormir. Nem sei o que aconteceu depois, assim como não vi o quarto gol.

    Eu queria saber, sinceramente, o que se passa na cabeça de um treinador ao ver seu time perdendo e sem sequer ameaçar o adversário, olhar para o banco de reservas e achar que um jogador de Série C feito o Marlon (sendo ameno com ele), vai mudar a história do jogo. Queria muito entender, de verdade. O cara tem Edinho, Osvaldo, Matheus Alessandro e Mariano Vázquez como opções, ainda mais em um gramado sintético como esse do Athletico, onde a bola corre mais que o normal, mas coloca um inútil como o Marlon. Um “técnico” que faz isso, deveria ser demitido por justa causa na mesma hora.

    Que o time/elenco tem suas limitações técnicas, isso não é novidade para ninguém e todos falam sobre isso desde o início do ano. No entanto, poderia render mais do que vai apresentando nas últimas partidas. Falta jogador, assim como falta treinador. O lamentável é ver que temos uma linha de defesa pior que chute na canela, para não dizer em outro lugar.

    Os zagueiros, com exceção do Jackson, são lentos e fracos. Os laterais, esses são uma lástima. Na direita, temos somente o Tinga (outro jogador de Série C), onde, por diversas vezes nesta temporada, chegou a perder a posição para um volante improvisado. Na esquerda, temos dois que se forem somados, não dá um. Quando joga Bruno Melo, sentimos falta do Carlinhos. Quando joga o Carlinhos, sentimos falta do Bruno Melo.

    Depois, o fraco Quintero se contunde, e quem entra do banco para substituí-lo? Isso mesmo, o “craque”, o “gênio”, o “fantástico”, o “espetacular” Nathan. É rir para não chorar, amigos.

    Depois da queda do Ceni lá do time mineiro, e do fato da torcida está quase intimando o Zé Ricardo a sair, não duvido nada ele (Ceni) aparecer aqui novamente. Se isso acontecer, será a demonstração da falta de respeito da diretoria para com a torcida e, mais ainda, para com a instituição.

    Saudações Vermelhas, Azuis e Brancas !!!

  • XAVIER disse:

    Saudades da série B, lá eu era feliz e não sabia; lá eu mandava e desmandava e era campeão. Aqui na A sou um égua a mais e apanho até não querer mais. Tomara que esse martírio termine logo para eu voltar para minha querida série B. Confirmado: Fortaleza, torcida de série A, diretoria e time de série C. Pura verdade: diretoria e time têm espírito de série C, pensam pequeno, não vão a lugar algum, aliás, vão despencar para a série B e de lá, se continuarem, levarão o velho FEC de volta à famigerada C para mais um longo período de 7 anos, até aparecer mais um salvador da pátria. Meus amigos, não falarei de futebol porque não vi futebol na atuação de ontem do outrora velho Tricolor de Aço do Pici. Ontem foi uma pasmaceira generalizada. O time do Paraná parecia jogar com 20 e o FEC com apenas 5, tamanha era a diferença de vontade e de futebol entre as duas equipes. O Atlético com força total, imprimindo ritmo veloz, preenchendo todos os espaços do campo e fazendo do ex-Tricolor de Aço um timeco de amadores. O Atlético, se quisesse, teria feito de 10 a 12 gols no coitado do Fortaleza que é um time que só tem capacidade de fazer 1 gol por partida. Se o adversário for ruim ele consegue ganhar de 1×0; se for bom, como o Atlético PR, ele terminará por levar sonora goleada de 5, 6 ou 7×1. Lamentável sob todos os aspectos. Estamos arrumando as malas para a série B, de onde não deveríamos ter saído tão rapidamente. Conforme eu já dissera antes neste mesmo espaço, o FEC era para ter amadurecido uns 2 ou 3 anos na B e depois de conseguir espírito de série A, partir pra ela com todo gás para ficar definitivamente. Haverá mudança de treinador mas o efeito será pequeno ou nenhum, porque o que teremos de mudar é o espírito pequeno que domina todos hoje lá no meu querido Pici. Teremos que contratar o “espírito de série A” que só virá com mudança de mentalidade dos dirigentes, passando a enxergar a instituição Fortaleza Esporte Clube como uma grandeza e uma riqueza, como diz sempre o grande Sheik Emanuel Magalhães. ST

  • João Ximenes disse:

    Athlético-PR 4×1 LEÃO de Aço ?

    Falar o que ?!
    LEÃO de Aço levou uma “lapingonchada” sem perdão, mesmo, pelo menos, ter entrado certo no jogo: com um MEIA meia(Vargas) que foi bem até sentir câimbras e sair da partida.
    No resto, o time foi o mesmo: BOECK totalmente sem ritmo e “zânôi”; TINGA permaneceu na lateral enquanto GABRIEL DIAS, de novo, foi volante(?); CARLINHOS com suas limitações abismáticas; ROMARINHO esforçado(foi quem conseguiu lampejar ainda); e FELIPE PIRES que estava em campo só mesmo pra completar os 11 previstos em regulamento.
    # Entraram ainda: NATAN forçado devido a contusão do QUINTERO(que não é de ferro e ia acabar sentindo); ARARUNA no Vargas com câimbras, e MARLON no FELIPE PIRES entraram e fizeram o seu papel.

    Não bastasse as limitações com os 11 que entram, quando PRECISA substituir, fica ESCANCARADO mais ainda a deficiência(fragilidade) do LEÃO de Aço.
    Presidente paz disse que “NÃO FOI ELEITO PRA FAZER LOUCURAS”.
    Então… É SE CONFORMAR E APRENDER A COINVIVER COM ISSO, Até porque ENCERRA-SE hoje prazo pra C O N T R A T A Ç Õ E S.
    ## presidente ADOROU e jamais vai esquecer essa data.

    E pensar que CENI com um plantel daquele(envelhecido mas poderia muito bem tirar muito daqueles jogadores ainda) perdeu o emprego no Cruzeiro, porque entrou em atrito com o seu camisa 10(Thiago Neves); foi questionado por DEDÉ e outros, mas, é ele quem manda. Viciou-se com a sua condição por aqui e; CUCA no São Paulo por falar que as chegadas de DANIEL ALVES e JUANFRAN desequilibrou e atrapalhou o time dele(o cara ser atrapalhado por ter o melhor lateral do mundo, mesmo esse jogando de meia); e por fim, OSWALDO DE OLIVEIRA, também, ontem, por ir as vias de fato de xingamentos “téte a téte” com o seu 10(Ganso).

    E NÓS(torcedor) aqui, ainda reclamamos do nosso LEÃO de Aço.

    Jogo pra esquecer e já pensar no Botafogo, que vai ser o primeiro da lista dos possíveis Z’zões do mal, começar a luta, e VENCER.
    LISTA dos “possíveis” Z’zões tá dividida com os intermediários da tabela até com Sul-Americana, e daqui, vai sair os que caem com certeza.
    Sendo mais otimista, VOU meter aí mais uma equipe que ainda não alcançaram os 30 pontos e de repente podem vir a aumentar a MARGEM de pontuação ao final: Atlético-MG(10º), que tem 27 pontos, mesma pontuação do Botafogo que é o 11º.

    • (10) Atlético-MG, 27 pontos;
    • Botafogo, 27 pontos:
    • Goiás, 27 pontos;
    • Vasco, 24 pontos;
    • Eles LÁ(os daqui), 23 pontos;
    • LEÃO de Aço, 22 pontos;
    • Fluminense, 19 pontos;
    *Cruzeiro, 19 pontos;
    • Csa, 19 pontos;
    • Avaí, 16 pontos.
    • (20º) Chapecoense, 14 pontos;

    AINDA tem mais da metade das equipes e metade do campeonato, só que LEÃO de Aço, pra melhorar a sua situação na tabela, vai ter, de pelo menos, ganhar de todas essas equipes da referida lista:
    – Botafogo dia 30/09; Chapecoense dia 09/10; Vasco dia 13; Cruzeiro dia 27; Avaí dia 30; Eles LÁ(os daqui) dia 10/11; Csa dia 17; Goiás dia 01/12; Fluminense dia 04.

    Se liga LEÃO de Aço !!!!!

    Ah!
    ZÉ(Ricardo) não aguentou e já ESTOU ouvindo uma voz tenebroza dizendo: “EU VOU VOLTAR !

  • Chicão disse:

    Caro Sérgio,o Ceni está de volta!!Eu respeito a sua opinião,porém que deveria assumir o comando técnico do Leão do Pici?Outro entregador de camisas igual a esse Zé?É fato que o RC não era pra ter nos trocado pelo Cruzeiro,todavia o presidente nunca demonstrou ter ficado com raiva por causa disso,pelo menos não publicamente.Além disso o FEC não tem dinheiro para contratar um técnico top, o RC já conhece o elenco e tanto a diretoria quanto os jogadores confiam no cara!Espero que dê certo e o Ceni consiga livrar o Fortaleza do rebaixamento!!Saudações Tricolores!!

  • Antonio de Oliveira Sousa disse:

    Quem manda nos times, não são os treinadores,e sim, os jogadores. Mas quem cai? Dificilmente um presidente. Só sobra para os treinadores.
    A diferença do Carlinhos para o Bruno, é que o Bruno maraca melhor. O Carlinhos apoia melhor, mas não marca nem sua sombra. É um passeio.

  • carlos disse:

    O presidente do fortaleza poderia fazer uma proposta para o a Vágner Mancini, porque Rogério não vdar mais, passou.

  • carlos disse:

    A zaga do fortaleza tem que ser com três zagueiros quinteto Jackson e Paulão, na direita ou araruna na esquerda Carlinhos vargas Felipe Juninho wp9 e edinho.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 4 =