Blog do Vozão

Fortaleza 1×1 Ceará – Ainda não foi dessa vez

187 6

Cléber marcou o gol do Vozão na partida (Foto: Felipe Santos/Cearasc.com)

No quarto Clássico-Rei da temporada, ainda não foi dessa vez que o Vozão conseguiu sair vencedor, e pelo futebol apresentando o empate acabou não sendo ruim. 

Time teve vinte minutos de um futebol considerável, dez deles no primeiro tempo e 10 no segundo. De resto o que se viu foi um time se propondo apenas a se defender e a jogar no erro do adversário.

Muito pouco para o que se espera do time. Por isso o empate acabou sendo um bom resultado.

Além do pouco futebol que o time “titular” vem jogando, o que chamou atenção foi a postura durante boa parte do 2° tempo, quando o time não conseguia sair do seu campo de defesa, sendo que e em algumas oportunidades ficou preso dentro da sua área, dando a impressão de estar pregado.

Talvez tenha sido só impressão minha, mas o time considerado titular quanto mais descansa, mais deixa a desejar.

De animador só a atuação do menino João Victor, que tem se mostrado abusado e arisco dentro de campo, e Sobral começando a recuperando seu bom futebol, sem esquecer de registrar a regularidade de Bruno Pacheco.

A tentativa de vencer um Clássico-Rei na temporada ficou para a próxima semana. Se vencer avançará de fase, empate leva a decisão para os pênaltis. Aí já viu né?

Mas não custa nada lembrar que antes o Vozão terá o Santos pelo Brasileirão.

Confira os gols da partida.

6 Comentários

  • Neto disse:

    Alvinegros o que está acontecendo com o Ceará? Neste jogo o que vi foi um time “apequenado”, com medo de jogar. Nossos jogadores estão “se quebrando” com muita facilidade, e os craques “desaprenderam” de jogar…..Preocupante.

  • Dylvardo disse:

    Tem jeito não, o Ceará não ganha mais do maior rival… hoje faltou sobretudo, um treinador… faltou-lhe leitura de jogo, faltou-lhe conhecimento, faltou-lhe coragem, faltou-lhe arrojo, faltou-lhe culhão… Time foi melhor no primeiro tempo, mas sem grandes chances de gol, fez 1×0, e covardemente deu todo o segundo tempo para o adversário jogar como bem entendesse, tomou sufoco, tomou o empate, e só não levou a virada por muita sorte… eles tiveram mais chances claras de virar o jogo… não basta ter o melhor elenco, o mais caro… tem que ter o melhor time, o mais bem treinado…pra isso precisa ter um bom treinador, que entenda de futebol…então…cara não conseguiu enxergar o que se passava em campo? pelamordedeus…

    Time completamente perdido em campo no segundo tempo… mas faz parte da lógica do Guardiola dos pobi, esperar o time tomar um gol ou chegar os 30 minutos do segundo tempo, para mudar algo no jogo… ele acaba dando uma sorte do caralho, porque o Ceará, vez por outra, ganha uma no bambo… aí ele se mantém no cargo… com a corda que a péssima imprensa desportiva cearense dá, e lógico, com o agrado dos torcedores de resultado…aí ele pensa que está no Barcelona…

    O time só melhorou com a entrada do Jorginho, do Saulo e do João Vitor… esses merecem mais chances no time titular… o Vina, se entrou em campo, ninguém viu… péssimo… está entrando em campo só com o tamanho do contracheque mesmo, porque no futebol, está é longe… coisa de Robão Pirulito, para não desvalorizar o jogador no mercado…

    Enfim, esse foi mais um jogo para botar na conta do fraco entregador de camisa do Ceará… parabéns ao treinador do maior rival, que fez a leitura correta do jogo, mudou a postura do seu time, dominou as ações e quase sai com a vitória… mantendo a velha escrita, que já incomoda… e o presente que o time do Ceará poderia dar para a sua torcida pelo aniversário, fica pra próxima…

  • Dragão Alvinegro disse:

    Que grande decepção! O Ceará Sporting Club, ontem, completou 107 anos de existência, mas jogando com o seu maior rival parecia um time pequeno em campo. O time fez um gol aos 9 minutos, numa falha do goleiro adversário, e, a partir dai, recuou e ficou jogando atrás como um time pequeno querendo sustentar o resultado. O goleiro do adversário passou a jogar como um líbero. São 107 anos de glórias, conquistas e é vergonhosa, pelo menos para mim, uma atuação como aquela de ontem. O maior time do estado, com a maior torcida do estado, no dia do seu aniversário, jogando com medo do seu maior rival. Quem estava assistindo o jogo via claramente que era questão de tempo o time tomar o gol de empate. Não perdeu o jogo porque o Pikachu perdeu um gol feito. Que tristeza!

  • Dragão Alvinegro disse:

    Será que na quarta-feira o Ceará vai continuar a jogar como time pequeno? Estão com medo do rival? Que coisa feia! A torcida alvinegra não merece isso. Percam, mas percam lutando, honrando a camisa do Cube e sua torcida. Aquela apresentação do dia 2, data dos 107 anos de fundação do Clube, foi UMA VERGONHA!

  • Josiel Lima disse:

    Mensagem: Bom dia

    O que você acha da proposta para Ceará adotar o esquema 4 4 2,
    Richard, Buiu, Messias, Luiz , Bruno;
    Sobral, Oliveira, Jorginho, Vina;
    Saulo (Lima ou Yone) e Mendonça (Rick ou João V)

    * Vina como falso 9
    * Jorginho homem surpresa
    * Quando Saulo fechar Sobral revezar com Buiu no apoio

    * Quando Mendonça fechar, Vina apoiar com Bruno

  • Luciano Alencar disse:

    A se manter o que se viu nos dois últimos jogos do rival esse argentino não vai querer outra vida. O cara tira zagueiro de campo e coloca atacante, vai pra cima e os adversários, covardemente, aceitam a pressão. Foi assim contra o Galo foi assim ontem. Que coisa vergonhosa! O segundo tempo inteiro transcorreu no campo do Ceará. Que coisa patética é esse jogador Marlon! como um time que pretende uma boa temporada contrata um perna de pau desse nível? Quem indicou esse Oliveira para o Ceará? Se é para jogar da maneira vergonhosa e covarde como fez nesse primeiro jogo melhor nem entrar em campo.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *