Clube da Luta

Após ser nocauteado e perder o cinturão do UFC, Anderson Silva diz que não pensa em revanche

626 3
Momento em que Weidman atinge Anderson, que desaba nocauteado. Foto: UFC/Divulgação

Momento em que Weidman atinge Anderson, que desaba nocauteado. Foto: UFC/Divulgação

Fim do reinado de Anderson Silva. Após sete anos comandando, de forma soberana, os pesos médios do UFC, o brasileiro conheceu sua primeira derrota no Ultimate, após 17 lutas, neste sábado, em Las Vegas. E que derrota! Spider foi nocauteado no 2° round pelo americano Chris Weidman, novo campeão da categoria.

Após o combate, Anderson foi taxativo ao declarar que não pedirá revanche. E foi mais longe: não pretende mais lutar pelo cinturão da organização.

“Não, Chris é o campeão agora. Eu não luto mais pelo cinturão. Eu tive o cinturão por muito tempo, estou cansado. Agora eu vou descansar, vou ficar com a minha família. Chris é o campeão agora, ele merece o respeito pessoal”, declarou o brasileiro, em entrevista ao Canal Combate.

MUDOU O TOM

Na coletiva de imprensa do evento, Anderson Silva mudou o tom. Admitiu a possibilidade de lutar novamente pelo cinturão, mas garante que não pensa no assunto ainda.  “Primeiro temos que respeitar o campeão, ele me venceu e merece todas as glórias e respeito de todos. Agora não estou pensando na revanche agora. Estou pensando nos meus filhos e na minha casa. Talvez daqui a dois ou três meses, mas quero dar um tempo para mim mesmo, estou fazendo isso há muito tempo, e é muita pressão. Quero pensar em fazer os meus trabalhos extra-luta agora”, comentou.