Clube da Luta

Vitória de Chris Weidman é positiva para o UFC: categoria dos médios fica mais movimentada

Chris Weidman

Chris Weidman

A vitória de Chris Weidman não é a renovação apenas de um campeão, mas da categoria dos pesos médios. Com a derrota de Anderson Silva, o UFC ganha gás novo nos médios. O brasileiro já havia derrotado quase todos os adversários de seu peso, porém com Weidman, os lutadores terão a chance de novamente lutar pelo cinturão.

A categoria dos médios com Anderson Silva era uma das mais paradas do UFC, pois não tinha mais oponente à altura até chegar Weidman e destronar o brasileiro. Com Chris, a categoria se torna uma das mais movimentadas da organização de Dana White, o que aumenta a competição pelo cinturão. Lutadores que ficaram pelo caminho por causa do Spider, poderão ganhar nova oportunidade.

Dana White não confessou, mas deve ter gostado da vitória do americano. Weidman não vai dificultar lutas, como Anderson gostava de fazer algumas vezes. O novo campeão também deve subir mais vezes ao octógono do que Spider em uma temporada. A nova estrela do UFC dá vida a essa categoria que por muito tempo ficou dominada por Anderson. Agora, a corrida pelo cinturão vai ficar acirrada e todos têm chance.

Se Anderson Silva resolver se aposentar ou não lutar mais pelo cinturão, os atletas que podem destronar Chris Weidman são Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré. Belfort poderia ser o próximo a lutar com o americano, mas depende da vontade de Dana White, que não se mostrou interessado, até o momento, a dar a chance ao Fenômeno. Acredito que Jacaré pode ser o “cara” dos médios daqui pra frente. Aposto minhas fichas nessa fera da arte suave que é tido por muitos como o “sucessor de Anderson”. Porém, Ronaldo acaba de chegar ao UFC e precisa de mais lutas para ter a oportunidade do cinturão.

Outros lutadores podem chegar mais rápido a disputa pelo cinturão de Chris Weidman do que os brasileiros. Mas, acredito que sem Anderson Silva, apenas Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré têm reais chances de vencer Weidman. Dois atletas que estão no top 10 poderiam ganhar a chance, como Mark Muñoz e Costa Philippou.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *