Clube da Luta

Minotauro acredita que Toquinho pode conseguir cinturão do WSOF e elogia dedicação: “É o primeiro a chegar e o último a sair da academia”

Líder da Team Nogueira . Foto: Divulgação/UFC

Líder da Team Nogueira afirma: “Agora ele (Toquinho) tem a oportunidade de trazer o cinturão mundial / Foto: Divulgação/UFC

Uma nova chance apareceu na carreira de Rousimar Palhares, o Toquinho. O mineiro vai disputar o cinturão do World Series of Fighting (WSOF) no dia 29 de março, contra Steve Carl. Após ser demitido do UFC, o brasileiro recebeu o apoio que precisava da Team Nogueira, comandada pelos irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro.

O blog Clube da Luta conversou com Minotauro que não escondeu a felicidade de ter o atleta da Team Nogueira de volta aos octógonos e disputando o título dos meio-médios do WSOF. Além de elogiar Toquinho, a fera do UFC questionou os juízes.

“A vida da gente tem altos e baixos. Agora ele (Toquinho) tem a oportunidade de trazer o cinturão mundial. Após a saída dele do UFC, eu cheguei na academia para conversar com ele e disse que ele não teve maldade. O Toquinho, para dar a chave de pé, é uma posição que ele vira o rosto. Ele não vê a situação. Ele é um cara muito explosivo. É uma situação do juiz pular em cima e tirar. O juiz tem que ser ativo e tirar na hora que tem que tirar. E não falar na hora que não tem que falar”, falou Minota ao Clube da Luta.

Toquinho já começou a preparação para o dia 29 de março. Para bater o peso de 77 kg da categoria e conseguir o título, o mineiro está treinando duro na Team Nogueira. O esforço foi reconhecido pelo mestre Minotauro que elogiou o desempenho e a dedicação do mineiro nos treinamentos.

“Ele tem agora a chance de trazer o cinturão pra gente de outro torneio. Ele está muito bem mentalmente. Focadíssimo. É o primeiro a chegar e o último a sair da academia. Espero que ele seja campeão desse evento e volte para o UFC. Ou então continue campeão desse evento”, finaliza Minotauro.

Toquinho tem todas as condições de bater o americano Steve Carl. O duelo promete um verdadeiro show para os amantes da arte suave. O gringo só nocauteou dois adversários e o brasileiro apenas um. Porém, quando o assunto é finalização, a dupla sabe bem como fazer. 16 oponentes foram finalizados por Steve, enquanto 11 deram os três tapinhas contra o mineiro.

Cartel:

Rousimar “Toquinho” Palhares – 15 vitórias: um nocaute, 11 finalizações e três por decisão – o brasileiro perdeu cinco combates.

Steve Carl – 21 vitórias: dois nocautes, 16 finalizações e três por decisão – o americano perdeu três vezes.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *