Clube da Luta

Opinião: UFC Jaraguá do Sul não empolgou

Machida vence por pontos. Divulgação UFC / Inovafoto

Machida vence por pontos. Divulgação UFC / Inovafoto

O UFC Jaraguá do Sul abriu a temporada de lutas da organização no Brasil. Lyoto Machida fez a luta principal da noite e venceu Gegard Mousasi. Ronaldo Jacaré também foi bem e conseguiu vencer Francis Carmont. Dos brasileiros, apenas Viscardi Andrade, Cristiano Marcello e Douglas D’Silva perderam. Apesar dos resultados positivos, os combates não empolgaram. De 12 duelos no card, só dois acabaram antes do round final.

Machida foi Machida mais uma vez contra Mousasi. Pelas características do brasileiro e do armênio, já dava para esperar como o combate se desenrolaria. Lyoto usou sua principal arma de contragolpear e conseguiu evitar as quedas. Com o desempenho, o Dragão garantiu a vitória e deverá ser o próximo desafiante do cinturão dos médios.

Jacaré enfrentou um adversário muito duro e forte. Apesar disso, não se intimidou e fez uma boa luta contra Carmont. No primeiro e terceiro round, Ronaldo quedou o francês e ficou nas costas tentando finalizar. Por pouco, o brasileiro não garantiu uma vitória por finalização. Com o desempenho, Jacaré mostrou que ainda precisa fazer alguns ajustes. Acredito que o atleta da X-GYM ainda não está preparado para o cinturão. Machida está um pouco na frente e merece a chance. Porém, o faixa-preta de jiu-jitsu é o futuro do Brasil na categoria dos médios no UFC.

Os momentos de empolgação foram garantidos por dois brasileiros: Charles do Bronx e Erick Silva. O primeiro finalizou Andy Ogle e o segundo nocauteou Takenori Sato. A dupla do Brasil vinha de derrota e deu a volta por cima. Charles e Erick são lutadores tops de suas categorias, mas precisam de regularidade para alcançar uma oportunidade de lutar pelo cinturão.

O brasileiro Viscardi Andrade não deve ter dormido direito após sua luta. O atleta conseguiu um knockdown, mas comemorou antecipadamente, dando chance do adversário se recuperar. Nicholas Musoke não só se recuperou como venceu Viscardi por decisão unânime.

UFC Fight Night 36
Jaraguá do Sul, Santa Catarina
Sábado, 15 de fevereiro de 2014

Card principal
Lyoto Machida x Gegard Mousasi por decisão unânime dos jurados
Ronaldo Jacaré derrotou Francis Carmont por decisão unânime dos jurados
Erick Silva derrotou Takenori Sato por nocaute técnico
Nicholas Musoke derrotou Viscardi Andrade por decisão unânime dos jurados
Charles do Bronx finalizou Andy Ogle no terceiro round

Card preliminar
Joe Proctor derrotou Cristiano Marcello por decisão unânime dos jurados
Rodrigo Damm derrotou Ivan Batman por decisão unânime dos jurados
Francisco Massaranduba derrotou Jesse Ronson por decisão dividida dos jurados
Iuri Marajó derrotou Wilson Reis por decisão unânime dos jurados
Felipe Sertanejo derrotou Maximo Blanco por decisão unânime dos jurados
Ildemar Marajó derrotou Albert Tumenov por decisão dividida dos jurados
Zubair Tukhugov derrotou Dougla D’Silva por decisão unânime dos jurados

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *