Clube da Luta

Pepey dá ênfase aos treinos de jiu-jitsu e espera surpreender adversário no UFC em Brasília

Na último luta de Pepey pelo UFC, em Natal, ele nocauteou Noad Lahat | UFC/Divulgação

Na último luta de Pepey pelo UFC, em Natal, ele nocauteou Noad Lahat | UFC/Divulgação

Escalado para o card do UFC Fight Niight 51, que acontece neste sábado (13), em Brasília (DF), Godofredo Pepey entra no octógono em busca de sua segunda vitória consecutiva na maior organização de MMA do mundo. Finalista da primeira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil, o peso-pena (66kg) enfrenta o norte-americano Dashon Johnson em sua sexta aparição no evento. Acostumado com a vantagem de ter o público a seu favor, Pepey chega ao combate credenciado por um nocaute sobre Noad Lahat no UFC Fight Night 38, disputado no último mês de março, em Natal (RN).

Aos 27 anos, o lutador garante ter feito um ótimo trabalho de preparação e atribui seu ótimo momento ao planejamento elaborado por seu staff. Confiante para o próximo duelo, o cearense se diz treinado em todas as áreas e expressa otimismo em mais uma boa performance.

“Foi a melhor preparação que eu fiz até agora no UFC, estou há mais de dois meses treinando em Curitiba, na Evolução Thai. Dei uma ênfase muito grande ao jiu-jitsu neste camp e contei com a ajuda de todos os companheiros, além dos meus treinadores André Dida (Head Coach), Serginho Moraes (luta agarrada) e o Guilherme “Guima” (luta em pé). A parte física também foi muito exigida e fiz um trabalho intenso com o auxílio do professor Rafael, da Academia Hype, e do o Dr. Aranha, da Clinica Napes, na parte médica e nutricional. O trabalho foi bem realizado e estou me sentindo muito bem para essa luta”, detalhou.

+ UFC Brasília: mudança de adversário não intimida campeão do TUF Brasil 2, Léo Santos

Ciente das dificuldades que encontrará ao pisar no octógono, o atleta, que é patrocinado pela Koral Fight Co., mostra conhecimento sobre as características do oponente. Querendo firma-se dez vez entre os melhores de sua categoria, ele acredita que a força da torcida brasileira será fundamental na obtenção de um bom resultado.

“O caminho já esta traçado com minha equipe, bem estudado e planejado, mas só vou te contar dia 13 (risos). Do meu adversário sei que ele esta baixando de categoria, tem um bom boxe e é bastante rápido. Apesar disso, no momento preciso marcar meu caminho no UFC e quero muito essa vitória. Lutar no Brasil sempre faz a diferença, o calor do publico me motiva sempre a oferecer um grande show pra galera. Conto com o apoio de todos”

Atento ao que está acontecendo no mundo do MMA, Pepey sabe que para se apresentar em alto nível precisa estar em um contínuo processo de evolução no seu jogo. Para isso, ele quer seguir com o trabalho de intercâmbio e projeta um período de treinamentos nos Estados Unidos.

“A vitória e o nocaute da noite servem para me motivar cada vez mais, sei que estou no caminho certo, evoluindo a cada luta. Este intercâmbio em Curitiba tem aprimorado muito o meu jogo. Procuro sempre estar evoluindo, em breve pretendo ir aos Estados Unidos aprofundar meus conhecimentos no wrestling e assim crescer cada vez mais como atleta. Minha meta é lutar fora do Brasil para ganhar experiência e chegar ao Top 10 da minha divisão”, concluiu.

UFC: Pezão x Arlovski
13 de setembro de 2014, em Brasília (DF)
CARD PRINCIPAL
Peso-pesado: Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Peso-leve: Gleison Tibau x Piotr Hallmann
Peso-leve: Léo Santos x Efrain Escudero
Peso-meio-médio: Santiago Ponzinibbio x Wendell Negão
Peso-galo: Iuri Marajó x Russell Doane
Peso-galo: Jessica Andrade x Larissa Pacheco
CARD PRELIMINAR
Peso-pena: Godofredo Pepey x Dashon Johnson
Peso-meio-médio: Igor Araújo x George Sullivan
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Leandro Buscapé
Peso-meio-médio: Paulo Thiago x Sean Spencer
Peso-galo: Rani Yahya x Johnny Bedford

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *