Clube da Luta

Retrospectiva: os lutadores cearenses que brilharam em 2014, as revelações e a Luta do Ano em Fortaleza

No ano de 2014, os lutadores cearenses deram um show no octógono e nos tatames. Portanto, nada mais justo do que reconhecer quem fez a diferença no ano. Com isso, a equipe do blog Clube da Luta elenca os grandes destaques de 2014 no MMA, o cara do jiu-jitsu, a revelação, o melhor estrante e ainda a Luta do Ano em Fortaleza. A lista foi produzida levando em conta a contundência das apresentações e a relevância dos feitos alcançados na temporada. Confira a lista!

DESTAQUES DO MMA 2014

1) Caio Monstro
Em grande fase, vindo de uma sequência de quatro vitórias consecutivas na categoria dos pesos-médios do UFC, Caio ‘Monstro’ Magalhães mostrou que além de um chão muito afiado tem uma trocação explosiva, conseguindo dois grandes nocautes (sobre os americanos Trevor Smith e Luke Zachirich), em lutas que duraram menos de 45 segundos cada. Começará 2015 sonhando com uma vaga no TOP 15 da divisão

Caio vem de 4 vitórias seguidas no UFC

Caio vem de 4 vitórias seguidas no UFC

2) Godofredo Pepey
Deu uma grande reviravolta em sua carreira em 2014. Após sofrer dois nocautes seguidos e ficar ameaçado de corte, se recuperou em grande estilo, mostrando grande evolução ao conseguir dois triunfos impressionantes: um nocaute com joelhada voadora em Noad Lahat e uma finalização contundente em Dashon Johnson, atuações que lhe renderam dois bônus de Desempenho da Noite.

Pepey deu a volta por cima com duas grandes vitórias no Ultimate. Foto: UFC/Divulgação

Pepey deu a volta por cima com duas grandes vitórias. Foto: UFC/Divulgação

3) Viviane Sucuri
Se firmou de vez como principal nome do MMA feminino no Ceará. Lutou quatro vezes, faturou quatro vitórias e ainda levou pra casa dois cinturões em organizações renomadas no cenário nacional: Bitetti Combat e Limo Fight Championship. Em agosto, foi contratada pela franquia americana XFCi e estreou no evento nocauteando Fernanda Pinheiro, no último dia 10 de novembro.

Sucuri acumula um cartel de 7 lutas e 7 vitórias. Foto: Arquivo Pessoal

Sucuri acumula um cartel de 7 lutas e 7 vitórias. Foto: Arquivo Pessoal

4) José Maria ‘Sem Chance’
Superou a dispensa do UFC com classe, lutando duas vezes em 2014 e conquistando dois cinturões. Primeiro, finalizou Roberto Souza e faturou o Circuito Talent, em Campinas. Dois meses depois, venceu Luís Felipe Buda por decisão e faturou a cinta do Arena Fight, tradicional evento de MMA cearense que já realizou 21 edições.

Sem Chance faturou dois cinturões após deixar o UFC. Foto: Arquivo Pessoal

Sem Chance faturou dois cinturões após deixar o UFC. Foto: Arquivo Pessoal

5) Andrezinho Nogueira
Se firmou de vez como um dos grandes pesos-leves do Brasil ao conseguir duas boas vitórias, que renderam mais dois cinturões em sua galeria: o do Brazilian King Fighter (BKF), ao finalizar o argentino Ignacio Godachevich, e o do Bitetti Combat, ao superar Erick Silva. Pode sonhar com o UFC em 2015.

Andrezinho faturou dois cinturões em 2014. Foto: Arquivo Pessoal

Andrezinho faturou dois cinturões em 2014. Foto: Arquivo Pessoal

6) Mário Pimba
Faixa preta da Dragon Fight/Nova União, mostrou todo o seu talento na arte suave em 2014. Em abril, finalizou Alan Barros e faturou o cinturão do BKF, em Juazeiro do Norte. No último dia 18 de dezembro, fez luta fora, em Manaus, e mandou bem ao faturar uma vitória no 1° round sobre o paraense Wasley Gomes, conquistando o cinturão do Mr. Cage, prestigiado evento do Amazonas. Merece uma chance em uma grande organização, como UFC, Bellator ou WSOF.

Pimba conquistou o título do Mr. Cage em dezembro. Foto: Arquivo Pessoal

Pimba com o cinturão do Mr. Cage. Foto: Arquivo Pessoal

7) Maurílio Touro
A cada dia que passa mostra que é, com sobras, o melhor peso-médio do Ceará e um dos TOPs do cenário nacional. Em abril desse ano, atropelou Evilázio Silva, conquistando uma vitória por finalização com menos de 30 segundos de luta, no OX Revolution. Em dezembro, fez uma luta de submission contra Osmar Fontes e voltou a finalizar, dessa vez aplicando um mata-leão com sete minutos de combate. Foi o único que saiu vitorioso nas sete lutas do Triangle Fight Night, em Fortaleza.

Touro teve ano triunfante. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Touro teve ano triunfante. Foto: Bruno Balacó/O POVO

8) Jamil Silveira
Com um cartel de mais de 50 lutas, esbanjou experiência para fechar mais um ano invicto. Em abril, finalizou João Victor JV em uma luta dura no OX Revolution, em Fortaleza. Em dezembro, foi até Belém e fez uma luta soberana diante Roberto Carioca, vencendo por decisão unânime no Jungle Fight, o mais importante evento de MMA da América Latina.

Jamil venceu duas lutas com soberania. Foto: Fco Fontenele/O POVO

Jamil venceu duas lutas com soberania. Foto: Fco Fontenele/O POVO

O CARA DO JIU-JITSU

Marlus Salgado
Então faixa-azul (recentemente migrou para a faixa roxa), Marlus Salgado fez história em abril desse ano ao se tornar o primeiro cearense a conquistar o título mundial de jiu-jitsu em Abu Dhabi. O feito do atleta de apenas 21 anos, da equipe SAS, foi conquistado após quatro vitórias na categoria até 76 kg.

Marlus fez história em Abu Dhabi. Foto: Arquivo Pessoal

Marlus fez história em Abu Dhabi. Foto: Arquivo Pessoal

A REVELAÇÃO

Jefferson Rodrigues
Com apenas 19 anos, Jefferson Rodrigues teve um ano perfeito e deu mostras de que é um dos melhores nomes da nova safra de talentos do MMA cearense. Em 2014, lutou quatro vezes e conseguiu quatro grandes vitórias. Todas por nocaute. Primeiro, bateu George Emanuel no Limo Fight Championship disputado em janeiro. Em abril, no OX Revolution, venceu Gadelha Júnior. Quatro meses depois, fez como vítima Regivan Queiroz, em nova edição do Limo Fight. Agora em dezembro, coroou seu ano fazendo uma grande luta contra Eric Oliveira (outro bom nome da nova geração) e venceu por nocaute no 3° round, na luta principal do Coronel Combate de MMA.

Jefferson vem de uma sequência de quatro vitórias seguidas. Foto: LFC/Divulgação

Jefferson vem de uma sequência de quatro vitórias seguidas. Foto: LFC/Divulgação

MELHOR ESTREANTE

Abrãao Amorim
Em 2014, o faixa-preta de jiu-jitsu migrou para o MMA e teve um início de nova carreira avassalador. Apesar do talento incontestável no chão, deu show na luta em pé e conquistou três vitórias em 2014 por nocaute: no Sobral Extreme Fighter (em abril), no Limo Fight Championship (em agosto) e por fim no Paracuru Fight (em dezembro).

Abraão Amorim deixou um ótimo cartão de visita com três vitórias | Foto: Lucas Mota/O POVO

Abraão Amorim deixou um ótimo cartão de visita com três vitórias | Foto: Lucas Mota/O POVO

LUTA DO ANO

Leandro Naja x Paulo Guerreiro
Em Fortaleza, a luta mais vibrante e que realmente mexeu com as estruturas do MMA cearense em 2014 foi o polêmico duelo entre Paulo Guerreiro x Leandro Naja, atletas bastante conhecidos na cena local. O combate foi a atração principal do Extreme Fighter Nordeste, no ginásio Paulo Sarasate, em agosto. A luta justificou a expectativa e foi bastante movimentada, com muita trocação. No fim das contas, Guerreiro levou a melhor e finalizou Naja no 3° round.

Guerreiro superou Naja em agosto. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Guerreiro superou Naja em agosto. Foto: Bruno Balacó/O POVO

 

 

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *