Clube da Luta

Análise: o retorno de Anderson Silva

1170 3
foto: divulgação

foto: divulgação

Quem esperava uma vitória, ficou satisfeito. Quem pensou em show no octógono, se decepcionou. O retorno de Anderson Silva após mais de um ano afastado do UFC, surpreendeu pelas provocações de Nick Diaz, pouca ação no combate e nova decisão do ex-campeão dos médios, que agora pretende se reunir com a família e decidir se segue lutando ou se aposenta.

Anderson Silva fez o dever de casa. Diante da grande expectativa, pressão e responsabilidade, o brasileiro teve um início de combate cauteloso, mas foi se soltando nos rounds seguintes. Vimos Anderson chutando com a perna que foi operada, partindo para a trocação, defendendo tentativas de quedas e variando em golpes. Tomando a iniciativa, sendo superior.

A cautela do brasileiro e as provocações do americano deixaram o combate morno. Em um duelo de cinco rounds, ficou chato e uma das piores lutas do evento. Mas, após perder o cinturão dos médios, operar perna e passar por um ano de recuperação, a prioridade de Anderson era a vitória.

O brasileiro demonstrou superação, deixou boa impressão em sua atuação e provou que pode continuar atuando. Voltará ao alto nível e ao topo da categoria? Ainda é cedo para se ter uma resposta. Mas Anderson Silva segue conquistando fãs, está no caminho certo para voltar a brilhar e continuar fazendo história no esporte.

Recomendado para você

3 Comentários

  • CLEBER AMORIM disse:

    Discordo completamente !! O Anderson mostrou um enorme arsenal de golpes,fez o que quis mostrou muita técnica e deu show foi uma excelente luta,eu esperava show e nao me dcepcionei .
    decepçao foi este seu comentário !!!

  • Hildeberto Aquino disse:

    Realmente ele se superou (eu não arriscaria a perna – dava um frio na barriga quando ele a utilizava), mas ficou muito aquém do que se esperava. Não houve um só golpe contundente, uma ou duas joelhadas e só. O destaque da cara avermelhada do derrotado e que o Galvão (ex comentarista de F1) se deu em função da cor da pele que é branca e realçou a vermelhidão. O Aranha (não aquele goleiro chato) bateu, mas não convenceu! Esperemos por outras vitórias, o Anderson merece e tem a nossa torcida!

  • darcio bauleo disse:

    Não. Não dá mais.
    É hora de parar.
    Anderson não tem como enfrentar chris weidman e vencer.
    Nem Belfort se a luta passar do primeiro round.
    Acredito que é hora de parar.
    venceu? ótimo. Mas não me convenceu.
    Então já que venceu, é melhor parar agora.
    é minha opinião.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *