Clube da Luta

Com quase 10 anos de UFC, Thiago Pitbull crava: “Sou o melhor dessa divisão”

Thiago Pitbull contra Seth Baczynski | Foto: UFC/Divulgação

Thiago Pitbull contra Seth Baczynski | Foto: UFC/Divulgação

São quase 10 anos de UFC, marcados por 19 lutas, 13 vitórias, seis derrotas e um duelo pelo cinturão de Georges St. Pierre. Esses números se referem a jornada do Thiago “Pitbull” Alves, cearense de Fortaleza radicado nos Estados Unidos. O experiente peso meio-médio tem a chance de voltar ao topo da divisão no dia 30 de maio, no Ultimate em Goiânia, quando faz o combate principal contra Carlos Condit, número 4 do ranking da divisão até 77kg. Em Brasília para divulgar o evento, o brasileiro conversou com o Blog Clube da Luta, do Grupo de Comunicações O POVO, por telefone.

Com chances reais de brigar pelo título, o brasileiro sofreu por mais de dois anos com lesões, mas retornou ao octógono em abril de 2014 com triunfo diante de Seth Baczynski e, em seguida, venceu Jordan Mein em janeiro deste ano.

Motivado, Pitbull já estabeleceu o ano que conquistará o cinturão: 2016. Ele planeja fazer duas lutas neste ano, contando com o desafio diante de Condit. “Essa luta é tão importante como um title shot, pois é um passo mais perto do cinturão, que vai ser meu em 2016. Tudo é possível, especialmente nessa categoria. Vou está preparado para esse ano ou próximo ano para lutar pelo cinturão. Minha ideia é enfrentar o Condit, lutar mais uma neste ano e, no próximo, lutar pelo cinturão”, projetou ele.

Carlos Condit tem 37 lutas no cartel, sendo 29 vitórias, e sempre vai ser um duro adversário. Thiago Alves já mostrou que superou suas lesões e está com preparo físico em dia. Com bagagem de sobra, o cearense da American Top Team (ATT) espera não depender dos juízes contra o ex-campeão interino, que costuma complicar a vida de seus oponentes no combate em pé e no solo. “Minha estratégia é nocautear ou finalizar. Com certeza, vou para isso. Eu acho que sou o melhor dessa categoria. Vou ter o Condit para provar que sou o melhor do mundo”, disse o cearense.

[youtube]https://youtu.be/r-QG9fR-DG0[/youtube]

Lutar em Fortaleza
Natural de Fortaleza, Thiago confessa que tem passado pouco tempo na Capital. O trabalho intenso na ATT, Flórida (EUA), limita ainda mais os momentos do brasileiro fora da academia. Porém, o cearense não esconde o desejo de realizar o sonho de lutar em um evento do Ultimate, na cidade onde nasceu. “Infelizmente, não tenho ligação como eu queria. Vou está em Fortaleza uma semana depois da luta. Gostaria muito de lutar na ‘terrinha’. Sou o único da cidade, da categoria meio-médio, a lutar pelo cinturão. Vou fazer Fortaleza ser conhecida no mundo inteiro com um cinturão do UFC”.

Luta pelo cinturão contra companheiro de equipe
Thiago está determinado a pegar o cinturão no próximo ano, mesmo que tenha que enfrentar um parceiro de treino. Se o campeão da categoria, Robbie Lawler, se manter no posto, Pitbull vai encarar um amigo. O dono do título também é da equipe ATT, mas o cearense encara a situação com naturalidade e profissionalismo.

“A gente é da mesma equipe. É coisa que preocupa quando chegar a hora. Agora, estou 100% focado no Condit. Se chegar esse momento, só vamos lutar se for pelo cinturão. Ele (Lawler) é parte da família, um dos meus parceiros de treino, nos damos super bem. Conheço ele há dois anos, mas somos profissionais, se tiver que chegar a esse ponto, não vai ter problema”.

 UFC em Goiânia | Card oficial até o momento*:

Card Principal
Carlos Condit vs Thiago Pitbull
Charles Do Bronx vs Nik Lentz
Gilbert Durinho vs Norman Parke
Francimar Bodão vs Ryan Jimmo
Yan Cabral vs KJ Noons
Juliana Lima vs Jessica Penne

Card Preliminar
Wendell Oliveira vs TJ Waldburguer
Elizeu Capoeira vs Nicolas Dalby
Jussier Formiga vs Wilson Reis
Luiz Besouro vs Tom Breese
Renato Moicano vs Mirsad Bektic

* card sujeito a alterações

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *