Clube da Luta

Conheça o cartel de cada lutador do TUF Brasil 4

Dana White entre Anderson Silva e Maurício Shogun | Foto: reprodução

Dana White entre Anderson Silva e Maurício Shogun | Foto: reprodução

O TUF Brasil 4 definiu os 16 atletas – oito pesos galos e oito pesos leves – que vão competir para assinar o contrato com o UFC. As equipes – dos técnicos Maurício Shogun e Anderson Silva (que vai ceder o posto para Rodrigo Minotauro) – já foram divididas. Com os times prontos, conheça os cartéis e as características dos selecionados.

+ TUF Brasil 4: cearenses Marcos Maju e Arlen Benks são eliminados, mas deixam boa impressão

Peso galo | Equipe Shogun (Vermelho)

Matheus Nicolau, de 21 anos, é atleta da Nova União. O mineiro de Minas Gerais tem 10 vitórias, sendo quatro nocautes, três finalizações e três decisões, e apenas uma derrota por nocaute. O lutador ainda possui um empate no currículo.

Dileno Lopes, 30, levanta a bandeira de Manaus e da equipe Nova União. O cartel do manauara é marcado por 18 vitórias, sendo 12 finalizações, quatro nocautes e duas decisões. Ele foi derrotado uma única vez, quando terminou nocauteado por Adriano Moraes, em 2013.

Bruno Korea, 23, é lutador da equipe Tata Fight Team. O carioca está invicto no MMA, com quatro vitórias. O atleta finalizou três oponentes e levou um duelo por decisão unânime.

Giovani Santos, o Soldado, 27, é natural de João Pessoa e faz parte da equipe Hikari. O paraibano fez 16 lutas na carreira e venceu 15. A única derrota ocorreu em sua estreia no MMA, em 2006. Ele acumula cinco nocautes, quatro finalizações e seis decisões.

Peso galo – Equipe Anderson Silva/Minotauro (azul)

Leandro Higo, o “Pitbull”, 25, é natural de Mossoró e treina na equipe dos irmãos Patrício e Patricky Pitbull. Com 13 vitórias na carreira – dois nocautes, oito finalizações e três decisões – o potiguar já foi entrevistado pelo Blog Clube da Luta e falou sobre o desejo de entrar no UFC. Ele tem duas derrotas – uma por nocaute e uma por decisão.

Matheus “Adamas” Mattos, 22, faz parte da equipe Team Nogueira. O carioca do Rio de Janeiro tem oito vitórias, sendo cinco nocautes e três finalizações. O atleta está invicto na carreira.

Reginaldo Viera, 31, é atleta da Peso Pesado Gold Team. Natural de São Paulo, ele venceu 12 combates – nove finalizações, duas decisões e uma por desclassificação do adversário.

Bruno “Bulldog”, 24, é da equipe Team Nogueira. O carioca venceu oito oponentes, sendo duas vitórias por nocaute, três por finalização e três por decisão. Ele tem duas derrotas na carreira.

Peso leve | Equipe Shogun (Vermelho)

Nazareno Malegarie, “El Tigre”, 28, é o único argentino do TUF Brasil 4. Pupilo de Thiago Tavares, o atleta possui um estilo agressivo e venceu 27 lutas na carreira. Nazareno nocauteou em oito oportunidades, finalizou 16 oponentes e obteve três triunfos por decisão. O “hermano” sofreu três reveses por divisão.

Glaico França “Nego”, 23, é atleta da Astra Fight Team. O catarinense de Balneário Camboriú tem 12 vitórias no cartel, sendo seis por nocaute, cinco por finalização e uma por decisão. O peso leve sofreu três derrotas – uma finalização e duas decisões.

Joaquim “Neto BJJ”, 26, está invicto no MMA, com sete vitórias. O goiano de Anápolis treina na equipe Evolução Thai, do mestre André Dida. O atleta obteve seus triunfos através de nocautes e finalizações.

Adilson Fernandes, o “Jack Godzilla”, 24, é o representante de Olinda. O pernambucano da equipe Clube da Luta possui 11 vitórias na carreira – seis nocautes, duas finalizações e três decisões. Ele sofreu quatro derrotas.

Peso leve – Equipe Anderson Silva/Minotauro (azul)

André Ricardo, o “Dedé”, 23, é curitibano e integra a equipe Corinthians MMA. No segundo programa do TUF Brasil 4, Anderson Silva disse que considera o atleta como um filho. Dedé tem três vitórias e uma derrota.

Nikolas Motta, 21, é natural de Governador Valadares. Trocador nato, o atleta da Nova União venceu seis por nocaute e uma por decisão. O mineiro perdeu apenas uma vez.

Erick Silva, o “Índio Brabo”, 25, representa o Amazonas. O lutador possui 15 triunfos na carreira – quatro nocautes, cinco finalizações e seis decisões. O manauara sofreu quatro derrotas, uma delas para o cearense Andrezinho Nogueira, que valeu o cinturão do peso leve do Bitetti Combat.

Fernando Bruno, o “Açougueiro”, 32, é da equipe Nova União. O carioca venceu 15 adversários – oito finalizações e sete decisões. Ele tem duas derrotas na carreira.

Agora, é com vocês! Quais são os seus favoritos para vencer a disputa no peso galo e no peso leve?

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *