Clube da Luta

Aldo fora é um banho de água fria no UFC

909 1
Em 2011, José Aldo unificou os títulos do peso pena do extinto WEC e UFC. Foto: UFC/Divulgação

José Aldo posa com cinturão dos penas do UFC. Foto: UFC/Divulgação

O que todos temiam aconteceu. Dana White confirmou a saída do campeão José Aldo do UFC 189, marcado para 11 de julho, em Las Vegas, no qual enfrentaria Conor McGregor, e anunciou o substituto do brasileiro, Chad Mendes. O novo duelo valerá o cinturão interino da divisão. A retirada do atleta da Nova União representa um enorme prejuízo para o Ultimate e pode ficar ainda pior.

O UFC apostou todas as fichas em Aldo e McGregor. Aqui no Blog, já falamos sobre isso. O Ultimate acompanhou todos os passos da dupla na “Turnê Mundial do UFC 189”, praticamente um “Big Brother” do mundo do MMA. Acredito que a franquia adiou até onde pode o anúncio de que o brasileira estava fora do card. Os fãs do mundo inteiro estavam loucos para assistir esse combate – a expectativa era quebrar recorde com pey per view.

Mendes x McGregor é sim interessante, mas não chega ao nível do que seria Aldo x McGregor, até por toda a promoção do combate. O novo duelo é um balde de água fria nos planos do UFC. A figura de Conor por si só já rende retorno considerável ao Ultimate. Mas, caso Mendes vença o irlandês, toda a promoção e a expectativa criada sobre a rivalidade entre Aldo e Conor cairá por água abaixo.

Ao anunciar a saída de Aldo em entrevista ao canal norte-americano “ESPN”, Dana White disse não ter ficado feliz por toda a grana investida no duelo. “André Pederneiras, seu treinador, ligou e basicamente disse que a lesão do Aldo na costela é muito dolorida e que ele não vai lutar. Então, Chad Mendes vai enfrentar Conor McGregor pelo cinturão interino. José Aldo já se retirou de cinco lutas que valiam cinturão. Conor está pronto para lutar. O cara número um no mundo, Chad Mendes, está pronto para lutar. Então, isso faz sentido. Eles vão lutar pelo título interino e, quando o José Aldo estiver pronto, faremos a luta pela unificação dos cinturões. É a decisão dele. Eu não me sinto muito bem com isso, gastamos muito dinheiro promovendo essa luta. Muitas pessoas estão empolgadas para essa luta, então definitivamente é algo decepcionante”, comentou Dana.

Novo card do UFC 189
11 de julho, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-pena: Conor McGregor x Chad Mendes
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Rory McDonald
Peso-pena: Dennis Bermudez x Jeremy Stephens
Peso-meio-médio: Gunnar Nelson x Brandon Thatch
Peso-galo: Thomas Almeida x Brad Pickett
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio: Matt Brown x Tim Means
Peso-meio-médio: Cathal Pendred x John Howard
Peso-meio-médio: Mike Swick x Alex Garcia
Peso-galo: Cody Garbrandt x Henry Briones
Peso-mosca: Neil Seery x Louis Smolka
Peso-leve: Yosdenis Cedeno x Cody Pfister

Recomendado para você

1 comentário

  • Miguel Pontes disse:

    Cara, não ha como não ver essa decisão do Dana White de colocar um cinturão interino na disputa, como uma forma de retaliação a desistência do Jose Aldo devido a lesão. Se voce for re-ler todas as noticias desde que foi informado a possivel fratura e as notas que o UFC soltou, falando que seria uma lesão leve e comum e que não haveria fratura e a recuperaçao seria em semanas, da pra ver nitidamente que o UFC minimizou o caso desde o começo e por eles o Aldo lutaria mesmo em desvantagem de 3 a 4 semanas sem treinar pra poder se recuperar na medida do possivel. Então criar um cinturão interino, sabendo que o campeão linear retorna em 3 meses é algo no minimo ridiculo. Na teoria o campeão interino, seria aquele que atuaria (lutaria) no lugar do campeão linear machucado. Ou seja esse seria o campeão da divisão enquanto o campeão linear se recuperava por um longo periodo. Eu entendo que o Chad Mendes é o top contender e concordo que ambos lutem, mas nao por um cinturão.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *