Clube da Luta

Após simular Conor em ‘sparring’ com Aldo, Bilharinho analisa McGregor x Mendes

665 1
Jonas Bilharinho é campeão do Jungle Fight | Foto: Uirá Dantas

Jonas Bilharinho é campeão do Jungle Fight | Foto: Uirá Dantas

Peça fundamental na preparação de José Aldo para defender o cinturão contra Conor McGregor, o lutador Jonas Bilharinho simulou o jogo do irlandês e ajudou o campeão dos penas nos treinamentos até a lesão do manauara, que lhe retirou do card do UFC 189. Passando um período de treinamentos em Fortaleza, com o amigo Rony Jason, o campeão do Jungle Fight conversou com o Blog Clube da Luta, do O POVO.

Depois da lesão de José Aldo, o UFC colocou Chad Mendes em seu lugar para encarar Conor McGregor pelo cinturão interino dos penas. Conhecedor do estilo do irlandês de lutar, Bilharinho apostaria todas as fichas no americano, caso ele tivesse tido tempo adequado de se preparar. Porém, como o produto da Alpha Male substituiu o campeão brasileiro faltando duas semanas para o combate, Jonas tem dúvidas sobre o vencedor.

Aldo e Bilharinho na Nova União | Foto: reprodução

Aldo e Bilharinho na Nova União | Foto: reprodução

Se tivesse mais tempo para ele (Mendes) se preparar, apostaria todo o meu dinheiro no Chad Mendes. Como foi uma preparação em duas semanas e o jogo do Chad Mendes depende muito do gás dele, eu fico na dúvida. O McGregor é muito explosivo no início. Se o Mendes gastar o gás para segurar o ímpeto dele, pode ser que ele canse. Mas assim, do jeito que está, é uma incógnita. Mas, se fosse uma luta com aviso prévio, sem dúvida, minha aposta seria o Chad Mendes”, comentou o atleta da Team Nogueira.

Com cartel invicto de seis vitórias, Jonas é o único atleta que conquistou dois cinturões de categorias diferentes do Jungle Fight. Com 25 anos, o carioca espera triunfar ainda mais na carreira, assim como o campeão José Aldo. O período de treinos com o campeão peso pena do Ultimate serviu como grande aprendizado.

“Eu aprendi muita coisa. Aprendi que campeão de verdade treina muito e reclama pouco. Entendi perfeitamente porque ele está no topo. É um cara brilhante, humilde, ouve tudo que todo mundo tem pra falar, sempre com sorriso no rosto. Acima de ganhar lutas como campeão, ele é um cara que consegue ser positivo o tempo inteiro. Uma coisa que aprendi, principalmente, com o José Aldo: não importa o quanto alto você esteja, você tem que se manter humilde sempre. Ele é um dos caras mais humildes que conheço”, disse Bilharinho.

Já pensando em lutar no UFC, o atleta da Team Nogueira já abriu mão do cinturão até 66 kg do Jungle Fight. Os contatos com o Ultimate já iniciaram, mas ainda não tem nada oficial. “Meu empresário está negociando com o UFC. Já tem até valor de bolsa acordado, mas não há nada oficial do que posso falar”, finalizou.

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + quatro =