Clube da Luta

Amaury Junior rebate Jonas Bilharinho: ‘Achei ele um babaca’

1001 1
Amaury Junior é campeão do Limo Fight | Foto: Divulgação/David Dantas

Amaury Junior é campeão do Limo Fight | Foto: Divulgação/David Dantas

Campeão do Limo Fight em duas categorias, galo e pena, Amaury Junior foi desafiado por Jonas Bilharinho. Um dia após as declarações do atleta da Team Nogueira serem publicadas no Blog Clube da Luta – contestando o triunfo do potiguar sobre Jefferson ‘Spider’ Rodrigues – o detentor dos títulos do evento cearense deu sua resposta.

Achei ele um babaca. Fiz o meu trabalho, todos viram que a vitória foi minha. Não tem que estar contestando. Quem quiser tomar o meu cinturão, pode vir tentar”, disse Amaury em entrevista ao Clube da Luta.

Na última sexta-feira, 17, Amaury conquistou o cinturão dos penas ao vencer Jefferson ‘Spider’ Rodrigues, por decisão unânime. Bilharinho, que estava no corner do cearense, não gostou do resultado e desafiou o potiguar.

Para Jonas, o novo campeão dos penas do Limo Fight vai “correr” do desafio ou “inventar uma lesão”. Porém, Amaury deixou claro que aceita encarar Bilharinho. “Quero lutar com ele, não vou inventar lesão, estou preparado para lutar com ele. Minha vitória foi bonita, ganhei três rounds. Ele ficou com muita raiva, mas não posso fazer nada. Se quiser luto com ele em qualquer evento”, relatou.

Assim como Amaury, Bilharinho conquistou dois cinturões de categorias diferentes no Jungle Fight, evento de Wallid Ismail. O carioca abdicou dos títulos em busca de novos desafios, mirando o UFC. Apesar disso, o potiguar da Brazilian Top Team (BTT) disse que se Jonas quiser lutar no Jungle, ele também estará pronto. “Na próxima segunda-feira, estou de volta aos treinos. Vou aguardar a ligação do Gean do Vale (presidente do Limo Fight) para saber quem será o novo desafiante. Se o Bilharinho quiser lutar no Jungle também, seria ótimo bater no predileto do Wallid”, provocou.

Encontro com Bilharinho nos bastidores do Limo Fight
Ao vencer Jefferson Rodrigues, Amaury saiu do cage e encontrou Jonas Bilharinho nos bastidores do evento. O campeão do Limo Fight conta que os integrantes da equipe do ‘Spider’ cearense, entre eles Rony Jason, o cumprimentaram depois do duelo, menos Bilharinho. “Ele não falou nada, nem sabia que tinha me desafiado. O Rony botou uma ‘dose’ e pediu para gente brindar, mas ele (Bilharinho) não quis falar comigo. O Rony conversou comigo, mas falou para o meu professor que eu não tinha ganhado”, afirmou Junior.

Segundo Amaury, ele é amigo de Jason e não tem nada contra o cearense. “Sou muito amigo do Rony. Ele entrou no corner do Jefferson – os dois possuem o mesmo patrocinador. Hoje, fazemos parte de equipes diferentes, não tenho nada contra ele. O Jefferson foi anti atlético e o Jonas antipático comigo. Seria ótimo lutar com o Bilharinho para calar a boca dele”, comentou.

Resultado da luta
O campeão acredita que outro desfecho que não fosse a sua vitória, seria injustiça. “Fiz minha parte. Meus técnicos me falaram que eles podem contestar, mas eu venci. O Murilo Bustamante (líder da BTT) disse que deixasse tudo com ele. Minha vitória foi ciente. Tem que saber perder. Seria muito injusto comigo, caso o resultado da luta fosse outro. Todo mundo sabe que ganhei, só eles contestaram”, finalizou.

Recomendado para você

1 comentário

  • Ricardo Martins Soares disse:

    Os atletas brasileiros deveriam procurar outro esporte pois esse além de estúpido e violento ainda é manipulado por máfias.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *