Clube da Luta

Lutadores cearenses em alta em eventos de artes marciais na Ásia

Entre os atletas em destaque, Marília Fanta (que luta neste sábado), Lucas Calou, Mario Schembri e Walter Gonçalves. Fotos: Luan Oliveira/Arquivo Pessoal

Depois de “fazer barulho” na cena local, com vitórias expressivas no muay thai, kickboxing e MMA, a lutadora cearense Marília “Fanta” Morais, de 29 anos, faz amanhã sua estreia internacional no MMA. Ela é uma das atrações do evento Heroine FC, na China. Para esse combate, Fanta fez seu camp de treinos com a equipe Impact MMA, em Hong Kong, ao lado de Leandro Naja, lutador cearense radicado em solo chinês.

Será a terceira luta de MMA de Marília, que tem um cartel de duas vitórias em duas lutas. Marília é conhecida do público que acompanha de eventos de luta em pé no Ceará. Ela já disputou cinturão do WGP e conquistou o título do Aspera FC Kickboxing em sua categoria. Ano passado, foi eleita a Revelação do Ano no Prêmio Osvaldo Paquetá, considerado o Oscar do MMA brasileiro.

Marília Fanta, por sinal, integra uma leva de atletas cearenses que estão conquistando espaço no mercado asiático de artes marciais. O número de lutadores que têm saído do Ceará para fazer carreira no continente tem aumentado de forma considerável nos últimos anos.

Em Hong Kong, além de Fanta, treinam outros seis nomes que fizeram sucesso em eventos de MMA local e depois alçaram novos voos rumo ao Oriente: Mario Schembri, Leandro Naja, Lucas Calou, Ítalo Gonçalves, Fabrício Andrade e Ítalo Freitas, o Camaleão.

Alguns deles já começam a colher frutos. Mario Schembri e Leandro Naja conquistaram o cinturão do V Combat, evento de MMA da China. No kickboxing, Lucas Calou faturou ano passado o cinturão da categoria até 70kg do CKF, evento disputado em Macau.

Também na Ásia, só que na Tailândia, um outro atleta cearense está dando o que falar: Walter Gonçalves. Com apenas 21 anos, ele já ostenta três cinturões de muay thai (P-1 Tournament, Mix e W.P.M.F), conquistados na terra sagrada da arte marcial. Nada mal…

*Texto coluna de Bruno Balacó publicada no jornal O POVO em 20/07/2018

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *