Discografia

Please, Please me 50 anos: O disco faixa a faixa

Conheça a seguir algumas curiosidades do primeiro disco dos Beatles e, junto, alguns covers:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=jmGklM-df6w[/youtube]

1. I saw her standing there – pra já chegar chegando, o disco começa com um rock enérgico de Lennon e McCartney. A ideia partiu de Paul, que começou chamando-a de “Seventeen”. A contagem no início da faixa é pra já ir preparando o público. Acima, são os herois roqueiros Little Richard e Jerry Lee Lewis quem fazem a festa.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=_-uZr0QpcYo[/youtube]

2. Misery – Outra parceria de Lennon e McCartney, incialmente oferecida à cantora Helen Shapiro, com eles vinham excursionando. Como o produtor dela achou a canção inadequada, eles apresentaram a George Martin que logo decidiu gravá-la e ainda acrescentou toques de piano. A versão “feita em casa” acima foi feita por Claudia Jardine, que eu não sei quem é, mas tem uma voz bem legal.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2rHcvYa93sU[/youtube]

3. Anna (Go to him) – A balada sofrida do compositor country Arthur Alexander era uma das preferidas de John. Com voz rasgada e emocionada, coube a ele a vocal principal sobre sob os vocalizes dos outros companheiros de banda. No vídeo, o autor apresenta a versão original desta canção cheia de amor e açúcar.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=g0xkr6OIUtA[/youtube]

4. Chains – Composta pelo casal Carole King e Gerry Goffin, esse roquinho inocente contou com a voz principal de George Harrison. Gravada na sessão da noite, Chains é um roquinho lento que abre com a gaita de John. Aqui, pescada do recente especial da rádio BBC, a banda I am Kloot dá sua cara para a música.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=wOVn8C4ICuA[/youtube]

5. Boys – Lançada em 1960 antes pelo grupo feminino The Shirelles, a canção de Luther Dixon e Wes Farrell conta com ritmo acelerado e solo de guitarra. Apesar da temática feminina, foi um dos sucessos de palco dos quatro rapazes. A voz principal é feita (e bem feita) por Ringo Starr. Mas, no vídeo, o cover coube à banda argentina Casablanca, liderada por Carlos Castellani.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=loKEyjp6cyo[/youtube]

6. Ask me why – Lado B do compacto que trazia “Please, please me”, essa balada de Lennon e McCartney tem gosto de Renato e seus Blue Caps. A ideia partiu de Lennon, inspirado em Smokey Robinson. No vídeo, o cover é da banda The Fish & Chips, que eu não conheço.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0m0tYUIUGus[/youtube]

7. Please, please me – Inicialmente mais lenta, foi sugestão de George Martin acelerar o ritmo dessa canção. A inspiração de John partiu de Roy Orbinson e sua “Only the lonely”. Isso já explica o falsete do refrão. A canção era um dos sucessos de palco dos Beatles. Acima, um vídeo (péssimo) com Debby Harry e o Blondie.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=7wbiGHNdjK8[/youtube]

8. Love me do – Clássico absoluto da fase inicial dos Beatles, o solo de gaita é uma das marcas registradas desta canção de Lennon e McCartney. Teve três gravações com três bateristas diferentes, Pete Best, Andy White e, a mais conhecida, com Ringo. Acima, Stefan (9), Olga (8) e Cornelia (5) deixam os pais orgulhosos numa versão, no mínimo, criativa.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=J3hTvu9aLhg[/youtube]

9. P.S. I love you – Gravada em setembro de 1972 e lançada em single, a canção ganhou um toque latino por conta da bateria de Andy White. A Ringo Starr, coube as maracas. A composição também é de Lennon e McCartney. Acima, a Hollyridge Strings fz uma releitura orquetrada bem ao estilo Ray Conniff.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=TdNlVIo3H20[/youtube]

10. Baby it’s you – Balada bem no estilo sessentista, trata-se de uma composição de Burt Bacharach com letra de Barney Williams e Mack David. Essa também teve gravação das Shirelles. No vídeo, o autor Burt Bacharach recebe a multiplatinada Adele para uma interpretação correta.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=lDCkdaSs_vg[/youtube]

11. Do you want to know a secret? – Cantada por George Harrison, essa balada pueril de John e Paul foi inspirada em “I’m wishing”, tema do filme Branca de neve e os sete anões, da Disney. O cover é feito por Billy J. Kramer.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=NNVHrg7lqhU[/youtube]

12. A taste of honey – Espécie de marcha com melodia estranha, essa canção de Bobby Scott e Ric Marlow ganhou a voz de Paul, e vocal resposta dos demais Beatles. No vídeo, o crooner Tom Jones faz uma reeitura “sinatriana” para a canção.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=wgicfxSdIm4[/youtube]

13. There’s a place – Na época, uma das últimas composições de John e Paul, esse rock teve seu nome inspirado no musical West side story. Foi a primeira canção do disco a ser gravada. Acima, mais uma do especial da BBC, dessa vez com Gabrielle Aplin.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=b5iJNeROPnM[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sDlo-h-Mq1s[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=8WCXDsXDAcc[/youtube]

14. Twist and Shout – Era o fim do dia em Abbey Road, quando a banda decidiu gravar este rock enérgico de Phil Medley e Bert Russell. John não canta, berra cada palavra dando o que podia para a canção. Depois de figura numa cena clássica do filme Curtindo a vida adoidado, tornou-se o hino mundial do desbunde. E como aqui estamos tratando de uma canção totalmente arrebatadora, mandamos logo três vídeos. O primeiro é classe pura com o The Who. Em seguida, o boss Bruce Springsteen dá seu recado. Por fim, Mathew Broderick faz de conta que conta (não, não faz) no filme que já salvou diversas vezes a sessão da tarde de cair de audiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.