Educação

Aprovado projeto de lei que regula uso de livro didático

1069 2

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou  o projeto de lei, PLS 311/06, que regulamenta a adoção de livros didáticos. A intenção é limitar a substituição aleatória dos livros de um ano para o outro, assim como a supremacia de autores do Sul e do Sudeste, o que acarreta prejuízos de conteúdo para os alunos das demais regiões do País.

livrosO projeto, de autoria da senadora Patrícia Saboya (PDT-CE), vale para livros didáticos adotados tanto pelas escolas públicas como privadas. A senadora afirma que há uma crescente inadequação entre o caráter geral dos conteúdos dos livros distribuídos em massa e a preocupação com a autonomia de cada escola para adaptar o ensino à sua proposta pedagógica específica.

Outro receio de Patrícia Saboya é com relação à rotatividade dos títulos adotados, o que contribui para aumentar os custos do sistema. O Conselho Nacional de Educação (CNE) será o responsável por sugerir livros para as escolas e delimitar prazos para a adoção dos títulos, tanto para o uso dos estudantes como para os acervos das bibliotecas.

O projeto segue agora para a Comissão de Educação, Cultura e Esporte, onde será apreciada em caráter terminativo.

Fonte: O POVO (CE) 02/07/2009

Recomendado para você

2 Comentários

  • Fátima Santos disse:

    Tomara que vingue e venha cortar pela raiz esse abuso que é mudar de livro todo ano. O conlui dos colegios com as editoras dá um enerome prejuizo aos pais que teem que comprar livros novos ou de autores diferentes todo o ano quando se sabe que, embora as mudanças estejam sendo rápidas, os conteudos básicos continuam os mesmos praticamente. Boa inicaitiva!!!

  • JBN disse:

    Lamento, até pedi para ela, que a senadora não tenha feito um projeto de para proibir que livro didático aprovado e comprado pelo MEC para rede pública, como este [ TUDO É MATEMÁTICA, 8a SÉRIE, DANTE, ED. ÁTICA, PNLD/FNDE/MEC, CÓD. 820011, TIPO: L, página 60 ] tenha problemas redigidos em língua inglesa. Basta dizer que um dos problemas que consta nesse livro em inglês é tão interessante que já caiu nos vestibulares da UERJ e USP.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *