Educação

Pesquisa traça perfil de vítimas de abuso sexual

3048 4

Cerca de 61% das crianças e adolescentes vítimas abuso ou exploração sexual no Brasil já pensaram em suicídio, segundo a World Childhood Foundation (WCF).

Desses, mais de 58% já tentaram de fato praticá-lo. Entre os motivos apresentados, 20% relacionaram a vontade de morrer à violência sexual.

A pesquisa foi feita com 66 meninas e três meninos com idade entre 10 e 19 anos de oito estados (Pará, Sergipe, Rio Grande do Norte, Piauí, Bahia, São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul), que foram vítimas desses crimes e hoje são atendidas por instituições especializadas.

violencia___infantilO relatório mostra ainda que a prática leva também a outras situações traumáticas, como a gravidez indesejada, aborto e abandono dos filhos.

Três em cada dez meninas vítimas de exploração sexual já ficaram grávidas pelo menos uma vez na vida, sendo que 17% delas perderam os filhos por abortos naturais (6%) ou provocados (11%). Das que levaram a gravidez adiante, apenas 5,8% vivem com seus filhos hoje.

Dos entrevistados, 40% dizem que usam o dinheiro recebido para o autossustento, mas 65% relatam que gastam comprando objetos pessoais, como celulares e roupas de marca.

Para 30% das vítimas, o dinheiro obtido com o sexo é usado para comprar drogas, especialmente álcool (88%) e cigarro (63%).

 A pesquisa constatou ainda que, além da relação sexual, a violência contra crianças e adolescentes acontece mais comumente na forma de conversas sobre sexo (74,2%), manipulação de partes íntimas do corpo da criança/adolescente (50,7%) e pedidos para ser tocado (43,1%).

Fonte: Folha de Londrina (PR)

Recomendado para você

4 Comentários

  • Isabelle Rocha disse:

    De fato,Waleska, é um assunto muito polêmico e precisa ser abordado por todos,especialmente,nas instituições de ensino, onde os gestores, professores e funcionários das escolas podem ter contato com os pais e responsáveis, das crianças e dos adolescentes.
    Tive a oportunidade de participar de uma palestra realizada pelo Governo Municipal de Caucaia,cujo o tema é: Exploração e Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes.Fiquei muito feliz com o trabalho de todos(Conselheiros, Professores, Psicólogos e Assistentes Sociais), para a realização da palestra e, a presença de adolescentes,pois ressaltaram a importância da denúncia e conscientizaram o quanto as vítimas sofrem com o abuso e o silêncio.
    Parabéns pelo post e tenho admiração pelos blogs,preferencialmente, o de Educação.
    Um grande abraço!
    Isabelle-Fortaleza-CE

  • Marcelo disse:

    É um assunto seríssimo. Como crece uma criança dessa? E os pais, que na maioria dos casos são conniventes? É um absurdo mesmo. Tem mais é que denunciar e falar mesmo.

  • Carlos Eduardo disse:

    É preciso sim, muito mais ações nesse sentido, o de buscar esclarecimentos por parte desses profissionais, principalmente os educadores, para que a denúnica cresça na sociedade, como forma de proteção a essas crianças.

  • Claudia Veronika disse:

    Precisamos mesmo nos unir e divulgar tudo, o mundo precisa se conscientizar que esta é uma guerra para todos nós. Se nos calarmos hoje, amanhã poderemos fazer parte desta estatística.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *