Educação

Repetência no Brasil é uma das mais altas

796 3

A taxa de repetência dos alunos da primeira série da educação primária no Brasil é de 24,5%, uma das maiores da América Latina e Caribe. É o que aponta a publicação Situação da Educação na América Latina e Caribe 2010, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O estudo também mostra que a taxa de matrícula na educação pré-primária ainda é baixa no País. Apenas 50% dos meninos e meninas entre 4 e 5 anos estavam matriculados nesse nível educacional, enquanto a média dos outros países da América Latina era de 65,3%.

Já o percentual de matriculas na educação primária (6 a 11 anos) era de 95%, perto da média da região (95,3%). No entanto, o aumento entre 2000 a 2008 foi de apenas 2,6%. Ontem, foram anunciados só parte dos dados. A pesquisa completa será divulgada em 2011.

Fonte: O Globo (RJ); Estado de Minas (MG)

3 Comentários

  • A MORTE DOS PROFESSORES

    Depois de ler a notícia do assassinato de um professor em Belo Horizonte por um aluno e depois de constatar os fenômenos de violência cometidos aos professores em todos os lugares do país vemos que lentamente a figura do professor se esvai em meio a incompreensão dos cidadãos deste país e dos que comandam o poder , pois certamente o desrespeito aos educadores se inicia no ambiente familiar e se consolida na política salarial e nas séries de perdas que os trabalhadores em educação tem sofrido nos últimos anos. A prática já demonstrou que não há compromisso político com a educação por parte dos governos pois é mínima a aplicação da Lei do Piso Salarial Nacional dos Professores em todos os locais de nosso país o que denota completa ou total falta de respeito ao papel que os educadores desempenham em nossa sociedade.
    Por outro lado temos um processo quase que total de falta de representatividade política em nome dos direitos dos educadores o que acaba promovendo uma ação sindical mais comprometida com interesses políticos partidários do que com a real necessidade de luta dos educadores e em sua formação político – ideológica. A representatividade de luta dos educadores é hoje tolhida pela cooptação política dos grupos que comandam as bases sindicais que escondem a situação de desprezo aos educadores por parte dos que estão no poder. As representações sindicais de hoje não investem na formação política nem no conhecimento ideológico da posição dos educadores na sociedade nem promove ações práticas de enfrentamento da violência dentro e fora da Escola. A situação que vimos de professores no último Profissão Repórter que abordava a violência e a indisciplina na Escola prova que os professores estão se tornando reféns do medo e da falta quase que total de uma ação mais efetiva no processo de reconquista do papel do professor na sociedade. Essa ação é assim em todas as Escolas sejam públicas ou privadas, pois na Escola Pública a suposta estabilidade no emprego rui por faltas de condições de trabalho e pela geração de uma clientela completamente afastada do verdadeiro sentido da educação.
    O mundo que criamos para os educadores está doente, nossas escolas não mais transmitem valores e os professores são vítimas de um processo proposital de descaracterização da Escola e de desprezo por completo da Escola. Mesmo com tantas ações governamentais como Bolsa – Família vinculada à presença na Escola ou com medidas assistencialistas como Transporte Escolar, Livro Didático e Merenda Escolar nossas Escolas hoje não tem nessas medidas a complementação de uma ação de respeito ao caráter da descoberta, da pesquisa e da importância da formação para os jovens e os pais em sua maioria mandam seus filhos às Escolas apenas no interesse de garantir tais ações assistencialistas. As Escolas privadas em sua maioria não fazem educação , pois há uma completa responsabilidade em cima do professor no sucesso midiático das Instituições de Ensino e em caso de alguma falha desta função claro que sobrará para os professores que são demitidos como uma espécie de satisfação aos interesses econômicos em que se transformaram os ambientes de Ensino. A questão da educação é muito grave em nosso país exames nacionais e internacionais provam a falha do processo educativo e demonstram que muita coisa precisa ser feita para termos sucessos e crescimentos em atitudes de conhecimento e no desenvolvimento científico e tecnológico.

  • João Teles disse:

    Parabéns ao Blog! Estamos à disposição! João Teles de Aguiar – coordenador do Projeto Confraria de Leitura.

  • Embora a nobre colega ignore meus posts e meus e – mails estou enviando uma pequena reflexão sobre educação. Gosto muito do seu blog embora seja pouco interativo.

    O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança
    descobrir. Cria situações-problemas”.
    ( Jean Piaget )

    “Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes
    brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.”
    ( Paulo Freire )

    ” Ler não é decifrar, escrever não é copiar”.
    (Emilia Ferreiro)

    “Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação do homem.”
    ( Carlos Drummond de Andrade )

    “Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino”.
    ( Paulo Freire )

    Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
    Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.
    Mas no fundo isso não tem muita importância.
    O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos.
    Sonhos que o homem sonha sempre.
    Em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.”
    ( Shakespeare )

    ” O professor pensa ensinar o que sabe, o que recolheu nos livros e da vida, mas o aluno aprende do professor não necessariamente o que o outro quer ensinar, mas aquilo que quer aprender.”
    ( Affonso Romano de Sant’Anna )

    “Sem a curiosidade que me move, que me inquieta,que me insere
    na busca, não aprendo nem ensino”.
    ( Paulo Freire )

    “O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança
    descobrir. Cria situações-problemas”.
    ( Jean Piaget )

    “Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende”.
    (Guimarães Rosa)

    “Tão importante quanto o que se ensina e se aprende é como se
    ensina e como se aprende”.
    ( César Coll )

    “Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes
    brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se
    a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.”
    ( Paulo Freire )

    “Não se pode falar de educação sem amor”.
    ( Paulo Freire )

    “O profissional que não lê livros e revistas de sua especialidade é um charlatão”.
    ( Lauro de Oliveira Lima )

    “A educação é o processo pelo qual o indivíduo desenvolve a condição humana, com todos os
    seus poderes funcionando com harmonia e completa, em relação à natureza e à sociedade. Além do mais, era o mesmo processo pelo qual a humanidade, como um todo, se elevando do plano animal e continuaria a se desenvolver até sua condição atual. Implica tanto a evolução individual quanto a universal”.
    ( Friedrich Froebel )

    “Não devemos transformar a mediocridade em valor de vida”.
    ( Lauro de Oliveira Lima )

    ” Ler não é decifrar, escrever não é copiar”.
    ( Emilia Ferreiro )

    “Um livro pode ser nosso sem nos pertencer. Só um livro lido nos pertence realmente”.
    ( Eno T. Wanke )

    “De que adiantará um discurso sobre a alegria se o professor for um triste?”
    ( Artur da Távolla )
    “Educar é de certo modo transformar um animal humano em cidadão”.
    ( Ferreira Goulart )

    “O saber “entra” pelos sentidos e não somente pelo intelecto”.
    ( Frei Betto )

    “Educar é crescer. E crescer é viver. Educação é, assim, vida no sentido mais autêntico da palavra”.
    ( Anísio Teixeira )

    “Ao brincar com a criança, o adulto está brincando consigo mesmo”.
    ( Carlos Drummond de Andrade )

    “As crianças têm uma sensibilidade enorme para perceber que a professora faz exatamente o contrário do que diz”.
    ( Paulo Freire )

    “Nenhum ser humano é bastante perfeito para ter o direito de matar aquele que considera como inteiramente nocivo”.
    ( Gandhi )

    “Procure ser um homem de valor em vez de procurar ser um homem de sucesso”.
    ( Albert Einstein )

    “O coração da criança é campo favorável à semeadura do bem”

    “Se uma criança vive com aceitação e amizade aprende a encontrar o amor no mundo”
    “Duvidar de tudo ou crer em tudo. São duas soluções igualmente cômodas, que nos dispensam, ambas de refletir!”
    ( Henri Paincore )

    ” O nascimento do pensamento é igual ao nascimento de uma criança: tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor: intérpretes de sonhos.”
    ( Rubem Alves )

    ” Os educadores precisam compreender que ajudar as pessoas a se tornarem pessoas é muito mais importante do que ajudá-las a tornarem-se matemáticas, poliglotas ou coisa que o valha.”
    (Carl Rogers)

    Retirado do site:http://www.projetospedagogicosdinamicos.kit.net/index_arquivos/Page756.htm

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *