Educação

MEC não quer se envolver em polêmica de livro

196 15

O Ministério da Educação (MEC) informou que não se envolverá na polêmica sobre o livro com erros gramaticais distribuído pelo Programa Nacional do Livro Didático a 485 mil estudantes jovens e adultos.

O livro “Por uma vida melhor”, da professora Heloísa Ramos, defende uma suposta supremacia da linguagem oral sobre a linguagem escrita, admitindo a troca dos conceitos “certo e errado” por “adequado ou inadequado”.

A partir daí, frases com erros de português como “nós pega o peixe” poderiam ser consideradas corretas. “Não somos o Ministério da Verdade.

O ministro não faz análise dos livros didáticos, não interfere no conteúdo. Já pensou se tivéssemos que dizer o que é certo ou errado? Aí, sim, o ministro seria um tirano”, afirmou um auxiliar do ministro Fernando Haddad, pedindo para não ser identificado.

Fonte: O Globo (RJ)