Educação

Disciplina sobre direitos humanos deve ser adicionada ao currículo escolar

686 3

O representante do Conselho Nacional de Educação (CNE), Raimundo Feitosa, anunciou que o órgão estuda a inclusão de uma disciplina sobre direitos humanos no currículo do ensino básico, a partir de 2012.

A proposta é prevista pelo Programa Nacional de Direitos Humanos e tem por objetivo disseminar valores escolares “livres de preconceitos sociais e raciais, violência, abuso sexual e intimidação”.

Se aprovada pelo Congresso Nacional, esta será a quinta disciplina incluída no currículo do ensino médio nos últimos anos. As demais são filosofia, sociologia, música e espanhol.

Quase todas foram introduzidas com apoio de movimentos sociais, ONGs e entidades corporativas, sob a justificativa de que tornam as aulas mais atrativas e ajudam na formação intelectual e cívica das crianças e adolescentes.

Fonte: O Estado de S. Paulo (SP)

3 Comentários

  • Por mais louvável que seja o esforço do CNE pela inclusão de Diretos Humanos no currículo escolar, não terá o efeito desejado, porque não alcança a essência das necessidades educativas do ser humano. Informa, mas não forma o caráter.
    O mais coerente seria incluir Valores Humanos nesse currículo, pelas seguintes razões:
    O aprendizado de Valores Humanos gera transformações interiores, criando alicerces mais sólidos a se refletirem nas atitudes. É recurso único para formar cidadãos que poderão vir a realizar uma sociedade mais pacífica, mais ética, mais justa e mais feliz.
    Pensemos na importância das crianças e dos jovens a receberem diuturnamente ensinamentos sobre honestidade, não violência, ética, justiça, verdade, solidariedade, afetividade, respeito, etc., aprendendo a olhar o outro com um olhar de acolhimento, de paz, que são os fundamentos da não violência, e a admirar e amar a natureza e a vida, em todas as suas expressões.
    Nosso país está precisando urgentemente dessas MUDANÇAS na mentalidade, se quisermos um futuro melhor para nós e para nossos descendentes.
    O ensino de Valores Humanos em todas as escolas do país, do básico ao superior, será uma ação a frutificar em médio e longo prazo, mas de forma sistemática e progressiva. Não dará mais despesas à nação, e é de fácil implementação pelas escolas, posto que já existem excelentes conteúdos, inteiramente gratuitos (via Internet) para o ensino desses valores em sala de aula.

    Atenciosamente,

    Saara Nousiainen
    Coordenadora do Projeto Sócio-Educativo Cinco Minutos de Valores Humanos para a Escola, disponibilizado gratuitamente pela Internet: http://www.cincominutos.org
    Al. dos Jasmins, 323 Cid. 2.000
    Fortaleza-CE – CEP 60190-550
    Tel. 85 3249-6812
    caminhos2008@gmail.com

  • Por mais louvável que seja o esforço do CNE pela inclusão de Diretos Humanos no currículo escolar, não terá o efeito desejado, porque não alcança a essência das necessidades educativas do ser humano. Informa, mas não forma o caráter.
    O mais coerente seria incluir Valores Humanos nesse currículo, pelas seguintes razões:
    O aprendizado de Valores Humanos gera transformações interiores, criando alicerces mais sólidos a se refletirem nas atitudes. É recurso único para formar cidadãos que poderão vir a realizar uma sociedade mais pacífica, mais ética, mais justa e mais feliz.
    Pensemos na importância das crianças e dos jovens a receberem diuturnamente ensinamentos sobre honestidade, não violência, ética, justiça, verdade, solidariedade, afetividade, respeito, etc., aprendendo a olhar o outro com um olhar de acolhimento, de paz, que são os fundamentos da não violência, e a admirar e amar a natureza e a vida, em todas as suas expressões.
    Nosso país está precisando urgentemente dessas MUDANÇAS na mentalidade, se quisermos um futuro melhor para nós e para nossos descendentes.
    O ensino de Valores Humanos em todas as escolas do país, do básico ao superior, será uma ação a frutificar em médio e longo prazo, mas de forma sistemática e progressiva. Não dará mais despesas à nação, e é de fácil implementação pelas escolas, posto que já existem excelentes conteúdos, inteiramente gratuitos (via Internet) para o ensino desses valores em sala de aula.

    Atenciosamente,

    Saara Nousiainen
    Coordenadora do Projeto Sócio-Educativo Cinco Minutos de Valores Humanos para a Escola, disponibilizado gratuitamente pela Internet: http://www.cincominutos.org
    Tel. 85 3249-6812
    caminhos2008@gmail.com

  • Gabriela Almeida disse:

    Concordo em parte com o projeto, acredito que esteja incompleto. Defendo a inclusão do Direito no currículo Básico das escolas de forma mais abrangente. Noções de Direito Constitucional, por exemplo, não deveriam se limitar aos direitos e garantias fundamentais, mas deveriam abranger também noções das funções dos três poderes que regem nosso país. Parece complicado, mas profissionais capacitados saberiam passar isso conforme a faixa etária dos alunos. E desta forma, formaríamos alunos com capacidade de entender o funcionamento do Estado onde eles vivem. É absurdo chegar na faculdade e ver que pessoas chegam ali sem saber para que serve um vereador. A alienação cultural e principalmente política dos alunos é o fator principal da miséria que ainda existe em massa no país. O quadro só vai mudar quando uma nova geração de seres pensantes, capazes de discutir as contradições nas leis, na política e na sociedade como um todo, for formada, e esta formação tem que ser de base. Se nascemos e morremos regidos pelo Direito, deveríamos ter acesso ao aprendizado deste direito dentro das escolas.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *