Educação

Estudo do Ipea diz que há mais garotos que nem trabalham nem estudam no País

O número de homens jovens que nem trabalham nem estudam está aumentando no País, enquanto ocorre o inverso entre mulheres da mesma idade. Os dados são do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

De 2000 a 2010, o número de homens jovens que não trabalhavam nem estudavam aumentou em 1.107 milhão. Já o número de mulheres na mesma situação caiu 398 mil, segundo Ana Amélia Camargo, técnica de planejamento e pesquisa da diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Ipea.

Ela considerou a definição de população jovem entre 15 e 29 anos, de acordo com a Secretaria Nacional da Juventude. “Mudou o perfil dos “nem-nem”[como é chamado o grupo]. Isso tem a ver com a maior participação da mulher no mercado de trabalho e com a mudança de papéis”.

Fonte: Folha de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *