Educação

No Brasil, educação domiciliar está à margem da lei

169 1

O Brasil tem 800 famílias que adotaram a educação em casa, segundo a Associação Nacional de Educação Domiciliar. Há dois anos, eram 400 registros. “Não sabemos se houve crescimento ou se mais gente veio a público”, diz Alexandre Magno Moreira, diretor jurídico da associação. A lei brasileira não trata da educação domiciliar, o que dá margem a interpretações.

A Constituição diz que educação é dever do Estado e da família; para a Lei de Diretrizes e Bases e o Estatuto da Criança e do Adolescente, os pais devem matricular os filhos na escola. No entendimento do Superior Tribunal de Justiça, educação domiciliar é inconstitucional. Seis famílias já foram processadas pela prática, e, uma delas, condenada a pagar multa.

Mas já há parecer favorável a uma família. Tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 3.179/2012, do deputado federal Lincoln Portela (PR), que altera a Lei de Diretrizes e Bases, admitindo a educação domiciliar com acompanhamento do Estado.

Fonte: Folha de S. Paulo

1 comentário

  • Iana Pimentel disse:

    Assim como os pais tem a obrigação de matricular seus filhos no ensino regular, o estado tem também a obrigação de prestar conta do que a escola esta ensinando para seus filhos, isso infelismente não se vê. A familia tem o direito de decidir como vai proporcionar a educação de seus filhos, dependendo de suas condições.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *