Educação

As emoções de passar por um câncer

357 1

Em fevereiro deste ano, Priscila Veiga, de 18 anos, teve a confirmação de que a bolinha que crescia em seu pescoço era, na verdade, um linfoma de Hodgkin. A autoconfiança típica da adolescência fez Priscila esquecer a recomendação: “Se não sumir, você precisa voltar”. “A bolinha não doía, mas me incomodava quando usava colares. Dizia que era o meu filho”, lembra.

Ela buscou informar-se sobre a doença e o tratamento, sempre com o pensamento de que poderia vencer o tumor. Para tanto, o primeiro passo foi reunir o maior número de informações possíveis, e a internet tornou-se a principal aliada de Priscila. O desafio da menina mobilizou parentes e amigos. “Todo mundo ligava para saber como eu estava e sobre o tratamento. Fiquei cansada de responder sempre as mesmas coisas e decidi criar um blog em que todos poderiam saber o que acontecia”, explica.

A inspiração veio das dezenas de páginas com histórias semelhantes à sua que passou a acompanhar. Eis um belo exemplo de como a internet pode ser utilizada para informações corretas e que possam ajudar.

Priscila, te desejamos muita saúde e paz! Que a sua autoconfiança, sua esperança e amor sejam renovados a cada dia! Parabéns pela coragem.

Fonte: Correio Braziliense

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 16 =