Educação

Crianças não brincam com a conexão nas mãos

O pequeno Santiago Soares de Mendonça, de apenas 12 anos, já tem livre acesso à internet pelo smartphone. Por dia, gasta pelo menos duas horas entrando em redes sociais, e usando aplicativos de mensagens, como WhatsApp; canais de vídeo, como YouTube, e jogos on-line.

Ele faz parte da faixa etária que tem cada vez mais acesso à internet por dispositivos móveis, de acordo com a pesquisa TIC Kids On-line Brasil 2013, feita pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (nic.br).

Segundo o levantamento, o smartphone é utilizado por pouco mais da metade, 53%, das crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos para acessar a internet. Em 2012, esse número era de 21%. Já o acesso à rede por meio dos tablets cresceu de 2%, em 2012, para 16% em 2013.

Os números comprovam a tendência irreversível à mobilidade e o crescimento da demanda por planos que contemplem mais pacotes de dados do que ligações e SMS, ao contrário do que a maioria das operadoras oferece atualmente.

Fonte: O Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *