Futebol do Povo

Esclarecimento importante sobre o texto forjado como se meu fosse

7997 14

Fui surpreendido nesta segunda-feira com a divulgação criminosa através do Twitter, Facebook e Whatsapp de um “print” de um suposto texto meu que teria sido publicado aqui no blog, cujo o assunto é o público de Ceará x Bahia, final da Copa do Nordeste, e uma eventual recontagem dos pagantes.

De forma clara, explico: não fiz texto algum sobre isso. A montagem é estapafúrdia, grosseira, criminosa, patética, com erros de português ignorantes, retrato claro da maldade humana e dos crimes que são cometidos pela internet sem qualquer punição.

Mais: não tenho conta ativa no Facebook, apenas tenho uma conta no twitter: @fgraziani, além deste blog.

O departamento jurídico do Grupo de Comunicação O POVO está ciente e agradeço o apoio e a orientação para esta negativa e os próximos passos. Agradeço também aos de bom senso que me avisaram da divulgação e verificaram imediatamente o tamanho da farsa. Lamento também por quem conseguiu acreditar em algo assim e que agora espalha, também de forma vil e ordinária, a farsa. É tão tosco, nojento e rasteiro como o comportamento desonesto de quem perdeu tempo para forjar tal situação.

Por fim, agradeço a quem puder divulgar este post. Jamais peço tal coisa, mas neste caso me parece fundamental a ajuda de todos. Quem tem como ferramenta de trabalho as palavras, a seriedade, a responsabilidade e o profissionalismo, independente da concordância ou não de quem tem acesso ao que eu escrevo, sabe exatamente como estou me sentindo.

 

14 Comentários

  • Beto disse:

    Por aí vemos a mediocridade de alguns torcedores, o cara forjar uma matéria só pra espalhar o boato de que o recorde de público do jogo do Ceará não seria real e o Fortaleza seria o maior, qual a diferença isso faz, será que ele queria uma placa na sala de troféus do Fortaleza?? Meu Deus, é muita carência.

  • Antônio Marcos disse:

    Isto mostra que a criminalidade na torcida do Fortaleza está em todos os setores.

    Generalizar é um problema, Antonio. Não tenho ideia de quem fez isso. Independente de ser torcedor de time A ou B, se trata de uma pessoa rasteira, criminosa. Apenas lamento ter que gastar tempo me defendendo de tamanha barbaridade.
    FG

    • Antônio Marcos disse:

      Então é preciso relatar o papel de cada torcida na bagunça que ocorreu ontem sem generalizar. É preciso falar quem foi que invadiu primeiro o gramado do castelão e foi insultar com a torcida adversária. É Preciso falar qual torcida estava tomando os pertences dos profissionais que estavam trabalhando no jogo. É Preciso falar qual torcida, ganhando ou perdendo, sempre quebra o estádio e faz arrastão nas ruas da cidade de mesmo nome. É claro que não existem “santos” mas precisamos dar nome as “bois”. Sem generalizar!

      • Antônio Marcos disse:

        Quase esqueci. Obrigado pela atenção!

      • Dan Maha disse:

        Realmente é preciso mesmo esclarecer (não o F.G), porém, imagens diz tudo meu caro, ou você está querendo se enganar? Quem quebrou o lado de fora do estádio, quem quebrou cadeiras, televisores, portas, vidraças (todas do lado do ceará) … Ok, claro, a torcida foi “insultada”, grande argumento pra você. Já ouviu a frase de que “quando um não quer, dois não brigam”. Você com certeza viu os vídeos, porém, não quer acreditar, já que até dias atrás era tido como torcida “europeia pacífica”, que só quebrava recordes, nem seu “deputado” foi poupado dessa hein. Parabéns, “quebraram” mais um recorde, de cadeiras quebradas !!! Ah, a torcida do fortaleza invadiu primeiro sim, não aguentaram a pressão da perda do “Tenta” que estava nas mãos, deu no que deu …

  • alberto t disse:

    Queria saber o q leva esses sujeitos ignorantes a criar uma besteira dessa, fofoqueiros, mexeriqueiros safados, nem precisa se preocupar sr blogueiro q o povo de bem ñ dar nem a menor prá esses fora de leis, apesar de nem ter visto e nem precisamos ver, temos nojo disso.

  • Expedito disse:

    Caro Fernando Graziani,

    Sou cearense e moro em Natal, sou torcedor do Fortaleza e sempre estive nos estádios quando morava em Fortaleza, depois fiquei acompanhando meu Leão somente pelas redes sociais e internet, porém com a entrada da TV Interativo tive a oportunidade de assistir aos jogos do Fortaleza no campeonato cearense e na copa do nordeste.
    Hoje acompanho as notícias do futebol do meu estado por meio do seu programa Futebol do povo, até agora não perdi nenhum, inclusive nos feriados, e hoje pretendo assistir a edição de número 31.
    Feliz com a conquista do título cearense de 2015, gostaria de agradecer a TV EI por nos proporcionar a alegria de acompanharmos nosso Leão em qualquer parte do país, muito obrigado mesmo à todos que fazem este veículo de comunicação.
    Obrigado.
    Expedito

    Segue um tema para verificar com relação ao desagradável acontecimento na arena castelão ontem após o nosso título.

    Nas imagens da TV EI, em um momento em que é mostrada uma briga em frente banco de reserva que estava o Fortaleza, aparece um funcionário da federação, gandula ou maqueiro, não sei bem mas ele esta vestido com uma camisa verde e amarelo e com crachá, e ele aproveita um torcedor caído durante as brigas e chuta uma pessoa no chão que acaba caindo dentro do banco de reserva, o que achei um absurdo, não chamou atenção do narrador Jorge Igo, pois acredito não se ligar que um dos rapazes, eram dois, fazia parte do espetáculo e não poderia participar de pancadaria que na realidade não era com ele.
    abraços,

  • Carlão - Vanguarda Alvinegra disse:

    Fernando Graziani você ainda é um dos poucos jornalistas e radialista que tem credibilidade no estado do Ceará. Alguns radialistas principalmente de programas de torcidas do FEC não tem moral nem ética. Teve três pseudos radialistas do FEC em um programa de rádio as 21:10 na 860, que repetiram a exaustão que O Ceará não tinha colocado nem mesmo 60 mil pagantes. E o pior é que a direção da rádio faz que não ver, e a APCDEC fica calada perante esses pseudos profissionais, que usam da mentira para fazer média com os ouvintes.

  • Ricardo Sena disse:

    Eu, como torcedor, depois de ler essa postagem, cujo tema seja reflexo talvez dessa rivalidade bucéfala, doentia e irracional entre Ceará e Fortaleza, digo que está muito difícil manter o interesse pelo futebol.

  • João Vitor disse:

    Pois é Graziani eu vi hoje, descobri logo que era montagem, porém vi muita gente achando que era verdade.

  • Amaury disse:

    Esquenta não Graziani aqui até pentacampeonatos são falsificados, imagine um texto seu. Mas cuidado, burrice pega no ar, rs.

  • Ernesto Matos disse:

    Quero me solidarizar com o profissional Graziani, que é dos pouquissimos imparciasis no futebol Cearense, sou profissional de informática e sei que com muita frequência esta tecnologia é utilizada indevidamente. Quanto a quem invadiu primeiro ou depois, ou quem insultou os torcedores antes das invasões, é com a polícia, lembro só quem quer ser santo lembre que a sede de uma torcida alvinegra, já foi invadida pela polícia, sendo encontrado, carro roubado, drogas e armas. se assobiar eu digo qual. Não há santo nesta história.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − quatro =