Futebol do Povo

Alexandre Irineu garante: má fase do Ceará não tem relação com preparo físico

724 2

irineu

Convidado do Futebol do POVO desta terça-feira o preparador físico do Ceará, Alexandre Irineu, garantiu que os jogadores que foram campeões da Copa do Nordeste e seguem no elenco estão com preparo em dia e não tiveram perda de rendimento.

Irineu concorda que o elenco chegou ao ápice nas finais da competição regional, mas afirmou que nos seis jogos que a equipe realizou na Série B até agora, uma vitória, um empate e quatro derrotas, em nenhum momento a condição atlética pode ser apontada como causa dos resultados ruins.

Contratado junto com o técnico Silas, Irineu já trabalhou no Fortaleza e em mais de 26 clubes do Brasil e do exterior. Para ele, com as novas contratações que o Ceará fez, o desafio agora é deixar os atletas preparados de forma homogênea, algo que deve acontecer em um mês. “Em termos de grupo regredimos para o começo da temporada porque agora temos muitos atletas em condições diferentes de preparo físico”.

O Futebol do POVO é exibido ao vivo de segunda à sexta, às 18 horas, na TV O POVO e no Esporte Interativo Nordeste.

Recomendado para você

2 Comentários

  • Amaury disse:

    Ví a excelente entrevista e dou razão ao Irineu, profissional correto e dedicado. O time que era bom foi desfeito, perdeu o estadual como podia ter ganho os deuses do futebol aprontaram mais uma e esta é a sua beleza, agora tem de formatar outro em plena competição e isto demora, é claro. Vamos aguardar os contratados em campo e não fazer como fizeram com o bom Eloir que foi escrachado já na primeira partida e nunca mais se firmou. Alguns energúmenos querem escalar os únicos times que temos e como não cola tome esculacho em técnicos e jogadores, os caras esculhambam tudo, Ricardinho foi endeusado e o clube teve de pagar bem mais quando o cara tinha contrato até o fim do ano e tolamente renovaram mais caro antes do tempo por pressão de muitos como se o bom jogador fosse um Messi, massacram o alvinegro por Magno Alves ter usado o clube como bem quis e se mandou como muitos fazem, a defesa antes era a melhor do mundo hoje “bate cabeça”, os volantes alvinegros eram a nível de seleção, agora são pernas de pau, Assizinho que antes era um bonde foi só fazer uns gols que virou o papa, agora é a vez do Marinho que como não é besta sabe que em terra de cego quem tem um olho é rei e seu empresário diz negociá-lo pro exterior no que pode ser mais pressão para turbinar salário de um bom jogador mas que o o clube já teve centernas melhores e outros surgirão, se Marinho se for e daí? o Ceará acaba? isto é desrespeito ao glorioso clube, quer ir? vá, xau e beçça, mas antes deposite a multa contratual e boa viagem. Ouvi loas que o tal Pimentinha cai como luva do alvinegro, esquecem que ele jogou em dois clubes maiores ano passado e fracassou, mas aqui é um semideus, durma-se com isto. No tricolor não deixam por menos querem que o clube seja punido pelo adversário ter rescalado um jogador irregular em todo um campeonato, ou seja para contentar os poderosos da mídia condene-se A VÍTIMA, isto é demais senhores. Escracham a diretoria por terem resolvido mudar o elenco após mais um fiasco no mata-mata da terceirona quando antes pregavam exatamente isto. Endeusam Robert que aqui como lá só fazia gols em time pequeno, num dia de muita sorte fez três exatamente no combalido e em crise alvinegro, coisas do futebol e só, araruta tem seu dia de mingau. Reclamam que não lançam jovens da base e quando lançam humilham como fazem a Robinho que tem contra si campanha sórdida e injusta. Erivélton que se ainda não foi devidamente testado não falhou nos jogos que fez é responsabilizado por um gol claramente de fora da pequena área que é da zaga que parou, assim não dá mesmo. O pior, alguns apedeutas querem por que querem que Ceará e Fortaleza sejam punidos com vinte, isto mesmo vinte mandos de campo pela invasão das torcidas em que os clubes tem na verdade pouca ou nenhuma culpa já que pagam xilhões em cada jogo até para o absorvente dos árbitros e muito por uma segurança quem ninguém sabe quem faz ou quem manda, um absurdo, o pior dirigentes silenciam inexplicavelmente sobre tantas marmotas. Ceará e Fortaleza alugam e pagam por grades que para nada servem milhões e se tivessem comprado já as teria pago dez vezes, mas ninguém vê isto, claro. É hora da verdadeira reflexão, que profissionais serenos, isentos da fatal paixão clubística e com nova visão da realidade sejam o contra-ponto a tanta iniquidade e manipulação. O futebol aqui é uma bela fonte de renda, ganha pão de muita gente, que continue sendo, não pode estar é sob a ótica tacanha de vontades e chiliques de quem se imagina dono dele e principalmente das gloriosas torcidas alvinegra e tricolor estas sim o patrimônio maior do futebol cearense. Meu mais veemente protesto.

  • Amaury disse:

    Mato a cobra e mostro a peçonha. Leiam e pasmem: Ceará e Fortaleza pagaram somente neste ano exatos 1 milhão 501 mil reais numas tais “OUTRAS DESPESAS-Segurança privada, grades, lanches e rádios” o alvinegro pagou 772 mil e o tricolor 728 mil. E esta rubrica de despesa é apenas uma das 21 é isto mesmo VINTE E UMA que constam de qualquer borderô o que faz com que em média 56% das rendas sejam utilizadas como despesas para tudo que é bicho de orelha, confiram se dúvida tiverem. Eis porque o Ceará vai bem por há mais tempo filiar sua toprcida e o Fortaleza hoje faz o mesmo e colherá excelentes resultados, com renda dos jogos vão a lugar nenhum, esta só dá prá mamata … de quem mesmo? O mais esquisito: nenhum clube ousa peitar esta marmota … por que mesmo? Uma pasagem ida e volta com hotel pago em Jalisco ver a estréia do Marinho a quem souber e divulgar.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 11 =