Futebol do Povo

Com ingressos a 10 reais, Ceará viu público e renda aumentarem em sete e oito vezes

1000 11

castelao

A diretoria do Ceará tem um desafio grande pela frente: entender o seu torcedor. A estratégia de ingressos caros – aumento de 30 para 50 reais – visando aumentar o número de sócios sucumbiu em pouco tempo e não resistiu aos resultados ruins na Série B. Para tentar atrair o público o ingresso caiu para 10 reais e o que se viu foi um aumento enorme na renda e na presença de torcedores na Série B.

Os números chamam muito a atenção. Nos quatro primeiros jogos como mandante – ingresso a 50 reais para não sócio – o alvinegro levou 4957 torcedores por partida, totalizando 19828 pagantes. Nas duas partidas seguintes – já com 10 reais o ingresso e cinco a meia entrada – o time teve 66293 torcedores, média de 33143 por jogo, um aumento de quase sete vezes.

A renda bruta segue a mesma lógica. Se no total das quatro primeiras partidas o time arrecadou apenas cerca de 142 mil reais – média de pouco mais de 35 mil reais – nas duas seguintes foram 564 mil, média oito vezes maior de 282 mil por jogo.

Sempre defendi que o valor dos ingressos não podem ser fixados antecipadamente para casos de clubes que não tem ocupação total pela presença de sócios. Entendo que os valores devem variar. É preciso analisar o momento da equipe, presença de reservas ou titulares, o adversário, a rodada do campeonato, os atrativos do espetáculo, os objetivos para o jogo e o horário, variáveis do negócio futebol que a diretoria precisa entender e, muitas vezes, não consegue. Como consequência, estratégias sem estudo e lógica ou atitudes populistas quando o desespero aparece.

Na experiência recente do Ceará, o clube estava tendo prejuízo no borderô com rendas líquidas negativas e atuando com estádios vazios. Com a diminuição para 10 reais – um valor muito baixo, convenhamos – o Castelão ficou cheio e as rendas aumentaram muito. É preciso efetivamente avaliar todo esse processo e pensar também nos sócios torcedores, já que muitos não ficaram satisfeitos com as promoções.

Por falar em sócios torcedores, o Ceará continua divulgando muito mal seu programa. Há vantagens que vão muito além do preço do ingresso, tanto que é possível que o torcedor que for inteligente e souber aproveitar recebe dinheiro para ser sócio. Ocorre que a comunicação é falha demais, não trabalha conteúdo e não há investimentos. Assim, os números seguirão estagnados como agora, na casa dos 10 mil sócios.

Recomendado para você

11 Comentários

  • Cesar de São Paulo disse:

    Os preços dos ingressos do jogo passado, deveria ser mantido até o final do campeonato, pois tinha ingressos de 10 reais, 30 reais, 70 reais, 120 reais, tinha ingressos pra pessoas de todos os níveis financeiros.

  • MILTON disse:

    CONCORDO QUE SEJA MANTIDO ESSA POLÍTICA DE PREÇOS , POIS A GRANDE MAIORIA
    DA TORCIDA É DE BAIXA RENDA , ASSIM COMO A MAIORIA DO POVO BRASILEIRO, QUEM
    FAZ O SÓCIO TORCEDOR O PRINCIPAL INTUITO É O DE AJUDAR O SEU TIME DO CORAÇÃO,
    EU MESMO TENHO SOU SÓCIO TORCEDOR NO INTUITO DE AJUDA , COLABORAR, POIS
    MORO FORA DO ESTADO DO CEARÁ, e AINDA PG, TV A CABO PARA ESTA ACOMPANHADO
    O VOZÃO, POIS SER CEARÁ É PAIXÃO, PARA O RESTO DA VIDA.

  • alberto t disse:

    Q os fictícios torcedores do vozão, leiam bem essa matéria, um colírio prá quem gosta de ler coisa reais e bonitas, parabéns ao sr BLOGUEIRO, viram a frase dita pelo editor? A DIRETORIA DO VOZÃO EM POUCO TEMPO”SUCUMBIU”, sem comentários, só aplaudir pela magnífica matéria, e ainda vou compartilhar prá uns 20 milhões de torcedores do vozão em todo o Brasil e do mundo também, alguém pode falar, mas esse tal Alberto T e o José são mesmo P com a nossa diretoria, meus amigos alvinegros, como venho falando, ñ torço por sacana nehum, torço pela instituição CSC, querem q eu torça praquele maldito Rabelo?

  • Heré disse:

    Próximo jogo será 1 Kg de alimento não perecível.

  • Eymard disse:

    A Diretoria deveria colocar as torcidas organizadas na parte superior do lado direito das cabines,à preço de 10 reais ou 15 reais e também para os não sócios torcedores. Na parte inferior das arquibancadas , seriam contemplados os sócios torcedores, conforme cada tipo de plano em termos de localização. Reflitam sobre a ideia. Atenciosamente.

  • Leandro Gonçalves disse:

    Em termos de série B,pela situação do time,esse ano tem sido atípico…Então acho bastante complexo analisar o comportamento do torcedor diante dessa perspectiva atual,onde as emoções mudam a cada dia…
    Mas é fundamental a manutenção de um preço acessível pelo menos até a recuperação do time…O que não dar é o time jogar com estádio vazio,sem a pressão do torcida…Eles tem é que sentir na pele a pressão vindo das arquibancadas e se darem conta de que não estão vestindo uma camisa qualquer…

  • CALANGUIM DO NORDESTE disse:

    ANTONIO, leia a segunda frase toda, bixim, tá lá para quem sabe interpretar um texto, nego véi.

  • alberto t disse:

    É isso mesmo meu amigo Calanguim do Nordeste, onde estamos mesmo? enqto 99% prega o bem pro vozão, 1% prega a desgraça, lamentável isso.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + seis =