Futebol do Povo

Fortaleza: fora da Copa do Nordeste 2018, Copa do Brasil é meta obrigatória

3365 24

O ruim desempenho do primeiro semestre deste ano tirou o Fortaleza da Copa do Nordeste da próxima temporada. De cara, além do prestígio, são cerca de R$ 900 mil reais que não serão ganhos pelo clube só de cota pela participação da primeira fase, além das rendas e, evidente, da possibilidade de avançar na competição e gerar mais receita.

A entrada na Copa do Brasil, portanto, ganha mais importância e os dirigentes sabem perfeitamente disso. O time, ainda que não atue com seu elenco principal, tem obrigação de ganhar a Fares Lopes, até porque a sua receita em comparação a dos concorrentes é abissal e ocorreram investimentos específicos para essa competição. Vencendo, o Tricolor – que empatou na primeira partida da semifinal contra o Iguatu por 1 a 1 – garante vaga sem precisar do ranking nacional, que será calculado apenas depois do fim da temporada.

Além de não ficar de fora de uma competição nacional em que entram quase 100 clubes, as cotas da Copa do Brasil em 2018 serão triplicadas em relação a 2017, já que um novo contrato foi firmado com a Rede Globo. Para ser ter uma ideia, o campeão vai receber R$ 50 milhões e o vice, R$ 20 milhões.

É certo que ter garantido o acesso para a Série B garante – como já mostramos em textos anteriores – cerca de R$ 10 milhões a mais de receita diversas ao Fortaleza – cotas, mensalidades de sócios, rendas e possíveis patrocinadores, com a Caixa – e era o grande objetivo do ano, mas uma temporada precisa ser pensada para além disso e com o clube participando das principais competições nacionais.

Recomendado para você

24 Comentários

  • LeaonaSerieB disse:

    Vale salientar que é necessário lembrar que, apesar dos maiores ganhos nas cotas de TV da Série B, os custos de se manter um time com chances de subir para Série A também são maiores e uma coisa acaba compensando a outra e não sobrando nada ou até tendo prejuízo. A não ser que o clube tenha receitas que superem os gastos com o elenco, como aumento no número de sócio-torcedores, patrocinadores com maior investimento, além de maiores rendas.

  • Roberio disse:

    Fortaleza tem obrigação de conseguir a vaga na Copa do Brasil. Os participantes da Série B de 2018, o Fortaleza já será um dos clubes que mais arrecadará valores.

  • João Ximenes disse:

    PARTE I

    “O ruim desempenho do primeiro semestre”, EU chamo de “O PÉSSIMO DESEMPENHO DO PRIMEIRO SEMESTRE !
    Foi simplismente RIDÍCULO o Fortaleza Esporte Clube 2017 no início da temporada. E quando digo Fortaleza Esporte Clube, falo LITERALMENTE o Fortaleza Esporte Clube, porque todos os setores falharam.

    1. Diretoria pelo desmonte total do time do ano anterior;
    2. 1ª comissão técnica contratada que vinha do ano anterior(Hemerson Maria);
    3. 2ª comissão técnica que tinha abandonado a equipe na reta final de 2016(Marquinhos Santos).

    ZAGO caiu de paraquedas no Pici considerando uma desclassificação do Fortaleza Esporte Clube dentro do Castelão em 2016 – não era garantia de nada -, MAS, no entanto acabou conseguindo o objetivo. PIMBA !
    ATIRARAM NO QUE VIRAM, acabaram ACERTANDO NO QUE NÃO VIRAM !

  • CARLOS LIMA disse:

    até porquê se o FORT (15 C ) for depender do Ranking da CBF para participar da
    Copa do Brasil, vai demorar mais uns 30 anos pelo menos, até que ele saia da atual
    posição no Ranking que até o ano passado era o 43 colocado.

    diferente do CEARÁ que é o 23 no Ranking da CBF, um dos 250 motivos porque é o
    maior do Nosso Estado e um dos maiores do Nordeste.

  • João Ximenes disse:

    PARTE II

    “O time, ainda que não atue com seu elenco principal, tem obrigação de ganhar a Fares Lopes, até porque a sua receita em comparação a dos concorrentes é abissal.”

    Costumo dizer que RECEITA não entra em campo, e falar de OBRIGAÇÃO de vencer, seja pro “time principal” ou o da Fares Lopes não passa de pura IMAGINAÇÃO na cabeça de quem não acompanhou o desempenho desse elenco nas competições disputadas, quando esse Fortaleza Esporte Clube 2017 conseguiu se EQUIPARAR a todos os adversários que enfrentou até aqui dentro do campo, passando sufoco na Czona, se impirulitando no Nordestão e CB, fazendo VERGONHA a sua TORCIDA e trazendo PREJUÍZOS FINANCEIROS pra Entidade Fortaleza Esporte Clube, pois dentro do campo de jogo – onde “diferença abissal” tinha de ter se apresentar -, ficou só na LENGA LENGA e CONSOLO por conta do Acesso conquistado.
    FOI O QUE SOBROU DE BOM NESSE 2017.

    PROBLEMA TÉCNICO INDIVIDUAL É O CÂNCER DO FUTEBOL !

  • Jose Ivanilto Dias disse:

    Com certeza, GRAZIANE esse é o foco realmente do Leão.

  • Robson disse:

    Em que pese o principal objetivo da temporada ter sido alcançado, ficar de fora do Nordestão é um prejuízo considerável, mas que precisa servir de lição para que a mediocridade verificada no primeiro semestre desse ano não se repita em 2018. Pelo menos o clube tricolor não apelou a expedientes escusos, reuniões secretas e manobras imorais para tentar comprar vaga de outros times. Perder a vaga é ruim, mas abrir mão da moral é pior ainda.

    O possível título da Fares Lopes vale muito mais pela vaga na Copa do Brasil do que propriamente pelo título (se bem que é sempre bom ter a oportunidade de eliminar o time que usa o terreno alheio de um certame), mas ainda tem muita disputa antes de concretizar tal vaga, vale lembrar que comemorar vaga faltando quase uma dezena de jogos a disputar é tradição de uma torcida acolá, mas não pode ser copiada pelo tricolor consciente.

    Vamos e busca dessa vaga que ajudará a diminuir um pouco o prejuízo causado pelo catastrófico começo de ano tricolor e lutar para em 2019 voltarmos ao regional da forma que deve ser: como competência dentro de campo.

    Seja como for, 2018 tem tudo para ser um ano muito melhor do que 2017 para o clube e a torcida tricolor.

    Saudações Tricolores !

    • CARLOS LIMA disse:

      esse negócio de “comprar” vaga, me faz recordar o ano de 2011, quando um time de camisas “coloridas” que usa um CT emprestado pelo Ribamar Bezerra, (mas que os torcedores pensam que o CT pertence ao time ) que no PV jogando contra o CRB, atrasou o jogo por 20 minutos no segundo tempo, com a intenção de negociar com os jogadores do CRB dentro do campo, depois que souberam do resultado do jogo entre
      Campinense x Guarani, em Campina Grande.

      se fosse uma invenção de um torcedor do Ceará, com certeza não iria para o STJD por duas vezes ser julgado. não foram punidos porque o árbitro do jogo não colocou na súmula, os diálogos que ele ouviu dentro do campo, entre o Carlinhos Bala e alguns jogadores do CRB. porque se ele tivesse colocado o que eles conversaram,
      era punição pra ir para a Sèrie D, e o Campinense voltar para a Série C.

      • Robson disse:

        Julgado duas vezes e absolvido nas duas por quê a única prova que apresentaram dessa tal combinação foi um vídeo editado por um torcedor alvinegro. Gênios !

        Ao contrário, a tal reunião para compra de vaga por um clube acolá foi assumida por quem esteve envolvido na negociata, sendo que os gênios inclusive documentaram a negociação em ata.

        Nem precisa ser especialista em sistema de provas para perceber o abismo entre as situações, basta ter um pouco de bom senso e equilíbrio mental, duas coisas que obviamente você nunca teve.

        Saudações Tricolores !

        • CARLOS LIMA disse:

          em resposta as besteiras que você diz, vou citar o que disse um dos julgadores do STJD que votou pela punição do FORT (15 C) e do CRB..

          voto pela punição dos dois (CRB e FORT (15 C) porque sei que ” TEM CARROÇO NESSE ANGU”

          entendeu o que ele quis dizer ou é preciso fazer um desenho ???

      • LeaonaSerieB disse:

        Ainda está falando essa asneira master?

        Muita falta do que fazer mesmo!

        Só podia ser mesmo torcedor das vovozentes kanalinas.

      • LeaonaSerieB disse:

        Outra asneira, seria tirar a vaga do Leão por causa que o Campinense venceu um jogo com um verdadeiro assalto por parte da arbitragem ao time de Sobral. Seria a injustiça das injustiças.

        Já a história do Carlinhos Bala é igual a conto da carochinha.

  • Francisco disse:

    o Fortaleza tem tudo.pravser finalista da serie b em.2019

  • José Humberto disse:

    Sair da Série C salvou o ano do Fortaleza, independente de qual serie jogara o rival no proximo ano ou se participaremos ou não de outras competições. O que vier agora é lucro.
    Varios times de destaque do nordeste já ficaram sem está participação na copa do nordeste e não sucumbiram, na série B o Fortaleza vai fazer um time competitivo, teremos muitas alegrias no ano do nosso centenário.

  • Terceirizado disse:

    O time do CT emprestado não se conforma de ver o Ceará colocar mais público num jogo que não decide título ou vaga do que eles,os nanicos da terceira colocaram apenas 43 mil numa decisão de campeonato brasileiro? chacota do futebol nordestino! kkkkkkkkkkk

  • TERCEIRA NEM EM SONHO disse:

    Eita Mah… Falando em receita, meu Vozão em 2018 figurando na ELITE NACIONAL (SÉRIE A), terá a receita dobrada pela CAIXA, RECEBERÁ 1 Milhão só por participação na CN, sem falar nas rendas e nas outras fases da competição, a mesma coisa ocorrerá na CB, receberá uns 40 milhões de cota de TV na série A, mais rendas de bilheterias…mais rendas de patrocinadores… mais rendas e mais rendas… Haja liga para amarrar tanto dinheiro e carros forte para transportar o dinheiro KKKKKKKKKKC15C15C15C15C15C15C15C15C15C
    TERCEIRA DIVISÃO NEM EM SONHO

  • Helio Franco disse:

    Afinal, João Ximenes e demais tricolores, qual a chance – falando-se em mero palpite, considerando-se o que já vimos do CSA no primeiro jogo, e as sabidas limitações e qualidades do nosso elenco, em termos de Série C – do Fortaleza reverter a vantagem que o CSA construiu no primeiro jogo e ganhar o título da Série C, sãbado, em Maceió? O%, 1%, 2%…?

  • João Ximenes disse:

    Diga lá HÉLIO FRANCO.

    CARA… esse ano mais uma vez o FUTEBOL provou que tudo é possível, principalmente quando esse “time” 2017 conquistou o Acesso. Jogo da volta em Maceió “pode” não ser diferente dos acontecimentos até aqui.
    Do jeito que eles vieram aqui e conseguiram vencer, podemos chegar lá e vence-los também.
    Dar um PALPITE nos nossos jogos esta temporada foi o que mais fizemos nas mesas dos bares entre uma e outra gelada, porque, CRAVAR não DAVA, não DARIA e não vai ser agora que pode DAR o que a gente PALPITAR.
    Esse “time” – pra MIM que já faz tempo PREFIRO não comentar sobre ele diretamente que é um ESTRESSE puro – e mais o FUTEBOL 2017, diria que, a receita é não esperar muito, que ele acaba dando uma resposta que a gente queria e/ou espera.
    Por isso, EU, particularmente, prefiro praticar o que mais fiz esses últimos 08 anos: ESPERAR.

    Falando mais diretamente sobre o jogo e acabando dando um PALPITE – pois tecnicamente seria impossível prever algo que não fosse uma angústia daquelas – “se” não considerarmos os altos e baixos desse “time 2017” dentro da competição até aqui, e considerando somente esse primeiro jogo da decisão, ACREDITO que dá pra pelo menos levar o jogo pros penaltes. Conseguindo isso, vamos decidir na forma que mais ficamos dependentes esse ano e acabamos saindo vencedores quando do Acesso que foi A SORTE.

    O que CSA fez aqui foi se aproveitar de um “time” que joga UMA partida mais ou menos, emenda com outra partida ruin pra depois lampejar com um jogo razoável.
    E os gols sofridos(2) falam por si só, quando de uma cabeçada quase que sem ângulo que bate nas costas do FELIPE deslocando o BOECK e a infelicidade do PABLO que se não tenta cortar e faz contra, o jogador deles chegaria do mesmo jeito. Melhor levar um gol contra tentando salvar que levar um gol direto por uma furada sem precedente.
    O “nosso gol” posso até dizer que foi UM GOL com a CARA do “time 2017”, quando o LAMPEJADOR que acabou no banco no início da competição entrou no jogo, tentou cruzar rasteiro, desviou na zaga e enganou o goleiro. Outro LAMPEJO.

    1 X 2 e até um 2 X 3 não está DESCARTADO.
    Mas pra isso, e ao contrário do que disse aquele “dirigente” que, ALIVIADO pelo Acesso baixou o nível quando o “time” que ele formou conseguiu sair dessa maldita Czona: “MORRER NA SÉRIE C É O C…LHO” e depois o mesmo dito cujo, já mais dentro da realidade soltou essa: “ESPERO QUE ESTEJAMOS NUM BOM DIA E O CSA NÃO”… diria pra ele o seguinte:

    “DIA BOM E RUIN É O C…LHO. TEM É DE JOGAR BOLA”.

    Um abraço.

  • CARLOS LIMA disse:

    o CSA nunca imaginou que ganharia um titulo da Série C de maneira tão fácil.
    enfrentou um TIMECO que nem sabe como conseguiu o acesso e muito menos
    sabe como chegou na Final da Série C.

    venceu o primeiro jogo (2×1) facilmente, parecia que estavam jogando em Alagoas
    fizeram o terceiro gol facilmente, mas o bandeirinha conseguiu ver impedimento,
    na imagem parada não dá para ver se estava impedido, questão de centímetros.

    no jogo da volta a unica incerteza é de quanto o CSA vai vencer o jogo. ou se vai ser campeão empatando. porque o FORT (15 C) vencer jogando fora de casa é tão raro acontecer, que são duas vezes no máximo que isso acontece durante o ano.

  • Helio Franco disse:

    Valeu, João Ximenes! Achei muito lúcido, pertinente, o seu “comentário-análise-palpite”, Abraço, grande João! Carlos Lima, vi razoabilidade no seu comentário, apesar do compreensível e costumeiro veneno que você destila contra o nosso Leão de aço, por motivos óbvios.
    Usando as palavras de João: desejo que os nossos atletas que”joguem bola”, mas, para ser também flexível, gentil, grato e metafísico desejo-lhes concentração, equilíbrio, consistância efetividade e sorte. Quero muito esse título, mas se não vier, tudo bem, João já explicou, mas, para mim, um título nacional é desejo antigo. (Seja Série B ou C).

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *