Futebol do Povo

Em boa iniciativa conjunta, Ceará e Fortaleza buscam gerir PV; veja o que disse o prefeito Roberto Cláudio

1328 12

O prefeito Roberto Cláudio, durante almoço com empresários nesta sexta-feira, 20, confirmou que recebeu consulta de Ceará e Fortaleza para que ambos tenham participação na gestão do estádio Presidente Vargas.

Ao blog, fontes confirmaram a iniciativa conjunta dos clubes. Nada ainda foi colocado no papel. São, portanto, conversas iniciais, mas que revelam algo raro: diretorias de Fortaleza e Ceará pensando e participando de reuniões em busca de melhorias perenes.

Um dos objetivos é diminuir as despesas gerais nas partidas. Outro é administrar as receitas dos bares que ficam dentro do estádio. Assim, o PV seria uma alternativa melhor para encontros que não necessitem ser realizados na Arena Castelão, dando mais opção para os clubes.

Abaixo, exatamente o que o prefeito falou sobre o assunto, colaboração da repórter Leticia Alves, do núcleo de Política, para o Blog:

“Tem um pleito dos clubes cearenses, Fortaleza e Ceará, em discutirem, ninguém sabe o formato ainda, um regime de gestão para o PV. E disse que não tenho interesse em entregar o PV. O PV é um estádio local, da cidade, do futebol cearense, mas não só do futebol cearense, mas de eventos da cidade. Não acho que seja para o melhor interesse da cidade apenas privatizar ou concessionar o PV para qualquer um. Entretanto, surgiu essa possibilidade. Os clubes nos procuraram para Fortaleza e Ceará buscarem algum regime de co-gestão do PV com a prefeitura, ou assumirem o PV, ou assumirem co-gestão com a prefeitura, terem algum tipo de envolvimento no gerenciamento do PV. Essa é uma notícia nova que eu não tinha dado pra ninguém. Estamos estudando ainda internamente as possibilidades disso. Se for boa para o futebol cearense, será para a cidade. Obviamente, a prefeitura ainda está vendo a matriz de custos, mas estamos explorando essa possibilidade de ter um estadio de co-gestão dos clubes cearenses com a prefeitura”.

12 Comentários

  • Leandro Gonçalves disse:

    Agora perguntem ao prefeito quais eventos em prol da cidade foram realizados no PV nos últimos meses? Nenhum! O PV sempre sera pro futebol…

    Boa iniciativa dos clubes. Ainda mais quando fica visivel que os borderôs dos jogos de Ceará e Fortaleza estão sendo mascarados pela arena castelao. De tanto assistir jogos,ganhamos percepção do quantitativo de público.No jogo do 8C x CSA era visivel que tinha mais de 43 mil pagantes. Ontem,em Ceará x figueirense acredito que tinham em torno de umas 40-42 mil pessoas. Mas foi informado 37 mil . Tem coisa errada ai…

  • Eduardo disse:

    O nome da organização que vai gerir o PV (não sei qual o formato): CEFORTE.

  • Barbosa disse:

    O PC é colorido e feliz como o Tricolor de Aço do Pici. Assim como o CasteLEÃO que é a cara do Rei Leão de Aço, Grande e Vibrante.
    Saudações Tricolores!

  • João Ximenes disse:

    E EU digo o seguinte:

    O agora, e de novo LEÃO DE AÇO, na próxima temporada vai tá jogando a Bzona e o PVzin vai ficar pequeno, uma vez que só Sócio Torcedor já passam dos 12 mil, e com certeza esse número pode dobrar.
    CAPACIDADE TOTAL DO ESTÁDIO pra dividir pros 20 mil Sócios(?) + os NÃO Sócios que ainda vai ser a maioria é = a… a ?!
    VAI CABER ?

    Eles LÁ(os daqui) tão batendo as portas da Azona.
    Azona é sinônimo de Flamengo, Corinthians, Palmeiras, no que com a empolgação dos já TORCEDORES local + torcedores que veem dos estados vizinhos é = a…a ?!
    VAI CABER ?

    Usar o PVzin somente em jogos intermediários não pode virar um prejuízo financeiro ?

    Bzona, maioria dos jogos são com “times intermediários”.

    Azona, maioria são jogos de apelo popular, e com certeza, CASTELÃO vai acabar sendo mais utilizado que o PV.

    Digamos que os dois(Leão de Aço e Eles LÁ – os daqui) joguem a mesma Bzona.
    GRAMADO VAI AGUENTAR TODOS OS 76 JOGOS ?

    A NÃO SER QUE NOSSOS DIRIGENTES COM SUAS VISÕES ESPECULARES DE FAZER FUTEBOL E DE ADIVINHAR, JÁ ESTEJAM PREVENDO FRACASSO DOS DOIS REPRESENTANTES EM SUAS RESPECTIVAS COMPETIÇÕES(ou mesma).

    É uma FACA DE DOIS GUMES assumir um compromisso dessa magnitude.

    O próprio CASTELÃO pode servir de exemplo quando os dois Clubes fecharam contrato de exclusividade e acabaram abrindo do pau DUAS ou TRÊS vezes cada UM.

    Só que o caso ai é diferente: CASTELÃO FOI PELA GRANDEZA DE ESPAÇO E A BAIXA FREQUÊNCIA DO TORCEDOR dos dois Clubes.
    Mas isso era quando os dois Clubes CAPENGAVAM em campo mais que jogava.

    2018… SERÁ QUE OS DIRIGENTES VÃO TER CORAGEM PRA FORMAREM TIMES COMPATÍVEIS COM A GRANDEZA E PACIÊNCIA DE SUAS TORCIDAS ?

    Na dúvida, melhor ficar boiando entre PV e CASTELÃO alugados, que a gente vai pra qualquer lado.

    • Leandro Gonçalves disse:

      Boas observações,Ximenes…Mas pro campeonato estadual seria uma boa…E no caso do ceara,na fase de grupos da copa do NE,que convenhamos,tem lá seu marasmo nos jogos iniciais também não seria má ideia…

  • João Ximenes disse:

    OPS !

    76 jogos é uma ova !
    Na verdade serão 19 jogos de cada um, que dá um total de 38.

    Assim sim.

  • Cristiano disse:

    Grande notícia. Indica maturidade dos dirigentes dos dois clubes. Que dê certo e represente o início de uma nova era no relacionamento institucional entre eles.

  • Robson disse:

    A iniciativa embora elogiável não é exatamente uma novidade.

    Faz tempo que o poder público municipal busca uma saída para a gestão do PV e faz tempo que patina na característica mais marcante das administrações públicas no Brasil: a incompetência – quero eu crer que neste caso especifico seja só incompetência.

    Um equipamento como este é um patrimônio dos munícipes, deveria ser muito mais e melhor utilizado, em vez disso, nossos clubes insistem em ser feitos de refém pela administradora da Arena e suas taxas injustificáveis.

    Aliás, para o Fortaleza EC o pecado é ainda maior já que possui um estádio de proporções muito modestas que poderia muito bem receber jogos de menor apelo como os do campeonato local como já aconteceu em outras passagens. Obviamente os jogos de apelo maior ficariam reservados para o gigante da Boa Vista.

    O investimento em melhorias e em aumento de capacidade do Alcides Santos seria a melhor alternativa para o tricolor, primeiro porque toda a renda seria revertida integralmente para o clube, segundo porque seria a melhor fuga para as despesas exorbitantes da Arena Castelão e terceiro, não se deve fazer parceria com quem não merece confiança.

    Além de todas as vantagens citadas, o investimento na estrutura do Alcides Santos seria um ativo permanente para a posteridade do clube, já que o terreno e a estrutura física não são emprestados.

    Saudações Tricolores !

  • MILTON disse:

    É Triste de ver o PV abandonado para o futebol quer queira quer não o PV sem o Vozão e o Fortaleza não é PV.

  • Whermeson Bezerra disse:

    Graziani, a BWA/Luarenas consertou as cadeiras quebradas do Castelão? Desde o ano passado um setor inteiro do lado do Ceará estava com faixas de interditado, na final do Cearense muitos torcedores estavam nesse setor correndo risco com cadeiras quebradas. Como está esta situação?

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *