Futebol do Povo

As impressões boas e ruins que Ceará e Fortaleza passaram no Clássico-Rei

2522 25

Foto: Lucas Moraes/Cearasc.com.

Foi um Clássico-Rei muito bom de se ver. Intensidade, movimentação, interessantes posturas táticas, comportamentos e modelos de jogo dos dois lados, os quais destaco pontos positivos/negativos de Ceará e Fortaleza.

+ Veja classificação atualizada do Campeonato Cearense.

CEARÁ
1- Como bem destacou Fernando Graziani, o sistema defensivo bem organizado e o ataque cirúrgico foram determinantes na vitória. A atuação individual e coletiva foi praticamente perfeita dentro de plano de jogo de Marcelo Chamusca. O próprio treinador destacou isso.

2- Plano de jogo, por sinal, muito bem traçado. Chamusca e sua comissão técnica mostraram amplo conhecimento do Fortaleza e de suas estratégias e pontos fortes/fracos, tratando de anulá-los e explorá-los.

3- Com um mês desde o início da pré-temporada, já é possível ver evolução. Tanto na parte tática, como técnica e física. Apesar da maratona desumana pelo calendário absurdo, o elenco tem conseguido evoluir no decorrer das competições.

4- O 1º gol surgiu de cobrança ensaiada. Ricardinho cobra na 1ª trave, Pedro Ken faz movimentação inteligente que atrapalha a zaga para Valdo atacar o espaço vazio e marcar. Repare abaixo como Ricardinho faz um sinal para que ocorra a movimentação combinada.

5- O 2º gol surgiu de transição ofensiva muito veloz, aspecto que o Ceará tem evoluído. Excelente lançamento de Pio e grande jogada de Felipe Azevedo, com inteligente movimentação de Elton. A dupla criou outra ótima situação no início do segundo tempo, mas o camisa 99 chutou por cima.

Felipe Azevedo e Elton tiveram importante papel na vitória do Ceará.

6- Após a expulsão de Gustavo, o Ceará controlou o jogo e teve oportunidades para fazer até um placar mais elástico.  Mostrou eficiência no setor de criação, mas pecou nas finalizações. Em outros jogos, isso já custou caro.

7- Vovô fechou a semana com três vitórias em três jogos (1×0 CSA; 2×0 Uniclinic e 2×0 Fortaleza). Cinco gols marcados e nenhum sofrido.

FORTALEZA
1- Começou o jogo organizado, mostrando consciência tática e participação coletiva nas fases ofensivas e defensivas. Com superioridade numérica no meio de campo, dificultava as progressões do Ceará.

Fortaleza esteve bem postado até levar o gol, com linhas organizadas e que dificultavam as ações ofensivas do Ceará.

2- Teve também bom volume de jogo e intensidade, sobretudo pelo lado esquerdo do ataque, com infiltrações e triangulações. Criou oportunidades, mas nenhuma contundente. Sentiu o 1º gol. A partir daí faltou poder de reação e o time se desorganizou.

Apesar de ter volume e finalizado, o Fortaleza não teve nenhuma chance clara de gol.

3- Foi da desatenção e da desorganização que surgiu o 2º gol do Ceará. Além de não ter pressionado Pio, dando liberdade para o lançamento, foi muito mal na transição defensiva. Basta ver na imagem do gol lá em cima.

4- Sem Gustavo, o time perde muito. É difícil analisar o 2º tempo da equipe por estar sem a referência. Porém, Léo Natel deixou a desejar. Uma das peças mais criativas do setor ofensivo, foi muito passivo a (boa) marcação adversária.

5- Apesar da dificuldade, novamente Alan Mineiro e Wesley entraram bem, sobretudo o segundo. Se movimentou, não se escondeu, dava opção e criou alternativas ofensivas. Alan não é titular ainda pela condição física, mas Wesley não dá pra entender o motivo de não ser.

6- Mesmo com a derrota, não há motivo para “terra arrasada”. Segue líder. Porém, é preciso sim ligar o sinal de alerta. Esse foi o primeiro teste de fogo e, apesar das peculiaridades do clássico, tem muitos pontos a se evoluir, sobretudo no aspecto defensivo.

7- Primeiro jogo no ano que o time passa em branco e não marca nenhum gol sequer.

Recomendado para você

25 Comentários

  • Bosco disse:

    O jogador do Fortaleza viu que o zagueiro ia cabecear e se jogou para fingir que houve falta. A imagem é nítida. O árbitro estava em cima do lance. Mas, a imprensa que não sabe analisar nada com parcialidade vai passar o programa todo perguntando se foi penalti ou não. Só para lembrar: Cartão vermelho não é só quando sai sangue não como quer um analfa colorido do Esporte Interativo.

  • Bosco disse:

    Time barriga de aluguel, de empresário, não pode ser diferente.

    • carlos disse:

      Com relação ao Bosco ele não tomou o gardenal esses dias,
      Em relação ao árbitro se não serve pra apitar um clássico pq apita jogos dos outros times?

  • Rogério disse:

    O futebol é pragmático em seus ditos populares, prevalece um que de tão antigo ainda está em voga: ” Quem não faz leva”. Vi um FEC insinuante nos primeiros vinte minutos de jogo e perdendo chances claras de gol. Foi castigado pela máxima citada à cima. No mais, sem querer tirar o mérito da vitória alvinegra, o árbitro teve influencia no resultado. Quando do segundo gol alvinegro, ouve paralisação do lance pela imprudência do zagueiro Valdo, se não marcou o pênalti, q ue no meu modo de interpretar houve,pelo menos teria que ter dado bola ao chão dentro da área onde foi paralisado pelo lance. Não foi isso que aconteceu, Pio pegou a bola e a levou para próximo à bandeira de escanteio. O árbitro deu bola ao chão sem ao menos chamar um jogador do FEC . Todos os árbitros fazem isso, não me venham com essa do contrário. Pio, espertamente fez a ligação ao Felipe Azevedo que cruzou e gol do CSC. Dois erros da arbitragem num só lance. É por isso que a arbitragem cearense apita da segunda divisão pra baixo. Realmente em todos os jogos há erros bobos numa total falta de concentração o que gera desconfiança no conhecimento das regras. O árbitro interferiu diretamente no resultado do jogo. Essa é a minha opinião. De qualquer forma o CSC não tem nada a ver com isso. Aproveitou duas chances e fez dois gols.
    Saudações Tricolores !

  • EDSON COSTA disse:

    Só faltou falar da arbitragem medíocre e do escandaloso pênalti a nosso favor que esse César Magalhães não quis dar.
    Ao dar bola ao chão, deveria ter chamado um jogador do Fortaleza pra disputar a bola, mas o árbitro deu um “passe” para o Pio fazer o lançamento;
    Outra, primeira falta do Gustavo, vermelho direto. O Élton fez uma falta similar logo depois e ele deu amarelo.
    Honestamente, mesmo sabendo que o rival tem um bom time, não reconheço as vitórias quando são construídas sobre a injustiça e a trapaça. UNFAIRPLAY…

  • EMERSON LEAO disse:

    O Fortaleza jogou como time Grande que não é, foi para cima , levou os gols e não fez mais nada. Deveria ter jogado como time Pequeno e de Empresário, com torcida pequena, jogar todo atrás.

  • João Ximenes disse:

    Pois EU resumo LEÃO DE AÇO numa só talagada: CENI.

    CENI com mais PEÇAS na equipe, tenho certeza VAI CONSEGUIR ARRUMAR esse time.
    Pra MIM ficou clara a capacidade de arrumação dele, quando perdeu o seu ARTILHEIRO e REFERÊNCIA na frente, voltou do intervalo sem duas peças NEUTRAS no jogo e até aqui na competição(Alípio e João Henrique), entrando FELIPE e ALAN – que suas entradas manteve o POSICIONAMENTO DEFENSIVO -, segurando UCHÔA entre os zagueiros fazendo com que Felipe a sua frente empurrasse o time um pouco a frente, enquanto que Alan segurava o jogo e tentava arrumar alguma coisa, até encontrar ALTERNATIVA de tentar manter o adversário longe de seu campo defensivo e CONSEGUINDO quando meteu WESLEY – que esse ano tá querendo mostrar serviço.
    Problema é que com 1 a menos num jogo dessa magnitude é complicado.

    ACHO ainda, que se a diretoria RESOLVER AJUDAR o CENI, trazendo peças pra pelo menos: Igor Alípio e João Henrique – que não entraram em campo ainda -, pra Natel, que da mesma maneira que aparece desaparece do jogo, e + um CENTRO AVANTE pra brigar, ou quando GUSTAVO não poder, ter alguém por lá, ele(Ceni), com certeza vai dar um Norte pra esse time.
    MANTER um sistema e um padrão de jogo, até mesmo quando em desvantagem numérica, e considerando que essa situação aconteceu num clássico, CENI mostrou nesse jogo que sabe trabalhar isso.

    Lembrar dos gols sofridos é lamentar mais um gol de bola parada no meio “dun” furdunço, e agora de uma infantilidade sem precedentes de POSICIONAMENTO do Bruno que teve tempo suficiente pra se posicionar defensivamente + optou por tomar satisfação com a arbitragem depois daquela “canguruzada” do Valdo no Alípio dentro da área – uma verdadeira barruada -, e acabou sendo traído pela “inteligência” do Pio que encontrou Felipe Azevedo nas suas costas, que encontrou uma canela dentro da nossa área, por trás dos nossos zagueiros que quase erra o gol.

    Apesar da derrota, FIQUEI ciente e tranquilo quanto a CAPACIDADE do nosso treinador dentro de uma partida, e que se AJUDADO pela diretoria, não tenho dúvida que vamos brigar pau a pau com qualquer equipe nessa Bzona 2018.

    Só depende da diretoria.

  • Paulo disse:

    Acredito que na próxima fase, no clássico-rei, a história se repetirá.

  • Fabio Lima disse:

    Time alugado, Rogerio Ceni ainda vai se arrepender de ter sido treinador desse time, vai se queimar. Uma coisa e treinar o SPFC que tinha identificacao com a torcida e historia no clube, outra coisa e assumir um time endividado e com muitos passivos trabalhistas. So o EI para iludir os torcedores com comentarios clubista.

    • Sérgio Filho disse:

      Claro. Exatamente isso. Se for deixar de treinar algum time por ele ter dívidas e passivos trabalhistas, ficarão uns 4 ou 5 times no futebol brasileiro, no máximo.

      Times como Vasco, Botafogo, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, Corinthians (atual campeão) estão todos enfrentando problemas financeiros e dívidas enormes. Seguindo sua lógica, esses times também não deviam ter treinador.

      Francamente, amigo, o Ceni está fazendo um bom trabalho. Provou ser bom em leitura de jogo e, caso a diretoria lhe dê mais condições, fará esse time ir longe.

      No jogo de ontem, o Fortaleza se perdeu após levar o primeiro gol. Caso tivesse aproveitado as oportunidades que criou no início, o jogo teria sido outro. O time se perdeu por não ser tão forte no fator psicológico e por ter ficado esperando pelo árbitro não contaminar tanto a partida.

      Fiquei tranquilo. Nem o Ceará é essa bola toda, nem o Fortaleza é tão ruim assim. Para mim, os dois estão em momentos técnicos parecidos. O Ceni arrumando a parte defensiva da equipe, e o time entrando mais maduro no quesito temperamento emocional, o jogo será de igual para igual.

      Um abraço!!!

  • Leandro Gonçalves disse:

    Ainda acho que o Ceará esta orfao nas 2 laterais…Tivessemos mais firmeza pelas pontas,o F3C não tinha nem visto a cor da bola…
    Sinto falta de um meio-campo que envolve mais o adversario tbm…Ricardinho e Wescley podem e devem chamar mais a responsabilidade…Vamos ver quando o Reina entrar,se é que vai entrar…

  • Daniel Rodrigues disse:

    Na próxima etapa do Campeonato Cearense tem-se que colocar um juiz de fora. O Leão de Aço não aprende que esse juiz e outros, assim como o TJDCE são todos torcedores da velha do canal imundo.
    No programa do E Interativo, após o jogo, todos disseram que houve o pênalti, porque se fosse fora da área era falta. E disseram ainda da falta de fair play e que o juiz foi infeliz em expulsar o Gustavo sem antes ter dado um cartão amarelo.
    Mas tem umas peças no Tricolor de Aço do Pici que não engrenam, o Alípio, o João Henrique, o Ligger e uns reservas, Leonan, IGOR e Alan Mineiro.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  • Kalil disse:

    Sei que a Folha de pagamento do Maior do Estado? Fortaleza Esporte Clube, é “apenas” um pouco mais de 800 mil e que a folha do canal é de 1.400 mil. Porém, dentro de campo não existe série B ou série A numa rivalidade de um clássico-Rei. Mas não precisa de um juiz medíocre querer estragar o espetáculo (colorido para um lado e escuro para o outro). Onde a maioria tricolor foi gritante, pois enchemos o anel superior, chega tava apertado, enquanto a turma da carniça do canal espalhou-se também em baixo um pouco, mas o anel superior deles tava com muitas brechas.
    AINDA CONFIO NO LEÃO

  • Robson disse:

    Espero que essa derrota devolva às coisas suas devidas proporções: o time tricolor anda longe de ser tão bom quanto alguns desenhavam.

    Aliás, em que pese a exagerada expulsão de Gustavo, o time escapou de tomar uma goleada ontem.

    A partida estava absolutamente a feição do tricolor: dominava o meio de campo impondo velocidade aos lentos,apesar de bons, meio campistas alvinegros.

    Um dos pontos fortes só time alvinegro era exatamente a bola parada e o tricolor exagerou de dar ao rival possibilidades de usar essa arma. Foi assim que tomamos o primeiro gol.

    O segundo gol então nem se fala. Muita inocência dos jogadores tricolores que assistiram passivamente o lateral alvinegro dominar, olhar e lançar a bola para o companheiro. Nem time de juvenis é tão ingênuo.

    Outra constatação: Ligger, Pablo e Alípio não podem ser titulares desse time. Se o Fortaleza EC quiser lograr algum efeito nessa temporada terá que parar de jogar com 3 a menos cada jogo.

    Mas convenhamos, é quase comovente a alegria dos alvinegros ao vencerem um clássico depois de 3 anos. Justo que comemorem pelo tempo decorrido desde a última vitória sobre o Fortaleza EC.

    O round é alvinegro, mas foi apenas o primeiro.

    Saudações Tricolores.

  • Chico Caucaia disse:

    192 vitorias, 20 vitorias a mais que o segundo time do estado, apenas…. te cuida leão

  • Chico Caucaia disse:

    Sabado, Ceara será lider, ah Brasil

  • Valterlan Jr disse:

    Só uma observação , quando Ceará ou Fortaleza solicitam arbitragem de fora, eles estão mais é do que certo. Aqui não há árbitro com capacidade de apitar um jogo desse porte.

  • Chico Caucaia disse:

    Tem emissora de radio dando balde de cerveja a torcedor que estiver ouvindo a radio, depois que a audiencia despencou, torcedor alvinegro já estar em outras emissoras…. o tempo passa…

  • David disse:

    E a arbitragem? Árbitro amador manchou o clássico!

  • GABRIEL DIAS disse:

    MAS O CHICO CAUCAIA NÃO CONTOU OS CLÁSSICOS-REI GARFADOS E TOMADOS À FORÇA DO REI LEÃO POR JUIZES E FEDERAÇÃO.
    AFINAL, A VOVÓ DO CANAL PASSOU VÁRIOS ANOS NA CHIBATA DO LEÃO; DE 2.000 A 2010, POR EXEMPLO.
    Ê Ê, NO DOS OUTROS É REFRESCO!

  • Nilton Cesar disse:

    PARABÉNS!!! a MAIOR DO , E AO MAIOR CLUBE DESSE ESTADO, Torcida Alvinegra e CEARÁ SPORTING CLUB, resultado mais do que o esperado, ganhou o melhor e o clube de maior torcida, tirando a parte que eram destinadas somente aos feczes, em o resto na parte de cima era parecidos, mas quando vi na TV a parte inferior desse lado, sei não, NÓS ALVINEGROS eram maiores nessa parte oposta as cabines de rádio.

    Quanto a expulsão foi justa, já imaginou se quebra o tornozelo do Pedro Ken, o árbitro não pode aplicar o cartão depois do médico constatar ou não a lesão.

    Quanto ao suposto pênalty, os jogadores do feczes nem reclamaram, foi acidente de jogo, o Valdo foi na bola, subiu olhando para a pelota, e ele e o Alipio chocaram as cabeças, e o zagueiro no puro reflexo, instinto para evitar o choque empurra o jogador do fecal, acredito que se não faz isso seria pior para os dois. Os coloridos querem o quê? os dois jogadores se machuquem, sejam levados ao hospital por causa de uma partida de futebol, o Valdo se protegeu, assim como o jogador do fec poderia ter feito o mesmo, acidente de trabalho apenas, os jogadores do fortaleza nem reclamaram do lance, o resto foi vacilo deles.

    O resto é muito MIMIMI e CHORO!!!

    SA

  • Deval Paixão Alvinegra disse:

    Ceará jogou como nos bons tempo de série B, um time que sabe se impor dentro e fora de casa. Quanto ao Fortaleza, um time típico da série C, muito esforçado que aliais é o seu dever. O Ceará é time potente em termos de Nordeste.

  • carlos disse:

    Em relação ao árbitro César Magalhães, ele não consegui usar o mesmo critério para aplicação de cartões, qual a diferença, entre aquele lance em expulsou o Gustavo, e a entrada do Elton que prá mim foi mais dura do que a anterior uma cartão vermelho a outra amarelo e mesmo depois de ser cercado pelos jogadores, do fortaleza, na parte disciplinar, e fraco na parte da aplicação dos critérios, para punir jogadores, a pergunta que fica é seguinte, se não serve pra apitar porque é escalado pra apitar jogos dos outros clubes?

    • Nilton Cesar disse:

      Vc precisa comprar um óculos, a entrada do Elton perigosa foi aquela que o mesmo recolhe o pé para evitar contato maior e o juiz marca falta indireta, dois toques na batida da bola.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *