Futebol do Povo

Atlético-PR 0x0 Ceará: bom jogo tático, mas incompetência nas finalizações impediu vitória

1597 21

Partida chamou atenção por duelo tático. Foto: Joka Madruga/AE.

O empate em 0 a 0 entre Atlético-PR e Ceará, na noite da última quarta-feira de fevereiro, foi o maior teste do Vovô em 2018. Jogando fora de casa contra um rival de Série A, o time do técnico Marcelo Chamusca teve atuação sólida e conseguiu um bom resultado. Mas poderia ter sido melhor.

O confronto foi, provavelmente, o duelo tático mais interessante do Ceará no ano, em que o Alvinegro se mostrou muito equilibrado e só não saiu vencedor por ter pecado demais nas finalizações.

O plano de jogo era claro: compactação defensiva com entrega coletiva para manter as linhas organizadas e segurar o ímpeto do Furacão (que iria propor o jogo), mas sem abrir mão de atacar, buscando transições ofensivas em velocidade para surpreender.

Justamente por isso os laterais Pio e Rafael Carioca foram tão pouco acionados, assim como Andrigo foi também pouco efetivo no setor ofensivo. O plano era, antes de tudo, impedir as investidas do Atlético.

O primeiro tempo foi de controle para tentar impedir as progressões dos paranaenses. O Rubro-Negro teve bem mais posse de bola (64% x 36%), mas sem conseguir finalizar com perigo contra a meta de Everson. Foram só 6 finalizações no 1º tempo do time da casa. Isso se deu graças à organização defensiva do Vovô.

Atlético rodava a bola em busca de espaços, mas o Ceará se manteve organizado defensivamente. Essa foi a tônica do 1º tempo.

A expulsão de Thiago Heleno, aos 22 minutos, veio justamente em transição veloz de Richardson. O lance contribuiu para que o Ceará fizesse um jogo equilibrado. A partir daí, o Vovô se manteve ainda mais fiel ao seu plano de jogo, e guardou as investidas para o 2º tempo.

Após o intervalo, Chamusca viu que poderia converter a vantagem numérica em gols. Sem abrir mão da organização defensiva, esperou o desgaste do Atlético (que já faz jogo de muita intensidade, e com um a menos teve ainda mais desgaste) e deu maior liberdade à sua equipe.

O Ceará passou a criar igualdade e superioridade numérica no último terço do campo. As movimentações criam espaços. Na imagem, Luidy tem apoio e muitas linhas de passe. Elton trocou de posição com Andrigo, recebeu livre e quase marcou.

Foram muitas oportunidades criadas. Mais precisamente, 28 finalizações ao término do jogo, das quais 7 foram na direção da meta defendida por Santos. Na melhor delas, Felipe Azevedo perdeu gol incrível após trama inteligente.

A melhor jogada do Ceará veio de mobilidade e velocidade na transição ofensiva. Felipe Azevedo atacou o espaço vazio e Wescley deu ótimo passe, que desmontou a linha defensiva do CAP.

No fim, o Ceará teve ainda um gol anulado, que poderia ter premiado o time que mais se aproximou da vitória.

Destaque individual pra atuação de Juninho. Atuando na posição que rende mais (2º homem de meio campo), ele vem mostrando constante evolução e foi um dos melhores em campo, junto com Richardson.

NÚMEROS DE ATLÉTICO X CEARÁ

Posse de bola: 57% x 43%
Finalizações Certas: 4 x 7
Finalizações Erradas: 7 x 21
Passes: 486 (93%) x 366 (93%)
Cruzamentos: 21 (5 certos) x 22 (6 certos)
Lançamentos: 33 (14 certos) x 26 (14 certos)
Desarmes: 13 (11 certos) x 6 (5 certos)
Faltas: 9 x 12
Escanteios: 4 x 8

Recomendado para você

21 Comentários

  • Torcedor disse:

    Quero ver essa marra toda é domingo…contra o líder do “Meu Manjadim Minha Vida”….. VALAMIM Deus…. será q vamu levar sola ninovo….uhrrrr

  • Eduardo disse:

    A quantidade de gols que esses atacantes do Ceará fizeram em suas respectivas carreiras explica isso. Não são bons finalizadores e, portanto, perder gols é a regra geral para eles. Quando fizerem alguns, vamos rezar, porque foram milagres e devemos agradecer à Divina Providência. Tudo como sempre foi.
    Agora jogar 75% do jogo contra um time do (bom) nível do Atlético-PR em um jogo parelho de 0x0 (tudo bem?) mostra que estamos muito longe de almejar coisas positivas e não dá ´pra esconder um certo complexo de inferioridade.
    Em todo caso, temos condição de batê-los aqui, mas somente se a torcida jogar junto pra dar moral pra esses caras.
    Bora, Mais Querido.

  • Lucas disse:

    CEARÁ JOGOU BEM DE MAIS! FALTOU O GOL, MAS VALEU!
    Obrigado pela audiência tricoloridos!
    Saudações Alvinegras!

  • Leandro Gonçalves disse:

    Excelente análise,André. Chamada justa ,verídica ,sem desqualificar o empate com um dos maiores mandantes do Brasil nos últimos anos,o atlético-pr.Diferente da chamada do jornal da praça da imprensa. Lamentável,mesmo.

    Agora vamos deixar o “se ” pra depois. A análise tem que ser feita dentro das circunstâncias da partida. Independente de 1 a mais ,o Ceará monstrou na segunda etapa o pensamento que queremos,impositivo,valente,lutando dentro das suas possibilidades.Teve entrega.
    Mas sim,eu acho que ontem dava para termos ganho. A vitoria nos colocaria com pelo menos 70% de chance de classificação. Acontece que ontem a pontaria dos atletas estava desoladora. E afirmo : isso não tem nada a ver com cansaço. Falta treinamento. Tem que consertar enquanto tem tempo.
    Vamos ressaltar tambem a fragilidade do setor de criação alvinegro. O que o Wescley errou ontem foi brincadeira. Então temos um Wescley que veio do Japao pior do que ja era,um Ricardinho melhor,prefiro ele à Wesclei,mas que no entanto carece da intensidade necessaria para grandes embates. É preciso falar tbm do Andrigo. Você não acha que ele ta jogando no lugar errado,André? Andrigo sempre rendeu mais pelo meio. Esta muito abaixo jogando pelas pontas…Por fim,sobre o Arthur : ja que o Chamusca não vai coloca-lo como titular,que o ponha ao menos no inicio do segundo tempo. Ontem entrou tardiamente.

    Enfim…Mesmo com gostinho de que podiamos mais,fiquei conformado com o resultado final. A peleja está em aberto. Não pensemos que teremos vida facil na volta. Será o Ceará que vai ter que propor o jogo dessa vez. E do outro lado temos um elenco cascudo e otimo técnico. Mas sou Vozão. Acertando a pontaria e entrosando mais esse meio-campo -ataque,dentro da nossa casa,acredito que poderemos avançar.

    Saudacoes Alvinegras

  • Daniel Rodrigues disse:

    E a maracutaia continua na CBF.
    Começando com os jogos do time do canal que sempre é expulso um jogador do time adversário na primeira falta que fizer. Sem nem antes ter um amarelinho. Estranho.
    Outro assunto: quando o Leão do Pici, time de maior torcida do estado, recorde nacional de público por duas vezes e de renda, uma vez, estava na Série A, ultimamente nos anos 2003, 2005 e 2006, não tinha tanta mordomia e dinheiro correndo frouxo na CBF, não. Olha que o ex-presidente do Fortaleza Esporte Clube: Dr. Airton França Rebouças, foi vice-presidente da CBF. Cidadão do bem e honesto.
    Mas os tempos mudarão e a mais-valia também.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

    • torcedor disse:

      Delirando né TERCEIRÃO…..essa matéria nada tem a ver com o grande lider do “Meu Manjadim, Minha Vida”……itu vem falar coisa sem coisa…..fica friuuuu….domingo tem masi sola….vc com certeza viu o jogo com um secador na mão….mais faiô né……domingo tem mais ….GOOOLLLL DO Valdo….GOOOLLL do Elton…..

      • Nelson disse:

        Eu concordo com você. É assim que nós somos. Poderosos. Em 2015 compramos Botafogo, que em crise rendeu-se ao poder financeiro do Vozão. Mais adiante compramos todo o elenco do Macaé, fichinha, pra quem já comprou o Botafogo. Ano passado passado fomos obrigados a comprar o Internacional. Vacilamos ao não comprarmos os árbitros de Goiás e Figueirense, mas mostrou-se desnecessário. Esse ano começamos bem. Compramos o juiz do clássico (chamo assim pra valorizar o adversário, afinal o que tem de clássico num confronto entre um tradicional série CCCCCCC e um emergente série A?) Fomos ao Paraná e zap! Compramos o árbitro. Afinal pra que serve dinheiro senão pra essas coisas? Tentamos comprar o árbitro do próximo. ..ãhh… clássico, vai… mas o Leão chegou na frente. Juntou toda a sua poupança, convocou os concelheiros (com C, mesmo. Alguém sabe por quê? ) e já disse pago 10 mil mais o que for necessário. Mas é assim mesmo. Esse juiz já é de vocês.

    • Leandro Gonçalves disse:

      Não é oportuno vir falar de moral e favorecimentos logo após aquele senador indecente sair nas redes sociais do seu clube segurando a bandeira de 3 cores!!

      No mais,é comovente ver um clube que só fala em passado…É serie A de 2005,é série B de 2002,é gol do Cassiano…
      Enquanto isso,gol do Valdo e milhões de reais na conta alvinegra mediante copa do Brasil…Mas domingo vocês mais uma vez terão mídia,afinal o que seria de vocês não fosse o Ceara hein, colega? kkkkk

    • Carlos Aguiar disse:

      A maior torcida do Estado é o Ceará todo mundo sabe disso, não seja iludido. Os públicos maiores também são do Ceará, que não precisa nem fazer as manobras que a Stella faz, como colocar a torcida adversária nos camarotes pra vender mais ingressos e dizer que tem mais público.

      Se você fizer a simples análise e pesquisar quantos jogos no Castelão tiveram ingressos esgotados, praticamente TODOS foram do Vozão, MAIOR EM TORCIDA, MAIOR EM TÍTULOS, MAIOR EM TODOS OS RANKINGS, MAIOR EM ESTRUTURA, MAIOR EM TUDO!!!!

  • Lucas Leão disse:

    Sinceramente, o time do Atlético paranaense é muito fraco. E mesmo com um jogador a mais o time do canal não soube tirar proveito. Sei não, mas acho que no jogo de volta o juiz tem que expulsar dois ou mais jogadores, viu? Tá certo assim?
    Saudações Tricolores!

    • torcedor disse:

      Domingo depois do jogo quero ver vc dizer que o time da stella é fraco…… e é mesmo. Vão levar outra sola ……GOOOLLL do Valdo……GOOOLLL do Elton…… Estão se iludindo com o “Meu Manjadim, Minha Vida”…… nosso manjadim não é parâmetro pra nada…. ainda bem que o VOZÃO tá jogando contra equipes de superior qualidade técnica dos q disputam o manjadim…. isso vai ajudar em muito numa análise do que é que temos de plantel e o que teremos de melhorar.

  • Botelho Pinto disse:

    A maior galera do estado também pode assistir aos jogos descoloridos e sem graça da veinha do canal. Ou só vocês podem assistir e secar o Leão de Aço?
    Mar minino!
    Digo mais, da cota que a vovozinha vai receber, uma parte vai servir para pagar atrasado os jogadores, ser embolsado certa quantia, comprar ovos, comprar mais ovos e para agradar as arbitragens.
    Ah, Brasil!
    Que coisa feia!
    Saudações Tricolores!

    • Costaneto disse:

      Será se tem algum torcedor do Vovô que tem coragem de assistir jogo do liaum pelo manjadim pra secar? Tá brincando, num tá, não? Vai aí assistindo a Copa do Brasil e lambendo os beiços, doidim.

    • torcedor disse:

      kkkkk…..Delirando né TERCEIRÃO…..fumou casca de manga estragada foi….. dizer que o VOZÃO tá com salários atrasados, com dividas, blá, blá, blá…..kkkkkkkkkk …. é muita inveja….. lascados estão vcs…..estão devendo só 6 milhão ao ex-presidente investidor e todo jogo é desconto de causas trabalhistas…..segundo o ex investidor, a situação do fec é grave, tem muita divida pra pagar ainda….. e esse time que vcs montaram…..ou melhor, que os empresarios montaram….assim que acabar o manjadim, quem se destacar vai cair fora….empresario quer lucro….

  • OLIVEIRA disse:

    BOM RESULTADO? O ATLĖTICO PR JOGOU QUASE 70 MINUTOS COM UM JOGADOR A MENOS E O Siará NÃO CONSEGUIU FURAR O BLOQUEIO,JÄ UM TAL DE TUBARÅO AINDA CONSEGUIU METER QUATRO GOLS NO FURACÃO (que não está fazendo jus ao nome).BOM RESULTADO FOI MAS PARA O ATLĖTICO,AĮ SIM ,POIS SE FOSSE AO CONTRÁRIO COM CERTEZA O Siará TINHA LEVADO UNS DOIS OU TRÊS.
    IMAGINE QUANDO ESSA BABA ENFRENTAR CORĮNTHIANS,GALO,CRIZEIRO,GRĒMIO E CIA ,EU TENHO É PENA. VAI SER MUITA PEIA PAPAI KKKKKKKK

  • Delano disse:

    Eta que secador falando do Vozão.

  • Costaneto disse:

    Será se tem algum torcedor alvinegro que assiste o manjadim só pra secar o liaum? Rapaz, é muita falta do que fazer, viu…

  • TERCEIRA NEM EM SONHO disse:

    Faltou mais ousadia e coragem ao Ceará, principalmente através do seu técnico Marcelo Chamusca, ele tem que ter sede de vitórias. Jogar contra um time com jogador a menos por praticamente 70 minutos mesmo fora de casa e não tomar as rédias do jogo achei muita fraqueza e medo de ser feliz. Atacou, teve chances (sim teve) e até mereceu vencer o jogo (sim) porem mesmo com um jogador a mais a maior posse de bola foi do Atlético-PR, faltou sangue no olho e espirito de time vencedor. Empate se não com sabor de derrota mas com sabor insosso.

  • MILTON disse:

    Quero ver é os Comentários é Domingo dos Doidinhos do Curral, alem de manga gostam muito é de Mortadela, verem GOPI em tudo eita MIMI 48 Malvado,

  • Pedro A. Neto disse:

    Vozão precisa corrigir: pontaria nos chutes a gol e falta de jogo solidário na porta do gol adversário. Deixamos de fazer gol por excesso de individualismo.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 9 =