Futebol do Povo

Copa do Brasil: Galo tem folha de pagamento 40 vezes maior que a do Ferroviário

2534 5

Foto: Pedro Chaves / FCF

Superação é o nome do Ferroviário na atual edição da Copa do Brasil e contra o Atlético-MG, adversário da quarta fase da competição, o Tubarão da Barra entra mais uma vez como a surpresa nacional, especialmente porque vai encarar, além de uma equipe com tradição, torcida e estrutura superiores, uma folha de pagamento 40 vezes maior.

Ainda que tenha dispensado Fred e Robinho no fim de 2017 – ambos, juntos, recebiam inacreditáveis R$ 2 milhões por mês de salário – o Atlético-MG mantém uma folha de pagamento que gira em torno de R$ 8 milhões, uma das maiores do Brasil. Estão por lá Victor, Elias, Leonardo Silva, Otero, Cazares, Luan, Roger Guedes, Erik, Carlos e Ricardo Oliveira O elenco do Ferroviário, por sua vez, custa R$ 200 mil.

O Ferroviário é a unica equipe da Série D do Campeonato Brasileiro que segue na Copa do Brasil. Eliminou Confiança-SE, Sport e Vila Nova. Em todos esses casos superou clubes com folha salarial maior, especialmente o Sport, que tem R$ 5 milhões mensais de gastos com seus jogadores. Assim, não é impossível – estamos tratando de futebol – que chegue até a quinta fase do torneio, elimine o Galo e fature mais R$ 2,4 milhões (além dos R$ 4,3 milhões que já contabilizou), mas como são dois jogos – e não apenas um, como foi contra o Sport – a situação é extremamente mais difícil.

Confrontos da quarta-fase da Copa do Brasil (do lado esquerdo, times que jogam em casa no primeiro confronto, ainda sem data)

Ponte Preta x Náutico
Atlético-PR x São Paulo
Avaí x Goiás
Internacional x Vitória
Atlético-MG x Ferroviário

Recomendado para você

5 Comentários

  • Antonio Augusto Moreira Farias disse:

    A pergunta que não quer calar, o que a diretoria irá fazer com esse dinheiro?

  • Antonio Coelho disse:

    Prezado Graziani,
    O título está perfeito “Galo tem folha de pagamento 40 vezes maior que a do Ferroviário”.
    Mas no fim do segundo parágrafo consta “O elenco do Ferroviário, por sua vez, custa R$ 200 mil, 40 vezes menos”, o que não está correto. Um alternativa seria dizer “O elenco do Ferroviário, por sua vez, custa R$ 200 mil, o que representa apenas 2,5% da folha de pagamento do Galo” (nesse caso, a saída é usar o percentual ou uma fração, 1/40). Caso semelhante consta do Manual de Redação da Folha de S. Paulo. A diferença é que, no exemplo da Folha, eles usam “três vezes menos”.
    Um abraço

    Valeu, já tinha tirado o complemento, muito obrigado e continue por aqui.
    Abraço
    FG

  • Phelipe disse:

    Copa do Brasil o ferroviário fez muita coisa e o que vier será lucro. Agora, vejo que na série D o ferroviário tem a OBRIGAÇÃO de fazer um time competitivo, não apenas isso, um time que suba. Pois nenhum time da série D ganhou tanto dinheiro quanto o ferroviário. Portanto os dirigentes corais vão sair de uma atual zona de conforto, onde seu time é o azarão e o que vier é lucro, pra entrar numa competição onde subir passará a ser obrigação. Sei que muito do que está entrando está sendo revertido para causas trabalhistas, mas repito, os outros times da série D com certeza também têm causas trabalhistas e tiram das rendas dos jogos p pagar, coisa que o ferroviário não terá mais esse problema.

  • Herley rocha disse:

    Agora eh a hora da torcida comparecer em massa, apoiar e levar o ferrão a próxima fase

  • antonio de oliveira sousa disse:

    Folha salarial não vale nada. Se valessem, Ceará e Fortaleza não teriam levado chiba de Iguatu, Floresta e Ferrão.

    Verdade, folha salarial não vale nada, pura bobagem. A prova é que times com folha bem baixas são campeões constantemente, basta ver na Liga dos Campeões, no Brasileirão, na Europa toda, nos estaduais pelo Brasil. O próprio Ferroviário que está sem ganhar nada desde 1995 não é em função da folha salarial, imagina. Afinal, não há relação alguma com jogadores melhores terem que ganhar mais.
    FG

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + doze =