Futebol do Povo

Fortaleza já gastou mais de R$ 100 mil com árbitros de fora e exame antidoping em 2018

2124 16

A busca por mais tranquilidade na condução dos jogos em 2018 já fez o Fortaleza gastar um bom dinheiro trazendo árbitros de fora do quadro da Federação Cearense de Futebol durante o estadual.

O clássico contra o Ceará, no dia 4 de março, custou aos cofres do clube R$ 31.112,70. O valor foi informado pelo próprio presidente Marcelo Paz. Do montante, R$ 21.112,70 foram referentes ao custo das passagens, hospedagens e pagamento do quarteto, além dos R$ 10 mil de taxa paga à Federação Cearense de Futebol (FCF). Na oportunidade, o dirigente disse que se fosse preciso, fariam outras vezes.

E fizeram. O primeiro jogo da semifinal contra o Floresta – 3 a 1, no Castelão, domingo passado – teve arbitragem de fora e os gastos ficaram ainda maiores porque o clube também pediu exame antidoping (cerca de R$ 5 mil). No domingo que vem, segundo jogo da semifinal contra o mesmo adversário, novamente o expediente será utilizado, totalizando mais de R$ 100 mil.

Muito perto da final do estadual, tudo indica que o Fortaleza pedirá mais dois quartetos nas duas partidas, o que elevará o custo para perto de R$ 180 mil, dinheiro que o clube não se importa de gastar.

Recomendado para você